Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

SOS OBESOS. Notícia sobre o PLC 61/2015.

Senador Otto Alencar

Informo o andamento do PLC 61/2015 para os meus leitores do SOS Obesos. Depois de muitas idas e vindas, a Anvisa não vem respeitando as determinações anteriores do Congresso Nacional referente à liberação da comercialização dos medicamentos destinados aos obesos. 

O Senador Delcídio Amaral, líder do governo no Senado Federal, mediante requerimento de número 1198/2015, solicita que o PLC 61/2015 seja apreciado pela CMA, além da comissão constante do despacho inicial que é a CAS, para que, uma vez aprovada em tal comissão (CMA), a matéria vá ao plenário do Senado para votação.

O presidente da CMA, Senador Otto Alencar, PSD/BAm avocou para si, hoje, dia 6 de novembro, a relatoria do projeto no âmbito da CMA. Seria conveniente que os interessados entrassem em contato com a assessoria do Senador, para reforçar a importância do PLC 61/2015 para os obesos.

O contado com a assessoria do senador poderá ser feito nos endereços: 

E-mal:  otto.alencar@senador.leg.br
Telefone do gabinete: 61.3303.1467

Ossami Sakamori










18 comentários:

  1. Show de bola amigo Sakamori!!!
    Muito obrigada. O PT, vendo eminência da aprovação do PLC 61/15 pelo Senado, não se conteve e inventou essa Comissão de Meio Ambiente, que nada tem a ver com a questão dos inibidores. Mas Deus é mais!

    ResponderExcluir
  2. Esperamos q esse projeto #Plc61_15...seja aprovado o qto antes

    ResponderExcluir
  3. Que esse projeto #Plc61_15...seja aprovado o qto antes,duas pessoas na familia necessitadas dos medicamentos,pois já tentaram de tudo..caso urgente....

    ResponderExcluir
  4. DIante da situação sócio-político-econômica do país (sem saída e sem futuro) o jeito e comer compulsivamente tudo o que estiver na frente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comer é bão e desvia nossa atenção dessa nação.

      Excluir
  5. Não esquenta não.

    Vão distribuir pizza para todo mundo.Não dá lucro,mas é o que tem.

    ResponderExcluir
  6. Esperamos a rápida aprovação do Plc 61_15. A prescrição da medicação com acompanhamento médico é a medida mais eficaz e segura para o tratamento da obesidade. Chega de permitir a arbitrariedade da Anvisa na proibição absurda deste tratamento!

    ResponderExcluir
  7. Estou há quatro anos sem tratamento.. obesa, depressiva e com vontade de morrer.. perdi meu emprego e não saio de casa com vergonha do meu peso... devolva nossos remédios imediatamente... estou beirando ao desespero

    ResponderExcluir
  8. "CAMINHONEIROS DÃO ULTIMATO A DILMA: "NÃO QUEREMOS ACORDO. SAIA DO GOVERNO OU IREMOS PARAR O PAÍS"

    Os mesmos caminhoneiros que organizaram uma mega paralisação da categoria em fevereiro de 2015 tentam articular uma nova mobilização para a próxima segunda-feira (09).

    O grupo pede a saída da presidente Dilma e alega que o governo não cumpriu os acordos feitos com a categoria na época:

    Redução do preço do óleo diesel, o cancelamento das multas aplicadas a quem aderiu à greve, e a lei que regulamente a aposentadoria com 25 anos de trabalho.

    “As reivindicações não foram atendidas. Agora não queremos negociar, não aceitaremos acordo. Queremos a renúncia da presidente”, afirmou o organizador da manifestação, Ivar Luiz Schmidt.

    Ivar foi um dos responsáveis responsável por liderar a paralisação de fevereiro, que afetou a distribuição de combustível pelo país e fez com que o preço da gasolina chegasse a cinco reais o litro em algumas cidades."

    http://www.libertar.in/2015/11/caminhoneiros-dao-ultimato-dilma-nao.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+LibertarinSejaLivreAntesQueSejaTarde+%28LIBERTAR.in+%3A%3A+Seja+livre%2C+antes+que+seja+tarde%21%29

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os ladrões legalizados não vão ceder.
      Cadê o exército de melancias,cooptado pelos corvos?
      Cadê a brasilidade dos que nada produzem e só sabem saquear a nação?Forca para os lesa-pátrias,blindados por leis fajutas.

      Excluir
  9. "Caminhoeneiros já começaram a parar o País. Ato inicial foi em Vitória da Conquista.

    Vitória da Conquista, via WhatsApp

    Caravanas de caminhoneiros nem esperaram pelo protesto de segunda-feira e já começaram a bloquear rodovias em vários pontos do País.

    A foto ao lado é desta tarde, Vitória da Conquista, Bahia, BR-116.

    Os caminhoneiros querem parar o País e encorpar os protestos de segunda-feira diante do Congresso Nacional, engrossando o acampamento que já foi montado por manifestantes que querem o impeachment de Dilma Roussef."

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2015/11/caminhoeneiros-ja-comecaram-parar-o.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses políticos corruptos,FDP só saem na marra,como entraram.
      Com movimentos que só prejudicam a própria população,como já houve antes,nada vai mudar.Só guerra civil e guilhotina para o rato barbudo e sua gangue.

      Excluir
  10. só quem é obeso sabe como é dificil ,precisamos dos medicamentos obesidade é doença e obrigada por seu total apoio grata

    ResponderExcluir
  11. Espero que seja aprovada e não termine em pizza , como tudo nesse país.

    ResponderExcluir
  12. IMPORTANTÍSSIMO A APROVAÇÃO DA PLC 61/2015, VISTO QUE , O BRASIL ESTÁ FICANDO OBESO, ESPECIALMENTE AS CRIANÇAS E IDOSOS. ESPERO QUE SEJA APROVADA EM REGIME DE URGÊNCIA, E QUE A VAIDADE PESSOAL DOS CONGRESSISTAS/PETISTAS NÃO PREJUDICANDO, ATRAPALHE AINDA MAIS A VIDA DAQUELES QUE NECESSITAM.

    ResponderExcluir
  13. Neste país as prioridades geralmente são as que beneficiam apenas a politicagem, nós a população somos sempre jogadas as traças, estou cansada de esperar e esperar, que saia logo a aprovação para o PLC 61_15, e que liberem logo para venda, é muita burocracia sem nenhuma necessidade, é caso de saúde, e precisamos SIM DO NOSSO MEDICAMENTO, não é nada desconhecido pela medicina e sim um medicamento usado a anos que só nos traz beneficios.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.