Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 14 de abril de 2015

O País inteiro grita: Fora Dilma !


O resultado abaixo do esperado no movimento das ruas de antes de ontem, domingo, dia 12 de abril, ao contrário do que o Palácio do Planalto quer fazer parecer, a maior perdedora das manifestações foi a própria presidente Dilma. 

O fato de movimento de domingo ser menor do que do dia 15 de março, não enfraquece a força popular dos movimentos de ruas. A população parece ter encontrado convergência nas revindicações. O que mais se viu foi sem dúvida, cartazes com dizeres: "Fora Dilma", "impeachment" e #Fora  Dilma e PT".

A situação política da Dilma está cada vez mais fraca, sem o apoio popular e político, quase como clima de fim de feira. Dos partidos de base de apoio da Dilma, restaram somente o próprio PT e os partidos de esquerda como o PC do B para continuar apoiando até debaixo d'água. Ninguém percebeu, mas o PSB, o espólio do Eduardo Campos, está bandeando-se para o lado da Dilma.  Os partidos como PMDB, PSDB e DEM estão contra Dilma e estão impondo severas derrotas no Congresso Nacional. 

O Congresso Nacional, aproveitando do vácuo do poder, está impondo a agenda política à presidente Dilma. O recém nomeado Michel Temer, não consegue reunir ao seu redor nem os parlamentares do próprio PMDB, imagine então ser articulador político da presidente Dilma no Congresso Nacional. Com nomeação do Michel Temer, Dilma perdeu de vez o apoio do Congresso Nacional. 

O quadro econômico tende a piorar nos próximos meses, devido aos ajustes fiscais proposto pelo ministro Joaquim Levy. O problema do País, não é somente os ajustes fiscais. Sem dúvida que ela é um ponto fundamental para formulação do plano de desenvolvimento sustentável, mas não é suficiente. O Joaquim Levy funciona como um bom tesoureiro, mas ele não tem envergadura para propor Plano Econômico sustentável para o País.

O Brasil que nós queremos terá que conquistar todos indicadores de desenvolvimento a passos largos, porque há um enorme "gap", um vácuo, um abismo que separa o Brasil dos países desenvolvidos como Estados Unidos da América, Canadá, Inglaterra, Alemanha, Japão e do minúsculo cidade nação, o Singapura. O Brasil precisa crescer no mesmo ritmo da China e Índia se quiser continuar como protagonista do mundo global. 

O Brasil não pode dar o luxo de esperar mais 4 anos para promover mudanças importantes para voltar a ser protagonista do mundo. Que o Congresso Nacional force o impeachment ou a renúncia da Dilma, para que o Brasil encontre a verdadeira vocação de ser um dos líderes do mundo global.

Ossami Sakamori
@SakaSakamori


10 comentários:

  1. Pois é, Sr Sakamori. Até o Aécio Neves já se inclina na ideia do impeachment. O difícil será convencer o Eduardo Cunha(Presidente do Congresso Nacional) que falou novamente que arquivará todos os pedidos de impeachment da Dilma que chegar as suas mãos. E olhem que já tem mais de 20 pedidos, incluindo o do Dep Jair Bolsonaro. Eduardo Cunha referia-se a pauta dos líderes dos movimentos anti Dilma que irão a Brasília reunir com políticos afeitos a causa deles(e nossa) e que, entre outros assuntos, estará o pedido de impeachment da Dilma. E, mesmo que Eduardo Cunha aceite, dificilmente 2/3 da casa aceitaria aderir ao processo do impeachment. O jeito é esperar alguma novidade da "lava jato" que respingue na Dilma e, acho que mais cedo ou mais tarde isso ocorrerá. E se acontecer, ou Dilma renuncia ou o Impeachment a pega ou ela e o PT colocarão os bate-paus deles nas ruas e enfrentaremos então uma guerra civil.

    ResponderExcluir
  2. Não acredito que a vaca bulgara bandone o seu curral. Só se como o comentador Daniel Camilo diz e bem:

    "O jeito é esperar alguma novidade da "lava jato" que respingue na Dilma e, acho que mais cedo ou mais tarde isso ocorrerá. E se acontecer, ou Dilma renuncia ou o Impeachment a pega ou ela e o PT colocarão os bate-paus deles nas ruas e enfrentaremos então uma guerra civil."

    A bem jamais sairá! Á porrada, os generais vão todos defendê-la para receberm nos ombros mais uma estrela vermelha ou subirem ao posto de marechal. Como não temos nenhum, é mais fácil bater no povo desarmado do que defenderem uma fronteira indefensável, pois munições não há e a fronteira é muito longaaaa...!

