Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Com Levy, o Brasil continua pato manco !

Crédito da imagem: Estadão

O governo deverá tomar novas medidas de ajustes fiscais segundo ministro da Fazenda Joaquim Levy. Esta é a principal pauta de principais meios de comunicação do País. 

Vamos lembrar que os problemas do País não se resume aos ajustes fiscais do governo federal. O problema do Brasil é decorrente da política econômica equivocada do governo da Dilma, no primeiro mandato. O erro começou já na posse da Dilma em 1º de janeiro de 2011, quando ela optou em dar continuidade às "medidas anticíclicas" do Lula em 2009 par enfrentar a crise financeira internacional de 2008.

Agora, tem um termo novo que a tropa de choque da Dilma vem falando insistentemente para justificar o desajuste na economia brasileira como todo, não só apenas nas contas do governo, as "medidas anticíclicas". Se o problema do País fosse apenas ajustes das contas públicas, as medidas propostas pelo Levy seria suficiente para colocar o País nos eixos. Infelizmente, não é. Os problemas do País é macroeconômico. 

Vale lembrar que o problema do Brasil está  no estouro das contas públicas, inflação em alta e baixo crescimento. Em essência a Dilma praticou o equívoco na política econômica, que agora está tratado como "medidas anticíclicas", culpando fatores externos como principal vilão do desastre do primeiro mandato. Nada disto é verdade, "medidas anticíclicas" são desculpas para encobrir a incompetência e má fé da administração da Dilma presidente. 

Os principais problemas, ditos 300 vezes por este blog, da política econômica do primeiro mandado da Dilma, foi entre eles a intervenção no câmbio para manter o real valorizado, controlar inflação via taxa de juros Selic e congelamento de tarifas públicas, entre outros. Os equívocos foram cometidos com o objetivo único de manter a "sensação de bem estar" e a "sensação do poder de compra" para manter a popularidade da Dilma presidente em alta.

No ano de 2014, o governo Dilma gastou mais do que arrecadou resultando em rombo nas contas públicas que precisou votar lei que flexibilizou a Lei da Responsabilidade Fiscal sob pena de Dilma responder pelos crimes previstos na Lei. A gastança foi feito para ganhar a eleição do outubro foi agravado pelos problemas decorrentes do equívoco na política econômica já descrito acima.

Então, vamos acabar com mais esta farsa que não é desmentida pelo ministro Joaquim Levy, de que foi necessário, no primeiro mandato da Dilma, colocar em prática as "medidas anticíclicas" para enfrentar a conjuntura externa desfavorável. As medidas foram tomadas pela incompetência da equipe econômica da Dilma presidente no primeiro mandato e com finalidade única de ganhar mais um mandato de 4 anos.

Como não tem almoço grátis, sobrou para o povo brasileiro pagar pela incompetência da Dilma presidente no primeiro mandato. Algumas medidas, fora os ajustes das contas públicas do Levy, estão sendo tomados, como reajustamento das tarifas públicas entre elas o dos combustíveis e energia elétrica. O dólar está encontrando patamar de equilíbrio, mais pelas razões externas do que pela medidas implementadas pelo Banco Central. 

A tudo isto que o Joaquim Levy trata como "convergência macroeconômica", não está sendo conduzido não está sendo conduzido por ninguém. Em tese, caberia ao Ministério de Planejamento estabelecer um plano e metas de longo prazo, estabelecendo as metas de crescimento, inflação e de câmbio. Simplesmente, Brasil não tem planejamento de longo prazo, nem de médio e curto prazo! Tudo é feito no improviso ou no "chute". Coisa de presidente arrogante e incompetente. 

Resumindo. Os ajustes fiscais não são suficientes por si só a levar o Brasil ao crescimento sustentável. É preciso definir a política macroeconômica que contemple também a política do câmbio e política de juros e que leve em conta a meta de inflação e de crescimento.  Brasil com Levy ou sem Levy, continua "pato manco". 

Ossami Sakamori



15 comentários:

  1. Me permita,caro prof.Sakamori,uma observação:
    O Brasil não é mais pato manco.Foi promovido à micro acéfalo.Virou motivo de galhofa e piada nos quatro cantos da galáxia.Existe comemoração para dia dos pais,mães,namorados,idosos,bobos etc.,mas esqueceram de homenagear os políticos brasileiros - hoje é seu dia,pois,também se comemora o dia da mentira e a característica desses parasitas é essa,além de serem hipócritas,sangue-sugas,dissimulados,não-comprometidos com o povo e outros adjetivos que não podem ser citados aqui.Parabéns pelo seu dia,excelências(merecem esse tratamento?).

