Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Mônica Moura. Bonitinha, mas ordinária!


Publicidade:  Clique ~>  Brasil tem futuro ?

Bonitinha, mas ordinária! Ela se chama Mônica Moura, nascida em Feira de Santana, estado de Bahia. Segundo a imprensa, ela é a sétima mulher do marqueteiro João Santana. Ela está presa na carceragem da Polícia Federal de Curitiba, para investigação pelo envolvimento na Operação Lava Jato. Ela e seu marido João Santana teriam recebido o pagamento da campanha presidencial da Dilma com recursos sujos do Lava Jato.

Mônica Moura nega que o dinheiro depositado no exterior seja produto da campanha presidencial da Dilma. Ela nega de pés juntos que os recursos são objetos de pagamento de campanha eleitoral na Argentina e Angola, sobretudo. Mônica alega que, em breve, vai legalizar o depósito ilícito com o pagamento de multa e impostos, beneficiando-se da Lei de repatriação de ativos no exterior, sancionada pela presidente Dilma no apagar de luzes do ano passado.

Mônica sorri e até dá gargalhada pela situação que se encontra. Muitos acham que é ousadia dela, mas não é. Mônica age com segurança. Mônica mente. Mônica ataca o juiz Sérgio Moro, através de seus contatos, de conspiração. Mônica sabe que ela é inatingível. Mônica é amiga da "poderosa" presidente da República.

Mônica sabe demais! Mônica, junto com o seu marido João Santana, fez campanha eleitoral para o primeiro e segundo mandato da Dilma. Mônica privou de intimidade da Dilma, nos 5 anos do governo Dilma. Mônica sabe da intimidade entre o Palácio do Planalto com a Construtora Odebrecht, que por sinal, tem origem como ela e João Santana, no estado da Bahia. Mônica priva de intimidade da equipe que comanda a Odebrecht. Mônica, também, serviu de elemento de ligação entre Dilma e a Construtora. 

Mônica sorri ou dá gargalhada porque tem o rabo da Dilma e dos Odebrecht nas mãos. Pelo contrário, quem deve estar preocupado é a presidente Dilma. Mônica é uma grande jogadora de poker. Mônica tem certeza de que derrotou a Dilma, com o ato de prisão dela. O destino do sorriso e gargalhada é para a presidente Dilma. Para a presidente Dilma é que ela se posa sorridente, como que avise estivesse dando: "amanhã será você!".

Ossami Sakamori




13 comentários:

  1. Seriedade na política do Brasil?
    É mais fácil dinossauro Rex voar de costas...

    ResponderExcluir
  2. Muito bem colocado tio Sakamori. Vou tuitar :) kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Que assim seja. A "galera" toda no xadrez!

    ResponderExcluir
  4. Sorriso ensaiado, enganoso, querendo mostrar que está tudo bem.

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda fico com um pé atrás ainda mais com as últimas noticias dando conta que o Min da Justiça, Cardoso e o Adams serão trocados por outros mais radicais aliados do Lula. No caso do Min da Justiça, Cardoso, o PT e o Lula acham que o Cardoso age fracamente com a Polícia Federal e outro Min mais radical poderá trocar os diretores da Polícia Federal e com isso desmantelar a Lava Jato. Por isso digo que ainda é cedo para chutar a bunda do Lula. Ele ainda é forte em Brasília.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueci de colocar o link da notícia.
      segunda-feira, fevereiro 29, 2016
      FIQUEM ATENTOS: O PT ENSAIA UM GOLPE PARA MELAR A OPERAÇÃO LAVA JATO.

      http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2016/02/fiquem-atentos-o-pt-ensaia-um-golpe.html

      Excluir
    2. Esse FDP de 9 dedos tomou o Brasil e o entregou à interesses expúrios.

      Excluir
    3. Essa troca entre cardoso e o adams é o mesmo que trocar seis por meia duzia.

      Excluir
    4. Republiqueta de m...
      Dá nojo de ser brasileiro.
      P Q P

      Excluir
    5. Li o artigo do Aoísio Amorim e depois os comentários. A coisa por aqu está mesmo feia e os milicos andam a matar mosquitos comandados pelo PC do B. Puxa vida!
      PQP.

      Excluir
  6. Cerca de 220.000 militares ás ordens do PC do B que pregam abertamente a tomada do poder pela força, caso necessária, pela quantidade de militares empenhados, causa uma real preocupação. É sinal que nossas fronteiras e organizações militares estão desguarnecidas, nossos navios estão atracados ou à deriva e os nossos aviões sem tripulação.
    Estamos á deriva. Quem nos quiser ocupar militarmente, poderá fazê-lo.
    Se terroristas quiserem mostrar o seu poder, podem fazê-lo.
    Esamos sem FFAA por culpa de PC do B. Com que intenção obscura? Ou elas já são FFAA Revolucioárias?

    "Guerra ao Mosquito"

    Por:

    Rômulo Bini Pereira é General de Exército na reserva. Ex-Chefe/Estado-Maior da Defesa.

    http://www.alertatotal.net/2016/02/guerra-ao-mosquito.html

    ResponderExcluir
  7. "Assustado, Lula protocola pedido de habeas corpus para não depor pela força

    Assustado com a eventualidade de ter que depor à força (condução coercitiva) o ex-presidente Lula ajuizou pedido de habeas corpus junto ao Tribunal de Justiça de SP.

    Ele não quer depor no dia 7 para o MPE no Forum da Barra Funda.

    Há duas semanas, Lula fugiu de depoimento no mesmo local, já que seus advogados conseguiram impedir a atuação do representante do MPE, conforme decisão do CNMP, revogada depois.

    O MPE quer ouvir Lula, a mulher e Lulinha sobre o triplex e o sítio."

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2016/02/assustado-lula-protocola-pedido-de.html

    ResponderExcluir
  8. "Calote do governo Dilma pode quebrar bancos em 2018

    Luiz Cezar Fernandes fala baixo e pausadamente, embora sem timidez. Também gesticula com moderação e ri praticamente sem fazer barulho. Por isso, quem o visse atendendo a reportagem de O Financista, dificilmente imaginaria que, com aquela calma toda, o fundador do antigo Pactual e sócio de Jorge Paulo Lemann no lendário Garantia estava descrevendo um futuro horripilante para o Brasil. Até 2018, a dívida pública crescerá a uma velocidade tal que nem mesmo a inflação alta será capaz de corroê-la.

    Só restará, então, uma saída para o Palácio do Planalto: decretar o calote oficial da dívida interna – e não apenas fazer cara de paisagem para o que os economistas chamam de “default branco”, aquele em que a dívida nominal é paga, mas já não vale nada, porque foi carcomida pela inflação.

    O Financista: Em quanto tempo, o senhor acredita que a dívida pública vai estourar?

    - Fernandes: Se você capitaliza a 16% ao ano, em cinco anos, dobrou a dívida. Certamente, nós chegaremos lá por volta de 2018. Antes disso, não. Mas, ali, em 2018, antes ou depois da eleição, estaremos nesse ponto.

    CLIQUE aqui para ler toda a entrevista."

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2016/02/calote-do-governo-dilma-pode-quebrar.html

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.