Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 28 de janeiro de 2018

Brasil é um país viável !

Crédito da imagem: Globo

Mobilizar a população de um país que está enfrentando uma profunda depressão, a mais profunda dos últimos  100 anos, não é tarefa fácil. Somado à essa conjuntura totalmente desfavorável, o Brasil está passando por um processo de extirpação da quadrilha de assaltantes de cofres públicos, nunca dantes vistos em igual proporção na história de República. Felizmente, o conjunto da população está acordando para este fato. 

O processo de "faxina" do País está acontecendo de baixo para cima. Em breve, até mesmo o STF deverá sucumbir aos anseios da população. O Brasil não aguenta mais conviver com a situação como está. Ainda assim, a quadrilha de dilapidadores da República agem acobertado pelos aparatos que a Constituição da República.

O "cerco" está chegando aos que gozam de "imunidades" nos três poderes da República. Muitos parlamentares se safam dos processos de crimes comuns, de ladroagem, com os foros privilegiados. Alguns membros do STF, que também pertencente à quadrilha, utilizam-se das interpretações de leis para abrandar as penas impostas aos companheiros da quadrilha, nas instâncias inferiores. O próprio presidente da República invoca as imunidades do cargo para livrar-se, temporalmente, dos crimes de corrupção passiva e chefia da quadrilha e continua assaltando os cofres públicos. Nunca se viu na história do País, quantidade de ministros acusados de corrupção passiva e lavagem de  dinheiro que fazem parte do quadro dos ministérios. 

A condenação do Lula da Silva em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, no processo conhecido como "Triplex", poderá ser um dos fatores inibidores da continuidade dos delitos. A condenação do Lula da Silva deverá inibir a prática de corrupção pelos que andam "livres e soltos", ainda. 

No entanto, o povo "apenas" comemora a condenação do Lula da Silva, como se fosse o único troféu disponível nas redes sociais. Esquece o povo que a quadrilha continua agindo nos escaninhos dos poderes, utilizando-se de "foros privilegiados". Este processo de "faxina" que deu início, terá que terminar com eleições de outubro. Muitos candidatos se escondem atrás da "bandeiras" da moralidade. Muitos outros são candidatos sem ter a mínima noção do que é a máquina pública. Temos que fazer uma escolha criteriosa para não incorrer nos mesmos erros do atraso.

Está na hora de, nós das redes sociais, tentar contribuir oferecendo propostas de soluções para a grave crise econômica que o País se meteu.  Ainda bem que o Brasil oferece potencial para crescimento sustentável comparável aos países emergentes como a China. Não podemos, deixar o "bonde" da oportunidade passar sob pena de aumentar ainda mais o abismo que nos separa dos países do primeiro mundo. 

Uma hora, em breve, o Brasil sairá da posição de "lixo do mundo" para posição de "vanguarda" do desenvolvimento econômico e social. Condições para tanto, o Brasil tem. Basta a vontade e a diligência, não só dos governantes mas também do povo brasileiro para voltarmos a ocupar posição de destaque dentre países desenvolvidos. 

Brasil é um país viável !

Ossami Sakamori


2 comentários:

  1. Caríssimo, é louvável o otimismo que apresentas neste sombrio cenário ao qual fomos expostos nos quinze últimos anos; não que antes fosse um paraíso, sim, o Brasil é um país viável, aliás sempre foi.

    Mas, para alcançarmos este intento de fazermos parte das democracias vencedoras deste planeta mórbido, precisamos nos fazer entender o jogo sujo que é a política brasileira; teremos eleições e se não realizarmos a limpeza dessa latrina, evitando reeleger e principalmente eleger espertalhões bons de oratória, ficaremos presos na armadilha da suruba.

    A ALTERNÂNCIA DO PODER é um dos aprendizados necessários que urge, isso em todos os níveis; vejam que candidatos cassados, gente desqualificada e em fim de carreira, e mesmo gente saída e apoiada por facções, OUSAM SE CANDIDATAR pois levamos eleição na brincadeira e no circo.

    Toda mudança começa na nossa maneira de pensar, de quatro em quatro anos temos a oportunidade de realizarmos essa mudança, mas se carecemos de algo urgente para mudanças, mudemos nosso modo de votar.

    Votar de olho em pesquisas e enquetes que indutivas e manipuladas os são, votar em desconhecidos da sua cidade, votar em jogadores de futebol, cantores, atores, palhaços e afins, não tem funcionado.

    Observem que em campanha a maior habilidade de um candidato é nos mostrar que é de uma FACILIDADE incrível resolver nossas mazelas, se esquecem que temos 35 partidos, nenhum de direita e todos lutando para manter o status quo.

    Deus salve o Brasil, de seu eleitor ...ai sim talvez galguemos o andar de cima das conquistas financeiras e morais...

    ResponderExcluir
  2. Precisamos de um novo presidente em 2018, mas ele terá que ser limpo, honesto e trabalhador.

    Não poderá ser dos políticos enganadores, corruptos e habituado às maracutaias de Brasília.

    Assim não poderá ser do PT e dos pequenos partidos aliados politicamente a ele,do PMDB, e, nem, especialmente, do PSDB, o PT dos sociólogos.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.