Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Dilma arrogante e incompetente afunda o País.


Estudos feitos pela Fundação Getúlio Vargas através do Grupo de Economia da Infraestrutura & Soluções Ambientais e pelo Centro de Estudos de Direito Econômico e Social (Cedes), apontam que o PIB brasileiro pode "encolher" R$ 87 bilhões este ano, em decorrência da ladroagem na Petrobras desvendada pela Operação Lava Jato da Polícia Federal. 

O número indica, grosso modo, retração de 1,5% do PIB, em função do risco do sistema Petrobras e decorrente do cartel de empreiteiros que estão direta ou indiretamente ligado à Companhia. Somado à retração decorrente das contas do governo em torno de 1% do PIB, a retração do PIB brasileiro neste ano deverá alcançar 2,5%, confirmando a última previsão de retração da economia feita por este blog.

O estudo da Fundação Getúlio Vargas também prevê redução de impostos da União, estados e municípios em cerca de R$ 5,7 bilhões neste ano. O "encolhimento" do PIB é decorrente do risco sistema Petrobras e do risco cartel de empreiteiros e ainda trazem efeitos cascatas difíceis de serem avaliados. Com isto quero dizer que a retração de 2,5% do PIB é um número otimista. A retração poderá ser  ainda maior.

O mesmo estudo prevê que no sistema Petrobras e no sistema do cartel de empreiteiro, em decorrência da Operação Lava Jato, deverá ocorrer demissões de cerca de 1 milhão de trabalhadores, neste ano. Significa que o índice de desemprego considerando somente dos sistema Petrobras e cartel de empreiteiro destes, vai acrescer em cerca de 1%. 

O desemprego expressivo e a retração da economia em função, decorrentes da Operação Lava Jato, deverá acarretar retração e prejuízos nos demais segmentos da economia. A tudo isto, soma-se o aumento de impostos e contribuições já anunciados, que vai provocar fechamento de de inúmeras empresas. O futuro é previsivelmente negro.

Ontem mesmo, sugeri que após o movimento  #VemPraRua12Abril  fosse feito a  #GreveGeral13Abril , para demonstrar a indignação dos trabalhadores e dos empresários contra os ajustes propostos pela Dilma presidente, em função dos erros cometidos com "medidas anticíclicas" erroneamente implementadas por ela própria no primeiro mandato. 

Dilma, basta de tanta arrogância e incompetência !


Ossami Sakamori







21 comentários:

  1. Penso que podemos fazer qualquer coisa, nada impedirá o Brasil e a nós brasileiros de sermos sacrificados em nome da burrice e da falta de competência para governar. Se interessasse ao Congresso, esse governo com tantos desmandos, não existiria mais. Todo mundo fala que é um absurdo 39 Ministérios, mas ninguém age.Todos concordam com os erros mas não fazem nada para corrigí-los. Na realidade, até eu estou cansada de esta cansada com as mesmas coisas todos os dias. Realmente, é muita arrogância, não da Presidente, nossa, de acharmos que podemos com essa CORJA e no fim ficarmos com cara de palhaço esperando pala ação de uma JUSTIÇA inexistente, cega e conivente com o que lhe convem.. A ÚNICA COISA QUE ME RESTAVA ERA A ESPERANÇA, MAS PARECE QUE COMO EU,ELA ESTÁ DESISTINDO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também estou cansada e sem esperanças, Célia.
      Infelizmente não acredito que possamos nos livrar de tanto Mal apenas nos solidarizando em redes sociais.
      Sinceramente, se pudesse iria embora deste país.

      Excluir
  2. Quem ainda tem emprego tem motivos para ficar preocupado, mas quem não tem, tem muitos mais motivos para preocupação. Os otimistas com governo Dilma, poucos,aliás, esperavam que, com o tempo o PT seria capaz de incorporar no mercado de trabalho um número imenso de pessoas que, simplesmente,desistiram de procurar emprego. O governo e. principalmente porque o salário brasileiro é muito baixo, fazendo com que muitos continuem na informalidade. O principal motivo é baixo crescimento da economia, quer dizer, o nosso PIB não sobe, nossas indústrias estão indo para o vinagre. Estamos pagando mais impostos enquanto a inflação não baixa. Dilma está colocando tudo no tal ajuste fiscal, como se isso resolvesse. Agora, é só crise e mais crise a caminho...

