Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 17 de dezembro de 2017

O rolo compressor do Carlos Marun

Crédito da imagem: Globo

Carlos Marun, deputado federal do PMDB pelo Mato Grosso do Sul, assume a Secretaria do Governo em substituição ao deputado Antonio Imbassahy do PSDB de Bahia. A posse acontece num dos piores momentos do governo Temer, a falta de apoio parlamentar para promover qualquer reformas que envolve mudanças na Constituição da República. Carlos Marun vem como "rolo compressor" para promover as mudanças necessárias, creio.

A sua biografia disponível ao público, diz que ele é natural de Porto Alegre, 57 anos, advogado e engenheiro civil. Ele foi vereador em Campo Grande, deputado estadual e secretário de Habitação e Cidades do estado de Mato Grosso do Sul. Em 2014 elegeu-se deputado federal com 91,8 mil votos.

Deputado Carlos Marun, do PMDB, notabilizou-se como um dos mais ferrenhos defensores do Eduardo Cunha no episódio de cassação do mandato como deputado federal. Defendeu o deputado Eduardo Cunha, hoje preso pela Lava Jato no Complexo Médico Penal de Pinhais na Região Metropolitano de Curitiba, até o derradeiro momento da cassação pelo plenário da Câmara dos Deputados. 

Em virtude da recuperação de uma cirurgia que foi submetido o presidente Michel Temer, Carlos Marun na Secretaria do Governo deve fazer as articulações políticas que estava sendo feito pelo próprio presidente Temer, em razão do "rebelião" do "centrão" contra o então Secretário Antonio Imbassahy do PSDB. Carlos Marun deve, no período de recuperação do Temer, assumir inclusive as funções de representações em eventos. Digamos que é uma "nova estrela" na constelação da política brasileira.

Carlos Marun vai  ter disponível em mãos mais de R$ 20 bilhões em obras e emendas parlamentares referente à LDO de 2018 para serem negociados com os parlamentares, no já conhecido "toma lá, dá cá", para votação de reformas estruturantes como a da previdência. Carlos Marun terá em suas mãos o Orçamento Fiscal de 2018, "cheio" para utilizá-lo como convier para angariar o apoio dos parlamentares. Isto ele sabe fazer. Neste ponto o deputado Carlos Marun foi aluno aplicado do Eduardo Cunha, conhecido como rei das maracutaias. No sentido pejorativo, Carlos Marun teve uma boa escola. 

Seja como for, melhor um Carlos Marun atuante do que um Michel Temer doente. Brasil não pode parar!

Ossami Sakamori
@SakaSakamori 


7 comentários:

  1. Brasil não pode parar? Concordo! Só não com maneiras sujas e obscuras como vem acontecendo. E onde fica a situação do bom? Saúde,e Educação,saneamento,Emprego etc...Os brasileiros estão sendo assinados com toda essa roubalheira e não é só o dinheiro roubado,é o descaso com o povo. Acha vis que são + de 12 milhões desempregados é gente passando fome e seu os seus direitos constitucionais,Direitos básicos.

    ResponderExcluir
  2. Caríssimo professor, Nossa sociedade desde sempre não consegue vislumbrar nenhuma melhora em nossos números(vejam a inflação, o emprego voltando, o PIB miúdo mas crescendo entre outros números positivos)devido à necessidade política do CAOS.

    O plano Real como exemplo sofreu essa insistência esmagadora de negar o ganho real para o país pois as ELEIÇÕES e REELEIÇÕES são a PRIORIDADE destes 35 partidos.

    Dito isto, penso que culpar Temer (que não é santo, nem votamos nele) pelo toma-lá-dá-cá (que sempre foi feito na política brasileira) é MAIS UM TRUQUE dos que querem se REELEGEREM PARA FUGIREM DA LAVA A JATO.

    O Brasil não pode parar, mas é hora de olharmos as ESPERTEZAS dos políticos que nos CEGAM. Não que o Brasil já esteja aquela Brastemp...

    ResponderExcluir
  3. Concordo com Sakamori.
    Também acho que o Brasil precisa andar, seguir em frente.
    Não nos enganemos, o leve crescimento que estamos experimentando não se deve a alguma política de Temer.
    Deve-se ao descolamento da situação politica que nossa economia vem adotando, só isso.
    Uma expectativa positiva de crescimento e melhora significativa só teremos apos as eleições, e ainda dependendo de quem venha a ser eleito.
    Ate lá, continuemos a ser otimistas, procurando mostrar aos eleitores mais simples, aqueles muito influenciáveis pelos discursos de Lula, o valor do voto na busca de decência, de brasilidade e de um futuro mais promissor a todos nós.
    A época de utilizar-se de ações de Estado em benefício próprio acabou.
    Pai de pobres existe só nas comunidades e nas favelas, onde aliás, encontramos mais honestidade e decência que na casa de um ladrãozão que se diz o mais honesto dos homens.
    Que Deus nos ajude!

    ResponderExcluir
  4. Brasil ñ pode parar ? Brasil já parou faz tempo. Só cresce a turma do governo, quem entende um pouquinho de Economia e sabe a roubalheira dos bancos. Agora a nova moeda digital. Como se fosse uma praga, vc deu o alerta e como uma avalanche tornou-se nova praga. Quanto mais ordinário a pessoa, mais o povo se sente seguro. Marum vai deixar o Brasil mais pobre e miserável e os políticos mais bilionários e os Bancos inatingíveis. A inversão de valores transformou o Brasil em uma GAIOLA DAS LOUCAS. Ñ temos presidente, mas temos milhares de ratazanas assistentes.

    ResponderExcluir
  5. É metido a valentinho. Ainda fez aquela dancinha ridícula. Parece que naquele circo força física ganha da força mental.

    Pior que tá fica sim

    ResponderExcluir
  6. Só escrevo una coisa: Esse cidadão é desonesto. O Brasil ultimamente resolveu honrar os desonestos. Triste fim teremos.

    ResponderExcluir
  7. BRASIL

    42 MILHÕES DE JOVENS FORA DO EMPREGO E DA ESCOLA

    OS PETRALHAS FALIRAM COM ISSO AQUI CAGARAM NO BATATAL

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.