Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Caminhante sou...


O tempo passa...
passa como uma fagulha a apagar.
Nada fica, apenas memória do tempo que não volta.

Caminhante sou...
caminho que não tem volta.
Não há como voltar atrás e pegar outra trilha.

Apenas volto os olhos ao passado...
passado de glorias e derrotas.
Derrotas que constroem e glorias que dignificam.

Valeu a pena o caminhar...
caminhar na praia deserta faz pensar sobre a vida.
Encontrar pedregulhos e belas ondas fazem parte.

Momentos inesquecíveis...
inesquecíveis momento de bem querer.
Pessoas que passam deixando indeléveis lembranças.

Há pedregulhos, muitas pedras...
pedras que fazem nos fortalecer as musculaturas.
Vejo sociedade vivendo como se nada fosse humana.

Não tenho mais forças como antes...
como antes contribuía para o futuro das gerações.
Estamos a construir gerações sem identidade.

Tem areias e praias lindas...
lindas paisagens faz renascer as esperanças.
Descanso e vejo quão infinito é o horizonte.

As jovens senhorinhas me alcançam...
alcançam para me entregar os momentos da vida.
Elas se vão porque há caminhos a percorrer.

Muito obrigado...
obrigado é a palavra que repito no meu caminhar.
Agradecer aos que trazem a alegria de viver.  

Há esperança no horizonte...
No horizonte vejo azul do céu e paz no coração.
A esperança pode estar na companhia que me faz a alegria do caminhar.


Dedico este verso a todos e todas que compartilham os momentos preciosos do meu caminhar. 

Ossami Sakamori











@SakaSakamori





6 comentários:

  1. Vc é 10 Saka San! HOMEM HONRADO

    ResponderExcluir
  2. Será que o sapo viu a mangueira entrando?

    ResponderExcluir
  3. Amenidades são benvindas, quando a realidade é tão terrível e cheia de maldades, sempre renovadas.
    Parabéns, sempre sensato sensei.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada! Eu acompanho o seu caminhar!

    ResponderExcluir
  5. A mulher do sapo é a perereca? Tem gente querendo enfiar o pau na perereca. No bom sentido! Ou melhor, no sentido ruim

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.