    ResponderExcluir
  3. O ruim disso tudo é que, enquanto estamos aqui sem saber como agir, o PT está roubando e desviando milhões de reais. E como ele é o governo, está tomando iniciativas que agora e no futuro nos farão sofrer. Tínhamos que cassar o registro do PT. O PMDB, para salvar a Dilma e ele próprio, está propondo que Dilma troque de partido. O PMDB acha que se Dilma trocar de partido nós a deixarmos em paz? Ou eles acham que Dilma ficará mais inteligente? Nossa! esse pessoal tem titica de galinha na cabeça!

    ResponderExcluir
  4. A solução(para ontem ou anteontem...)é fechar o Congresso Nacional,acabar com todos os partidos políticos e começar tudo do zero.Isso é constitucional e as FAA sabem e devem fazer com toda urgência seu dever de casa.Se ficar na troca de gentilezas e interesses pessoais,via partidos políticos,o Brasil quebra,ainda neste trimestre.O maior navio do mundo (vide google),sem leme não vale nada.É somente um amontoado de ferro flutuante,sem utilidade.O Brasil está como esse navio,abandonado à própria sorte (ou azar),por falta de comprometimento patriotico de todos quantos têm obrigação de tomar atitude,têm capacidade para fazê-lo,mas não o fazem.Está tudo podre e corrompido.Com flores e passeio,regado à choro lembra velório...Nenhum político brasileiro é sério,mas profissional interessado apenas em se dar bem às custas do 200 milhões de abestalhados(me incluo aqui) que reclamam e reclamam e fica nisso mesmo...Sinal de insanidade mental é repetir rotinas que nada produzem...

    ResponderExcluir
  5. Desculpe,prof.Sakamori,mas a presidAnta é muito competente,mesmo sendo arrogante.Poucos fariam tanto em tão pouco tempo.Tem competência para detonar qualquer economia,desde que os mentores do maquiavélico plano de demolição do país se dêm bem.O curso que ela fez(presumidamente) lhe deu a teoria que,aplicada às avessas,deu o resultado esperado,não pelo povo,mas para os larápios mancamunados nessa pífia e ridícula política que,nada mais tem sido que a troca de favores e fazer cortesia com chapéu alheio.Salvo melhor juízo,isso é o supra sumo da competência.O povo tem que acordar.Não se fabrica mais corda de sisal,mas tem corda de material sintético,bem apropriada para fazer forca,ao bom e velho estilo limpa lesa-pátria e traidor da nação.

    ResponderExcluir
  6. Alguém sabe como fazer para pessoa da terceira(e pior)idade ir embora e morar em outro país?Se souber,com a devida vênia do prof.Sakamori,informe,pois será um serviço de utilidade pública para patriotas que perderam a esperança e têm vergonha do país onde nasceram e não querem morrer nele.

