Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 23 de novembro de 2014

Levy é a cara da Dilma!


Com a possível nomeação do Joaquim Levy para o ministério da Fazenda, pouco mudaria a política econômica (sic) na sua essência. Infelizmente, o meu emprego de blogueiro está garantido para os próximos 4 anos.

Pouco sei sobre o Joaquim Levy a não ser pelas passagens no segundo escalão do governo Lula. Segundo notícias da grande imprensa, Joaquim Levy exerceu com competência as funções que a ele foram confiados no governo federal. Tudo OK! Ele é burocrata, dos bons, segundo imprensa.

Na iniciativa privada, ele é um bom bancário, gestor de ativos do Bradesco, um dos 4 maiores bancos privados do país. Ele é bancário de alto escalão, por isso pensa com a cabeça do banqueiro. Joaquim Levy pode ser considerado como representante do setor bancário. Levy pensa como banqueiro, age como banqueiro, se não fosse não estaria hoje ocupando o comando do setor importante do Bradesco.

O setor bancário cresceu vertiginosamente nos 12 anos do governo PT, enquanto o setor industrial do país definhou na mesma velocidade. O novo ministro como burocrata importante do governo Lula, não fez nada que mudasse o quadro da economia como um todo. Enquanto os bancos ganharam dinheiro como nunca, o setor industrial que respondia por 26% do PIB no último ano do governo FHC, hoje, representa pouco mais de 12% do PIB.

Nestes 12 anos do governo do PT, definhou o setor de manufaturados e cresceu o setor de serviços. Infelizmente, o setor de serviço que floresceu atende apenas tão somente ao mercado interno, porque o setor de serviços no Brasil é de baixa qualificação. 

Os números mostram claramente que o país depende de serviços de alta qualificação e de tecnologia do exterior. O número que retrata bem a situação é a balança de conta corrente. O Brasil é deficitário em balança de conta corrente, que engloba serviços, royalties, juros, fretes, etc. Até o mês de setembro último a balança de conta corrente estava deficitária em mais de US$ 85 bilhões.

Para a cabeça de quem pensa como banqueiro, o setor produtivo não importa muito. A cabeça do Joaquim Levy está voltado tão somente ao fluxo financeiro do Tesouro. A cabeça do Levy está atento aos fluxos de recursos que circulam no mundo "on line", cerca de US$ 12 trilhões a cada 24 horas. Levy é do time que não pensa em crescimento sustentável do país. Levy dará prioridade à saúde financeira do sistema bancário, como prioridade.  Levy não pensa o Brasil como todo.

O mercado financeiro agradece. O mercado vai aplaudir o Levy. Num ambiente onde o setor financeiro é prioridade, prosperam os setores que especulam em detrimento do setor produtivo. O Brasil caminhará cada vez mais dependente do capital estrangeiro, especulativo ou direto (IED).  O mercado financeiro poderá prosperar com o lobo cuidando do galinheiro.

Esqueçam do Brasil como potência emergente no sentido mais amplo! Não passaremos nunca da situação de montadoras de tecnologias vindo de países desenvolvidos. Continuaremos pagando com os produtos primários como grãos e minérios, como fazem os países do terceiro mundo. O governo Dilma já era! 

Joaquim Levy é continuidade da política econômica equivocada da Dilma.  Levy é a cara da Dilma!

Ossami Sakamori



8 comentários:

  1. Se ele for o Ministro e não abrir sua visão estaremos em situação de déficit orçamentário nos próximos anos

    ResponderExcluir
  2. Eu já acho que ele será um enfeite que assina o que lhe será mandado, como todos os outros. Dilma continua a mesma.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Mestre! Uma pena a grande massa não se interessar nem se importar pelos números da economia, só isso já bastaria para Dilma não ter chegado sequer ao segundo turno. 2015 será um ano extremamente difícil.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, amigo. A maioria das pessoas acha que tudo vai bem... Só vêm a "Economia" na hora da compra no Supermercado. Muito triste está falta de consciência...

    ResponderExcluir
  5. Bem, teremos mais um eunuco às ordens da bulgara e da Oligarquia Financeira Transnacional. Outro "Yes Sir"! Desta vez um moleque e não um velho safado petista como foi mantega.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O tal de mantega véio faz um lindo casal com a desgraça foster...

      Excluir
  6. Estou achando tudo tão amanteigado que cada vez fica mais difícil perceber quem está por trás de alguma coisa.Oposição calada, zumbis, déficit orçamentário e preços em disparada galopante. A maior parte dos que não devem gastar, gastando sem controle....É um Brasil encoberto...Até quando ? Procuro continuar otimista, mas quando vou ao Supermercado fico arrepiada, sinto que vem vindo....Quando chegou a conta de luz, nem um quilowate a mais e a conta dobrada, principalmente nos Impostos.Essa inconsciência coletiva é pior que a morte, significa a perda da NOÇÃO DE LIBERDADE

    ResponderExcluir
  7. O povo brasileiro é muito acomodado. Não enxergam um palmo na sua frente, muitos não têm noção do Q está acontecendo no país. Mas tem gente mobilizada, gente consciente, isso me dá esperança. Tenho participado das manifestações de rua e acho q este é o caminho.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.