Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Oi Telecomunicações no caminho da recuperação judicial.


Após a Portugal Telecom colocar dinheiro, referente a venda de ativos em Portugal,  na Oi Telecomunicações, o russo Mikhail Fridman, gestor do fundo LetterOne, acertou negociar, em 7 meses, injetar capital de US$ 4 bilhões na Companhia para tentar viabilizar a fusão com a Tim Telecomunicações.  Esta é a informação relevante divulgada pela Oi Telecomunicações ao mercado financeiro na semana que passou. Nada foi declarado por parte da Tim Telecomunicações sobre o assunto.

Vamos lembar que a Oi Telecomunicações nasceu da fusão entre Telemar e Brasil Telecom, ambas empresas resultado da privatização da Telebras, na área de telefonia fixa. A Tim Participações, também, nasceu do desmembramento da antiga Telebras, abrangendo apenas a telefonia móvel. Hoje, o controle acionário da Oi está nas mãos do grupo La Fonte dos Jereissati e o controle da Tim está com a Telecom Itália. 

Embora o controle da Oi Telecomunicações estejam nas mãos do grupo La Fonte, da família Jereissati, a maioria das ações da Companhia pertence ao BNDESpar e aos Fundos de Pensão das estatais. A família Jereissati tem cerca de 7% das ações da Companhia, mas tem controle e ascendência absolutos sobre demais acionistas, incluído o Banco de fomento estatal e os Fundos de pensão das estatais. Nem é preciso dizer que o PT do Lula colaborou para chegar nesta situação totalmente atípica onde uma família controla a Companhia que é quase que estatal. 

Conforme comentado por este blog no início deste ano, a Oi Telecomunicações deve fazer cisão da Companhia, em telefonia fixa e telefonia móvel. A pretensa fusão entre a Oi Telecomunicações e a Tim Telecomunicações só deverá ocorrer, se ocorrer, entre a  Oi Telecomunicações, parte fixa. A parte podre a Oi Telecomunicações deve continuar operando a telefonia móvel e serviços de "call center". Não está bem claro, como vai acontecer. O fato relevante deveria detalhar como pretende fazer a fusão com a Tim Telecomunicações. 

A Oi Telecomunicações, mesmo após o aporte de capital pela Portugal Telecom, no primeiro semestre, encontra-se numa situação financeira crítica. O endividamento da Oi Telecomunicações é muito alta e a maior parte está em dólares. Além de tudo, a Oi Telecomunicações carrega muitos "esqueletos" da antiga Telebras, de quem os sucedeu os passivos ocultos, entre eles passivos referente às participações financeiras dos contratos de venda de telefonia fixa, à época da Telebras. Estes passivos montam em R$ bilhões, com processos correndo na Justiça. Uma verdadeira bomba relógio, para quem assumir a Oi Telecomunicações parte podre.

A Oi Telecomunicações não tem interesse de levantar o passivo referente aos esqueletos herdados da Telebras, porque poderá expor ao mercado a sua real situação. Feito as contas na ponta do lápis, a Oi Telecomunicações poderá estar com patrimônio líquido negativo. Em outras palavras, a Oi Telecomunicações poderá estar insolvente. Isto é o medo dos atuais controladores de fazer auditoria dos "esqueletos". 

A alerta sobre o fato narrado foi feita por este blog em 20/03/2015, com o título É previsível o processo de recuperação judicial da Oi . Resta saber se o russo é suficientemente esperto para não injetar o dinheiro bom em cima de uma empresa em dificuldade. Duvido ainda se a empresa sadia Tim Participações aceite fazer fusão com a encrencada Oi Telecomunicações, sem antes levantar a real situação da Companhia. Vamos aguardar para conferir. Como sempre, com contas só serviu e servem para engordar os patrimônios da família Carlos Jereissati e Sérgio Andrade.

Há sempre um otário para assumir o "mico". Fazer o que? Avisados estão, os acionistas minoritários das companhias citadas. Os fatos não revelados estão expostos acima. 

Ossami Sakamori



 

.






@SakaSakamori


21 comentários:

  1. Porque será que no Brasil atual, em todo caso enrolado, em toda maracutaia, o Partido dos Trabalhadores, por intermédio de Lula e/ou Dilma, ou seus asseclas, está sempre envolvido?

    Por que será, hein?

    ResponderExcluir
  2. Pepino,

    Será que só eu que bebo? Será que só eu que tou bebendo? Hein?

    Xá é Xá é

    ResponderExcluir
  3. Brasileiros e brasileiras,

    Depois de 35 anos de Banco do Brasil terei que voltar para a faculdade. Estudarei para fazer Direito o que não fiz nos anos passados. Fiz Administração, galguei vários cargos, e hoje aposentado não consigo manter o padrão de vida. Trabalhei tanto que nem tive como saber como seria a vida de aposentado do maior fundo de pensão da AL. As propagandas, as matérias nas revistas, mostravam uma ilha da fantasia que não existe. Falácia pura. Só é verdadeira para os diretores do BB que aposentam sem teto. Não contribuíram para receber 60 mil reais por mês de aposentadoria, mas recebem. Fora da lei, mas recebem e ninguém faz nada para isso ser corrigido.
    Idoso, serei o gagá no meio dos netinhos no curso de Direito.