    ResponderExcluir
  7. Ao ler os comentários que me antecederam percebe-se claramente que os brasileiros estão completamente depressivos e sem nenhuma esperança, que o nosso país possa retornar ao seu rumo e está completamente a deriva como um barco prestes a afundar num mar revolto. O que fazer então? Desculpem minha admoestação a todos que se encontram em sua zona de conforto, porque ainda vivem assim mesmo com certa dignidade lutando desesperadamente para proteger suas famílias. Existem formas de mostrarmos nossa indignação, mas somos pacíficos por natureza e a única maneira de causarmos preocupação aos políticos, foram as manifestações de rua do dia 15 de março, que causaram surpresa até nos países de primeiro mundo. Nós podemos repetir esse evento no próximo dia 12 de abril em todas as cidades do brasil, com maior empenho e com uma quantidade muito maior de participantes, mostrando aos políticos e ao mundo inteiro, que nós somos um povo que tem dignidade e exigimos uma mudança radical de comportamento em todos os órgãos públicos, principalmente, com a renuncia ou impeachment da presidenta, que não teve competência para ocupar o cargo de pres. da república, cometendo uma série de desatinos esbanjando nossos recursos, para atender países comunistas falidos em detrimento do povo brasileiro, que continua morrendo nas portas dos hospitais e agora em desespero provocando inflação, cortando os direitos dos aposentados e aumentando todos os impostos, sufocando nossa economia, mas mantendo 39 ministérios inúteis, em troca de apoio politico. Não esmoreçam dia 12 de abril será o dia do BASTA, o Brasil não merece isso e espera que cada um cumpra seu dever de brasileiro que ama seu país.

    ResponderExcluir
  8. levy não se esqueceu dos empresários!

    "Governo impõe outra cobrança de impostos a empresas

    O governo federal restabeleceu a cobrança de PIS/Cofins sobre os ganhos financeiros das grandes e médias empresas, com exceção de bancos, 10 anos depois de os tributos terem sido zerados. A medida, regulamentada pelo Decreto 8.426, publicado na quarta-feira à noite, em edição extra do Diário Oficial da União, deve render ao governo R$ 6,48 bilhões anuais. Neste ano, o ganho será de R$ 2,7 bilhões, já que a mudança produzirá efeito a partir de agosto.

    Pelo decreto, as alíquotas incidentes sobre as receitas financeiras de pessoas jurídicas sujeitas ao regime de apuração não cumulativa voltam a ser de 0,65%, no caso das contribuições ao Programa de Integração Social e de Formação ao Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep), e de 4%, quando se tratar da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). Elas haviam sido reduzidas a zero pelo Decreto 5.422 de 9 de maio 2005.

    (...)"

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2015/04/governo-impoe-outra-cobranca-de.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+JornalistaPolibioBraga+(Jornalista+Polibio+Braga)

    ResponderExcluir
  9. "The Economist diz que Zelotes pode ser maior do que Lava Jato

    A operação que investiga um suposto esquema de fraudes fiscais de R$ 19 bilhões na Receita Federal pode "apequenar" o escândalo de corrupção na Petrobras investigado pela operação Lava Jato, afirma uma matéria publicada na última edição da revista britânica The Economist.

    As investigações da PF,MPF e RF atingem 74 empresas brasileiras, entre as quais gaúchas como RBS, Gerdau, Marcopolo, Avipal e Mundial.

    (...)"

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2015/04/the-economist-diz-que-zelotes-pode-ser.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+JornalistaPolibioBraga+(Jornalista+Polibio+Braga)

    ResponderExcluir
  10. levy é mais arrogante e incompetente que dilma. Dá acreditar que essa besta bancaria é uma fraude ainda maior que a sua dona?

    Senão, vejamos, preto no branco:

    "O Publicano

    “Eu sou a favor de cortar impostos em qualquer circunstância e por qualquer desculpa, por qualquer motivo, sempre que possível. … o grande problema não são os impostos, o grande problema é o gasto. Acredito que nosso governo é muito grande e intrusivo, que não razoável darmos cerca de 40% do nosso rendimento para o governo gastar… Como podemos reduzir o tamanho do governo? Eu acredito que há apenas um caminho, o mesmo que os pais responsáveis usam para controlar as crianças perdulárias: cortar a sua mesada. Para o governo, isso significa o corte de impostos”. Milton Friedman

    A performance de Joaquim Levy no ministério da fazenda seria capaz de envergonhar a maioria dos Scholars da Universidade de Chicago, onde o indigitado cursou a sua pós graduação em economia. Considerada um centro avançado de difusão do liberalismo econômico e, principalmente, do livre mercado, as lições econômicas ouvidas e estudadas por Levy em Chicago vão certamente no sentido diametralmente oposto ao da maioria das desastradas medidas até aqui propostas por ele.