    ResponderExcluir
  2. Gosto de assistir filmes feitos (filmagens reais)durante a segunda guerra mundial,especialmente,batalhas marítimas.Uma das estratégias usadas contra navios de guerra de grande porte e blindagem muito espessa era minar o leme dessas embarcações,deixando-as à deriva,esperando que sua tripulação se rendesse,minguados pela fome...Isso me lembra a situação desse país-continente que,ontem,hoje e sempre navegará sem rumo e sem destino,por falta de comprometimento de seus gerentes,que se acham donos de lojinha de R$ 1,99 sem ter qualquer planejamento (olhem o nível cultural dessa gentalha que,colocam um boneco de boa formação acadêmica,que fala bonito,mas tem as mãos atadas),sem qualquer objetivo específico.Vão esperar o povo morrer à míngua,pois é manso e não reage...

    ResponderExcluir
  3. O pessoal que se apossou(êsse é o termo correto) do poder não tem qualquer comprometimento com a nação e sim com seus interesses pessoais.Ninguém espere nada de bom deles.Eles nem precisam de ninguém para se perpetuar no poder (para isso,basta acionar as maquininhas milagrosas da Smartmatic e,num passe de mágica lá estarão eles de volta,arrotando arrogantemente:o povo me elegeu e gosta do que recebe).

    ResponderExcluir
  4. Como estamos à deriva, vamos ver qual é o monte de lixo em que vamos encalhar. Pode apostar mestre Saka, que será numa Rússia ou num governista ditador com mais posses e aí....se dane brasileiros por sua surdez e cegueira

    ResponderExcluir
  5. Como humilde analfabeto,mas patriota de verdade,tenho uma sugestão para o governo:eliminar todos os ministérios,substituindo-os por um único,novo,que se chamaria Ministério da Observação.O que faria esse Ministério?simplesmente usaria as embaixadas brasileiras,ao redor do mundo,pedindo -lhes que copiassem o que os outros países fazem e que dão certo e depois implantaria essas idéias no Brasil.A custo zero e prazo record,a rainha nos tornaria o melhor e maior reinado da Via Láctea,termo que ela gosta de usar.Alguém tem uma idéia melhor?Só tem um senão,a turma do Ali Babá vai viver do que?

    ResponderExcluir
  6. O ministro da Fazenda joaquim levy não passa mesmo de um idiota util ao serviço do PT e de dilma. Ele está absolutamente embevecido com seu novo cargo. Mais parece um pavão. Simplesmente se esqueçe que em contabilidade as contas num banco são totalmnte diferentes da Fazenda - estado. Ele que é uma pato, isso é. Se é manco, foi porque perdeu uma ferradura.

    ResponderExcluir
  7. Como é possível essa dilma vigarista estar a fazer isso ao Brasil, se aqui precisamos tanto de energia eletrica. Está importando do Uruguai e Argentina energia eletrica.Como? E nós? Patos mancos?

    "Brasil vai gastar R$ 60 milhões em usina que será doada à Bolívia

    Doação da usina Térmica Rio Madeira faz parte dos compromissos bilaterais assumidos entre Brasil e Bolívia

    Apesar de o país enfrentar uma crise energética, o governo brasileiro vai gastar R$ 60 milhões para reformar a usina térmica Rio Madeira que será doada para a Bolívia.

    A usina, que fica em Porto Velho (RO) e é capaz de fornecer energia para uma cidade de 700 mil habitantes, pertence à Eletronorte, uma das empresas do grupo Eletrobras.

    A doação da usina faz parte dos compromissos bilaterais assumidos entre Brasil e Bolívia. A conclusão do negócio agora depende apenas de um sinal verde do Ministério de Minas e Energia.

    (...)"

    http://opiniaoenoticia.com.br/brasil/brasil-vai-gastar-r-60-milhoes-em-usina-que-sera-doada-a-bolivia/

    ResponderExcluir
  8. Ministro Levy ou qualquer outro que, mesmo tendo boas intenções, não conseguiria fazer nada de bom pois quem manda é a Dilma. E ela seguirá à risca o plano do for.....(nem vou falar o nome). É só acompanharmos as notícias em sites e blogs independentes. Vejam como temos dinheiro:
    "Governo ‘esqueceu’ de investir bilhões do FGTS
    O bilionário Fundo de Infraestrutura (FI) do FGTS, que acumula R$ 35 bilhões em caixa, passou meio ano sem se reunir nem avaliar projetos de investimento que poderiam ter gerado empregos e renda. Em quinze meses, apenas um projeto foi aprovado no fundo FI: da CCR Rodovias, controlada pelas notórias Camargo Corrêa e Andrade Gutierrez, no valor de R$ 600 milhões. Os recursos do FI são privados (das contas do FGTS dos trabalhadores), mas a gestão é pública, da Caixa." http://www.diariodopoder.com.br/coluna.php
    E a Petrobrás atolada em corrupção e com os mesmos corruptos estão fazendo empréstimos com a China. Leiam:
    Petrobras vai receber US$ 3,5 bi de financiamento do banco chinês CDB
    Este é o primeiro contrato de um acordo de cooperação a ser implementado ao longo de 2015 e 2016
    Link:http://veja.abril.com.br/noticia/economia/petrobras-contrata-financiamento-de-us-35-bi-no-banco-chines-cdb
    Estamos no caminho errado porque Dilma e o PT querem intencionalmente e não porque são inexperientes como querem que acreditemos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O difícil é aprender mandarim,para podermos ser a próxima colônia chinesa.Quando estava tentando aprender russo,pensando que seríamos uma colônia russa,vou ter de aprender cultura chinesa.Por favor,Forum de São Paulo,decidam logo a língua que teremos que aprender pois o portunhol do prof.João Pedro Stédile,tiro de letra.

