Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 10 de dezembro de 2017

Inflação de 2,5%: Choro ou comemoro?

Crédito de imagem: Globo

Não sei se comemoro ou choro com a notícia de inflação baixa, a menor para o mês de novembro desde 1998. Segundo IBGE, o índice é menos do que a metade do mesmo mês de 2016. Comemoro porque o índice de inflação está próximo das grandes economias do mundo, incluído a China. Ao mesmo tempo, só tenho a lamentar porque a queda da inflação é apenas consequência da profunda recessão que o País atravessa. A queda da inflação não é consequência da política econômica e monetária acertada, mas sim de uma profunda e prolongada depressão, a pior dos últimos 100 anos.

Diz o IBGE que no cálculo do IPCA, índice oficial de inflação, os itens bebidas e alimentos acumulam queda de 2,4%, a mais intensa desde a implantação do Plano Real em 1994. Ainda segundo IBGE, alguns alimentos básicos como feijão, arroz, farinha e açúcar custam até 40% menos. Infelizmente a queda da inflação não decorre da política econômica do governo Temer, mas decorrente da falta de demanda. O brasileiro está comendo menos!

A queda da inflação decorre da queda de consumo decorrente do contingente de desempregados e subempregados nunca dantes visto na história do País. São 40 milhões da força de trabalho que só consomem apenas o necessário e suficiente para a própria sobrevivência. Somados a isto, os 60 milhões de pessoas inadimplentes completa o quadro desolador da economia real.

O triste de tudo é que a inflação baixa é ocasionada pelo baixo consumo da população, não pela política econômica e monetária acertadas mas pelas razões estruturais. Estruturalmente, o Brasil emite títulos da dívida pública para poder pagar as despesas do governo. Em outras palavras, o governo não consegue gerar receitas suficientes para pagar as suas próprias contas. O governo, em consequência, não consegue nem honrar o pagamento de juros da dívida pública que ascende a R$ 4,8 trilhões. O governo Temer só faz rolagem da dívida pública. Até onde vai isto, não sabemos. Um dia, isto vai explodir no colo do povo!

Resumindo, a tão comemorada baixa da inflação é resultado do política econômica que não consegue resolver a situação de 40 milhões de desempregados e desalentados, muito menos da situação de 60 milhões de pessoas inadimplentes no comércio. Governo Temer mente! Ministro da Fazenda Henrique Meirelles mente! O povo otário, como sempre, acredita!

Inflação de 2,5%: Choro ou comemoro?

Ossami Sakamori

5 comentários:


  1. INFLAÇÃO

    Por favor me avisem qual cidade brasileira que o comércio registrou verdadeiramente esse índice para nos mudarmos para lá amanhã. Ou então avisem todos os comerciantes daqui (principalmente supermercados e farmácias) para acochambrarem os preços dentro desse índice.



    EM TEMPO

    O Sapo é um bicho tão peçonhento que durante a ditadura se uniu ao que de pior existiu: DOPS. Talvez tenha sido a maior metamorfose já existida na natureza, qual seja, sapo se transformar em cachorrinho da polícia.
    Agora assistimos o anfíbio desafiando toda sociedade após cometimento de vários crimes.
    Será q só o General que foi punido tem olhos para enxergar toda essa bagunça?

    ResponderExcluir
  2. Bolsonaro recebe apoio surpreendente de empresários
    PIB de olho no político

    Jair Bolsonaro vem colecionando surpreendentes apoios entre os representantes do PIB brasileiro.

    Um grande entusiasta de sua candidatura é Meyer Nigri, da construtora Tecnisa.

    O empresário já organizou dois jantares para o deputado em São Paulo.


    Fonte:https://veja.abril.com.br/blog/radar/bolsonaro-recebe-apoio-surpreendente-de-empresarios/

    ResponderExcluir
  3. O Lula vem aí, e a coisa vai ficar muito ruim para os "investidores", ou "rentistas", ou malandros que não produzem nada e ganham rios de dinheiro especulando o, "mercado".

    ResponderExcluir
  4. Então sr Sakamori. Como explicar isso para a população em geral se o povão só assiste a Globo? E a globo manipula ainda mais as informações que já saem manipuladas do Planalto? Eu, por ex, explico às pessoas referindo-me as feiras livres onde muitos compram no final pois o preço sempre "cai", não por causa da concorrência, mas para vender mesmo pois é melhor o vendedor diminuir a margem de lucro e vender toda a mercadoria do que insistir no preço e voltar para casa com as mercadorias perecíveis e perder tudo. Michel Temer para se equilibrar na corda bamba, mente para a população.

    ResponderExcluir
  5. Claro que esse índice é maquiado pelo governo, principalmente porque atrelado à inflação oficial estão a dívida pública, muitos títulos do tesouro e a correção de aposentadorias e do funcionalismo.A inflação real passa de 10%, gasolina subiu mais de 20%, luz 50%, gás de cozinha, 30%, e basta ir no supermercado e sentir que tudo subiu!A resposta fica, que está desviando bilhões, comprando deputados, e indicando para o IBGE, ou seja, roubando e roubando muito, não vai mentir sobre o índice da inflação?Quem comprou o Estadão, a Globo, Gazeta, grupo RBS para que de dez matérias 9 sejam sobre a reforma da previdência?

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.