    DEPOIS, DESAPOSENTAÇÃO - ORDEM E PROGRESSO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns,colega previano.
      Infelizmente,mais uma enganação entre milhares,disfarçadas de país da pátria educadora e a PQP.Não há nada sério nessa banânia.Como dizia a canção de Tom Jones,de há 50 anos e,sempre atual : Help Yourself. Deus cuide de todos nós,porque,por aqui,o capeta está bem servido.

      Excluir
    2. Pq não avisa o Ministério Público do Paraná? Ou entra com ação na vara (no bom sentido) do Sérgio Moro?

      Excluir
    3. Bem vindo ao clube das vítimas dos fundos de pensão das estatais.
      O partido agradece por ter ajudado a vaca do Vaccari a fazer negociatas com seu dinheiro.
      Espero que consiga se formar a tempo de pegar um petista acusado, e fazer a devesa toda errada para que ele pegue 500 anos de cadeia

      Excluir
  4. Cara
    Me desculpe, mas já se tornou meio ridículo essa história de tudo culpar o PT e o Governo Federal. Quem privatizou, ou melhor, "doou" o Sistema Telebrás foi FHC durante as negociatas da Privataria Tucana. E ainda forneceu ativos podres ao Tesouro Nacional e enfiou o BNDES desde o início nesta história com o aplauso unânime da "grande mídia " e do "deus mercado". O resto explica-se pela incompetência e pela sucessão erros dos gestores privados da cia durante todos esses anos apesar do imenso tarifaço praticado. Ok?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comunista e petista filho de uma puta, vai tomar no cu. Onda vermelha só se for na xoxota da tua mãe, filho da puta.

      Excluir
  5. Seu usuário explica a sua tentativa de distorcer os fatos. Fora daqui comunista asqueroso. O Brasil está na merda hoje por causa de gente como você. O PT é um câncer e será extirpado pelo povo brasileiro para nunca mais voltar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só uma revolução sangrenta para obter isso.Esses espertos são lisos como bagre e têm explicação até para coisas que não explicam.

      Excluir
    2. "Anônimo 3", muito democrático de sua parte o "fora daqui comunista". Quem entregou o Brasil "na merda" devendo ao FMI foi o seu ídolo FHC que recorreu três vezes aqueles abutres para sustentar suas pirotecnias durante o seu desastroso mandato. Tínhamos 38 bilhões dólares em reservas cambiais, 12% de inflação e 12% de desemprego em 2002! Hoje, apesar da imensa crise que o mundo atravessa, e não só o Brasil, temos 380 bilhões de dólares em reservas cambiais! E ninguém fala em recorrer ao FMI. Afinal, somos credores. Quanta diferença, não? #PSDBNuncaMais. Fala aí, explica aí, ô "revolucionário de teclado".... Hehehehehe!

      Excluir
    3. É meu amigo, mas faltou dizer que FHC pegou com 5500% de inflação aa.

      Excluir
    4. É meu caro, mas também faltou dizer que FHC nos legou um país com uma tremenda crise energética com racionamento de energia e um tarifaco(apagão! ). Mas não só isso! O insensível FHC nos legou também uma imensa legião de milhões de brasileiros na extrema pobreza... largados a própria sorte. E uma infraestrutura(estradas, portos, aeroportos, ferrovias, etc) em frangalhos... Bom, vou parar por aqui. Não é mesmo?

      Excluir
  6. Disse tudo Sakamori. Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. E tem mais, Saka! Acho engraçado essa lógica que atribui, exclusivamente, aos méritos privados, ou melhor, aos gestores privados, em situação de "vacas gordas". Entretanto, logo culpa o GF quando as coisas dão errado. Principalmente quando sabemos que "generosos dividendos" foram pagos anos a fio aos acionistas apesar do imenso "rombo" conhecido por todos desde o início, inclusive pelo "Deus Mercado". Que tal investigar o modelo de privatização tucano de FHC? Quem relegou ao BNDESpar e os Fundos de Pensões um papel secundário na gestao em detrimento dos "sócios privados"? Além disso, quem separou a telefonia fixa (deficitária) da telefonia móvel celular (superavitaria) acabando com o subsídio cruzado que encorava o sistema? Hein? FHC... Eu estava lá! Eu vi com esses olhos que a terra um dia a comer...

    ResponderExcluir
  8. FHC deveria estar em Marte e ainda continua xafurdando,por debaixo dos panos.Político descomprometido com o país.

    ResponderExcluir
  9. FHC,Lulalá,Tralalá...
    Todos são farinha do mesmo saco.Brasil,país de todos os tolos ou de todos os safados.

    ResponderExcluir
  10. Mikhail Fridman é um cleptocrata e mafioso temido no mundo inteiro. Ele e seu grupo industrial financeiro não se envolvem com negócios limpos, A eles interessam negociatas com os níveis mais altos dos governos. Este grupo em um periodo de 25 anos passou de zero a uma fortuna incalculável. Seguramente este dinheiro sendo injetado na Oi é para financiar a campanha eleitoral de 2016-2018. Vai ser pago com ativos na área de Petróleo (possivelmente restos da OGX ou Petrobras ou campos de pre sal). Desta vez o Lula cai pois a negociação não foi feita já esta na mira do FBI.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.