      Excluir
  9. Porque razão a empreiteira Odebrecht está ficando de fora na lista dos investigados do juiz moro? Porque razão o BNDES continua a emprestar bilhões de dolares a essa empreiteira quando se sabe que a Venezuela está literalmente falida, na bancarrota? Quanto vai comer a dilma? E o lula? E a puta que os pariu?

    "Em crise, Brasil financia metrô na Venezuela


    Custa US$ 1,6 bilhão (R$ 5,3 bilhões) ao contribuinte o financiamento do BNDES à empreiteira Odebrecht para construir a linha 5 do metrô de Caracas, capital venezuelana. O BNDES se alimenta do dinheiro do Tesouro Nacional, arrancado do bolso do contribuinte. A empreiteira, que é citada no escândalo de corrupção na Petrobras, foi responsável por três linhas do metrô de Caracas, além de outras obras no país."

    http://www.diariodopoder.com.br/coluna.php?i=23990224464

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses FDP teriam que ser enforcados pelados,em praça pública...

      Excluir
  10. "Pedido de cassação do PT é protocolado em Brasília

    (...)

    Comentário de Olavo de Carvalho:

    Prof. Hermes Rodrigues Nery,
    Nos seus contatos com as autoridades militares, por favor enfatize que a eleição da Sra. Dilma Rousseff NÃO FOI VÁLIDA, porque a apuração secreta infringiu o Art. 87 da Lei Eleitoral:

    Art. 87. Na apuração, será garantido aos fiscais e delegados dos partidos e coligações o direito de observar diretamente, a distância não superior a um metro da mesa, a abertura da urna, a abertura e a contagem das cédulas e o preenchimento do boletim .

    § 4º O descumprimento de qualquer das disposições deste artigo constitui crime, punível com detenção de um a três meses, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período e multa, no valor de um mil a cinco mil UFIR.

    O uso das máquinas da Smartmatic tornou IMPOSSÍVEL cumprir o Art. 87

    Dilma não tem de sofrer impeachment. Tem de ser cassada e presa.

    Dilma Rousseff NÃO É presidente do Brasil. É uma usurpadora que chegou ao cargo mediante uma eleição ILEGAL.

    Se você aceita que "a Dilma foi democraticamente eleita", você sobrepõe o jogo de aparências à LETRA CLARA E LÍMPIDA DA LEI. (LEI ELEITORAL, ART, 87.)

    NEM PRESIDENTE, NEM PRESIDENTA, NEM MESMO PRESIDANTA. IMPOSTORA, ISTO SIM.

    A APURAÇÃO SECRETA ESTÁ PARA UMA ELEIÇÃO VÁLIDA ASSIM COMO UM ESTUPRO ESTÁ PARA UM CASAMENTO.

    Quando um crítico do governo Dilma já começa dizendo que ela foi "democraticamente eleita", todo mundo entende que está diante de um caso de boiolice política aguda ou de alguém que foi discretamente propinado.

    Repito: democraticamente eleita O CARALHO. Foi colocada lá pela fraude eleitoral mais cínica de todos os tempos."

    http://www.midiasemmascara.org/artigos/direito/15735-2015-03-27-02-33-39.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo isso é pouco diante dos desmandos dessa corja de FDP.
      Tudo e todos estão blindados e bem corrompidos para garantir a perpetuação dessa espécie asquerosa.Só com homens-bombas,em pelotões escalonados nos locais certos esses FDP tomam jeito.

      Excluir
  11. Como lula defende a PTrobras.

    http://www.msn.com/pt-br/video/assistir/lula-%e2%80%98corrup%c3%a7%c3%a3o-na-petrobras-foi-de-uma-ou-duas-pessoas%e2%80%99/vi-AAajiIV?ocid=OutNBR

    ResponderExcluir
  12. Vem aí o novo gigante do petróleo.
    PETROCHINA que é o fênix chinês.
    A China vai pegar a Petrobras a preço de banana e enviar uma banana no Brasil.
    Bem feito.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.