    Quando assumiu o posto de ministro, Levy chegou a ser apelidado pela imprensa de “Joaquim Mãos de Tesoura”, pois acreditava-se que o ajuste fiscal seria feito através de cortes de despesas, e não via aumento de impostos, até porque existia quase um consenso no país de que a carga tributária tupiniquim já se encontrava muito além do razoável. Mas, contra todas as expectativas, as “mãos de tesoura” revelaram-se apenas mais uma fraude petista, e Levy, contrariando os princípios da Escola de Chicago, optou por ser “Joaquim, o Publicano”.

    O jornal O Globo publicou nesta sexta-feira uma matéria em que mostra que dois terços do ajuste fiscal proposto até agora por Levy são baseados em aumento de impostos, e somente um terço em cortes de gastos. Segundo o economista Mansueto Almeida, especialista em contas públicas, as principais medidas para aumentar tributos somam até agora R$ 31,5 bilhões, enquanto os cortes de gastos devem gerar economia de apenas R$ 19 bilhões neste ano.

    (...)"

    http://libertatum.blogspot.com.br/2015/04/o-publicano-por-joao-luiz-mauad-eu-sou.html

    ResponderExcluir
  11. Lido nas redes sociais.

    "A camisinha e o Levy

    Piada nota 100 que roda viralmente na hilária internet:

    O sujeito está relaxando na cama com a amante altamente sedutora, quando ambos ouvem os passos do marido dela... A bela e infiel mulher manda-o pegar as roupas depressa e pular pela janela. Ele ainda reluta e reclama, porque está caindo uma chuva forte.... A traidora insiste no cartão vermelho... Expulso, o craque voa para a rua. Cai no meio de uma maratona. Pragmático, aproveita e corre junto com os outros, que o olham de um jeito esquisito. Afinal, ele está pelado! Nu, com a mão no bolso...

    Um corredor, curioso e indiscreto, pergunta:

    – Você sempre corre assim, pelado?

    O amante responde, com toda firmeza:

    - Sim! É tão bom ter essa sensação de liberdade...

    Outro corredor, intrigado, pergunta:

    – Mas você sempre corre assim pelado, carregando suas roupas?

    O amante profissional não se dá por vencido:

    - Eu gosto assim. Posso me vestir no fim da corrida e pegar o carro pra ir pra casa, já arrumado.

    Um terceiro corredor, mais detalhista, insiste:

    – Mas você corre pelado, carregando suas roupas e com uma camisinha no pinto?

    O amante profissional retoma o começo do drama e explica:

    - Não... Só quando está chovendo...

    Espantada com a cara-de-pau da resposta, a própria camisinha se manifestou:

    - Você só pode estar me gozando...

    Igual ao Levy que só pensa em botar imposto na gente... "

    ResponderExcluir
  12. A dissidente do PT,deputada Marta Suplicy,tem uma frase que resume toda esta lambança em que o país se transformou e apropriada para seus habitantes : ¨Relaxa e...

    ResponderExcluir
  13. Ö que vocês esperavam da gerente da PÁTRIA ENGANADORA ?

    ResponderExcluir
  14. ...Viva a rainha da fulamba.

    ResponderExcluir
  15. "Cartaxo, homem do governo Lula na Receita Federal, é um dos alvos da Operação Zelotes

    Até janeiro deste ano, Cartaxo presidiu o Conselho do Carf.
    CLIQUE AQUI (http://veja.abril.com.br/noticia/economia/pf-indica-que-otacilio-cartaxo-participou-de-esquema-de-propina-no-carf) para ler reportagem de Veja sobre o envolvimento do homem forte dos governos Lula e Dilma no Carf.

    A primeira leva de nomes que surgiu no noticiário inclui quase que exclusivamente grandes empresas brasileiras, algumas das quais gaúchas, como Gerdau, RBS e Marcopolo, mas deixou de lado os nomes dos corruptos, no caso funcionários do Carf e da Receita, além de escritórios contratados para lobby e crimes.

    Neste sábado se sabe que o ex-secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, homem homeado pelo governo Lula para cuidar do galinheiro fiscal, é um dos alvos da Polícia Federal na Operação Zelotes, que investiga um esquema de sonegação fiscal que pode chegar a R$ 19 bilhões.

    Cartaxo foi monitorado porque seu genro, Leonardo Siade Manzan, é um dos sócios da consultoria SBS, que atuaria justamente em processos do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, o Carf; entre eles os que envolvem os cancelados das multas da Gerdau, de R$ 4 bilhões, e do banco Safra, de mais de R$ 700 milhões.

    Na casa do genro de Cartaxo foram apreendidos R$ 800 mil em dinheiro."

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2015/04/cartaxo-homem-do-governo-lula-na.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+JornalistaPolibioBraga+(Jornalista+Polibio+Braga)

    ResponderExcluir
  16. E precisa de saquear os cofres do BNDES?

    "Dona da Friboi fecha 2014 com receita de R$ 120 bilhões e desbanca a Vale

    A companhia se tornou a maior empresa privada não financeira de capital aberto do Brasil, passando a mineradora

    A JBS, maior produtora global de carnes, encerrou 2014 com receita líquida de 120 bilhões de reais, passando a ser a maior empresa privada não financeira de capital aberto do país. A dona da Friboi desbancou a Vale, que ocupou o posto pelos últimos dez anos.

    A dívida líquida consolidada da JBS caiu 2,6% no quarto trimestre de 2014 e encerrou o ano passado em 25,168 bilhões de reais. Em relatório divulgado na quarta-feira, a companhia creditou a redução na dívida à melhora do desempenho operacional da companhia nos últimos 12 meses, bem como pela geração de caixa no período.

    Ao fim do ano passado, o índice de alavancagem, medido pela relação entre a dívida líquida e o Ebitda (indicador de geração de caixa) caiu para 2,1 vezes. Ao fim do terceiro trimestre de 2014, o índice estava em 2,54 vezes, enquanto em dezembro de 2013 era de 3,7 vezes.

    (...)"

    http://veja.abril.com.br/noticia/economia/dona-da-friboi-fecha-2014-com-receita-de-r-120-bilhoes-e-desbanca-a-vale

    ResponderExcluir
  17. "Documentos implicam Dilma no petrolão, Erenice no Carf e Lula no BNDES

    Neste feriado de Páscoa, três revistas diferentes trouxeram três escândalos, envolvendo personagens da alta cúpula petista. O colunista Felipe Moura Brasil, da revista Veja, reúne os três escândalos da Semana Santa e pergunta: "Que país é esse?". Segundo o colunista, o contrato assinado por Dilma com o Estaleiro Rio Grande, ainda que na condição de testemunha, torna mais difícil a defesa na base do "eu não sabia". Após expor os três casos, Felipe Moura Brasil conclui que "não resta dúvida de que o Foro [de São Paulo] e seus efeitos saíram muito caros ao Brasil".


    Leia abaixo o texto completo:

    Que país é esse?
    Que Semana Santa é essa?
    Documentos obtidos por IstoÉ, VEJA e Época mostram, respectivamente, a assinatura de Dilma Rousseff no Petrolão; a atuação de sua amiga e assessora Erenice Guerra em parceria com um dos chefes da quadrilha do Carf; e as irregularidades de uma operação do BNDES arranjada na Venezuela por Lula, o lobista da Odebrecht com a turma do Foro de São Paulo.
    Vamos por partes:

    1) Dilma no Petrolão
    Dilma Rousseff, então ministra-chefe da Casa Civil e presidente do Conselho de Administração da Petrobras, assinou em 17 de agosto de 2006 o contrato de implementação do Estaleiro Rio Grande – o mesmo por onde escoaram propinas de 100 milhões de reais para os cofres do PT e de aliados a partir de 2010, segundo a Operação Lava Jato.
    Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras hoje preso, também assinou o documento apresentado à IstoÉ por um ex-funcionário da estatal, segundo o qual o contrato é fruto de uma “licitação fraudulenta, direcionada pela cúpula do PT para favorecer a WTorre Engenharia”.
    Após a assinatura, segundo ele, servidores da Petrobras “foram pressionados a aprovar uma sucessão de aditivos irregulares e a endossarem prestações de contas sem nenhuma comprovação ou visivelmente superfaturadas”.

    (...)

    2) Erenice na Receita
    Erenice Guerra, quando ainda era a principal assessora de Dilma Rousseff na Casa Civil, indicou para o conselho do Carf o mesmo advogado José Ricardo que atuaria com junto com ela em favor de uma empresa multada pelo próprio Carf.
    O prêmio de Erenice para aliviar o débito de 705,5 milhões de reais da Huawei, resultante de cobranças efetuadas pela Receita Federal, era de 1,5% do valor que a empresa deixaria de recolher aos cofres públicos. Ou seja: 10 milhões de reais, caso a cobrança fosse integralmente anulada, conforme revelou VEJA com base nos documentos apreendidos pela Operação Zelotes.

    (...)

    3) Lula no lobby
    Lula era o principal lobista da Odebrecht na Venezuela.
    Em junho de 2011, esteve em Caracas “oficialmente” para dar palestras como contratado da empresa, mas Época descobriu que a agenda era outra: “cobrar o pagamento de parte dos empréstimos concedidos pelo BNDES ao governo venezuelano e tratar da expansão das obras da empreiteira no país”.
    Para encontrar o companheiro Hugo Chávez, Lula viajou acompanhado de Alexandrino Alencar, o lobista da Odebrecht responsável pelos pagamentos de propina no exterior, de acordo com os depoimentos do doleiro Alberto Youssef e de seu operador.
    Dois anos antes, Lula e Chávez haviam negociado, no hotel Pestana, em Salvador, um empréstimo de 747 milhões de dólares do BNDES para financiar o metrô de Caracas, com obras tocadas pela Odebrecht.

    (...)"

    http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/2015/04/documentos-implicam-dilma-no-petrolao.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+IlluminatiAEliteMaldita+(ILLUMINATI:+A+ELITE+MALDITA)

    ResponderExcluir
  18. Realmente,temos o governo que merecemos...
    Todo mundo sabe e todo mundo vê,mas ninguém toma uma atitude.O que é preciso para enforcar,pelados,em praça pública,essa camarilha que se diz dona do Brasil e faz dele a casa da Mãe Joana?

    ResponderExcluir
  19. stédile, na semana passada percorreu diversos países da América do Sul, em pregação a favor de dilma que, segundo sua perspectiva, um movimento subversivo-terrorista, estaria ameaçar de ser derrubada do poder por um golpe.

    Esse mesmo stédile convenientemente se esqueceu do Acordo Político assinado com o Governo Bolivariano da Venezuela, de caráter militar altamente belicoso na consecução de seus malfadados objetivos para ser implatado no nosso território nacional.

    Não há ninguem, nenhum serviço de Inteligência que mate esse fiho da puta antes que provoque uma sangrenta guerra civil?

    ResponderExcluir
  20. Corajoso colega das 21:05,infelizmente,somos um povinho de merda mesmo...
    O Brasil acabou,faliu,ninguém viu e vamos todos para PQP...
    Nosso exército (glorioso,quando e onde?)é melancia de feira,pois foi vendido aos vermelhos.Prova disso é que não prende e mata o tal FDP citado e que,acintosamente desafia o exército de Caxias(não seria se caixas?) que não se move,nem reage.Se nós não temos armas,o que podemos fazer?Quem tem armas e legitimibidade para usá-las não o faz,achando que tudo está certo,lindo,maravilhoso e acabou.Quem puder e for brasileiro,saia do país,enquanto pode.Quem não pode tem que se identificar,como nós para expor nossa indignação,como se crime fosse.
    João Trindade.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.