    ResponderExcluir
  3. A terrorista Dilma não está perdendo nada e mais, está ganhando tempo; ela e seus comparsas comunistas. É óbvio que slogans, "pedidos" (?!) "Fora Dilma", "Impeachment" e #Fora Dilma e PT" não mobilizaram até agora nem mobilizarão - nem Congresso nem as altas instâncias judiciais de Brasília em favor do povo porque, como é de conhecimento público, os Poderes Civis do Estado já se venderam há anos e continuam se vendendo ao vivo e a cores, em plena luz do dia - em rede Nacional, na cara de toda a população.

    As "severas derrotas impostas" pelos partidos PMDB, PSDB e DEM nada mais são que demonstrações de força para garantir maiores quinhões na barganha, na partilha do bem público, a grana dos brasileiros. É um jogo de chantagens onde não há mais política, o que está contecendo é grande negociação entre ladrões e quadrilheiros disputando seus "pontos de tráfico".

    "Que o Congresso Nacional force o impeachment ou a renúncia da Dilma, para que o Brasil encontre a verdadeira vocação de ser um dos líderes do mundo global". (?)

    Sr Sakamori, o senhor continua pedindo. Vai implorar? É o que os brasileiros devem fazer, implorar? De joelhos talvez? Pedir misericórdia aos comunistas? Talvez chorar um pouco esperando que políticos enxuguem suas lágrimas de desespero?

    Não existe Congresso Nacional. O que existe é uma associação de gangs de bandidos apátridas, sem-Nação e sem-Noção que trabalham somente em prol do Benefício e impunidade pessoal.

    ResponderExcluir
  4. A senhora Lygia resumiu a situação do Brasil,que é gravíssima.Os comunistas estão,como ratos que são,roendo o país,pelas beiradas,aos milhares.Entraram na enganação,como é seu costume,via SMARTMATIC,usada pelo Lisoinácio Lularápio,para garantir a permanência do PT, AD INFINITUM,pagando peso de ouro,com o dinheiro desviado da população.Entraram na marra e só sairão na marra,infelizmente.O que significa isso?Sem confronto material,com muitas mortes e derramamento de sangue,a maldição não sai do Brasil.Se o povo selevantar,mesmo morrendo aos milhares,estou convicto de que as nações sérias do mundo livre,virão em socorro dos poucos patriotas,prontos a dar sua vida pelo país moribundo que temos.Não há outra forma de resolver esse impasse.É independência,ou morte,já.
    SELVA!

    ResponderExcluir
  5. Até lula tem medo do seu radicalismo defendendo o MST.

    "Maioria democrata do Senado aprovará o bolivariano Fachin, o nome do PT e do MST para o STF ?

    A presidente Dilma Rousseff escolheu o jurista paranaense Luiz Edson Fachin para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) na vaga do ex-ministro Joaquim Barbosa.

    Fachin sempre foi ligado ao PT, fez campanha para Lula e para Dilma e sua indicação é uma tentativa de Dilma se reaproximar dos movimentos sociais, já que ele é ligado ao MST.

    (...)

    Ele é também um amigão do MST. Desde a vaga aberta com a aposentadoria de Eros Grau, em agosto de 2010, ele frequenta as listas. Lula desistiu de indicá-lo depois de uma conversa em que o advogado fez uma defesa tão entusiasmada do movimento liderado por Stedile que até ele se assustou. Deu o seguinte diagnóstico: “É basista demais!”."

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2015/04/maioria-democrata-do-senado-aprovara-o.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+JornalistaPolibioBraga+(Jornalista+Polibio+Braga)

    ResponderExcluir
  6. Sendo o político brasileiro,porco por formação e criação(alguém conhece algum honesto,isento de malandragem,pilantragem e outros adjetivos quetais?) não esperem nada diferente do que acertos,arranjos,trocas de favores e outras artimanhas que redundam numa única coisa:ENRIQUECIMENTO RÁPIDO E ILÍCITO.
    IPSO FACTO,desistam de querer comover essa camarilha e tentar convencê-los de usar o bom-senso e patriotismo que nunca tiveram nem vão ter.Fulambagem é o neologismo adequado para essa camarilha.Os ratos não vão largar o queijo,nem os cães do demônio largarão o osso.Quem sabe,daqui a 5.000 anos os militares cercarão a Pilha de Gato(não é a EVEREADY),deporão os lesa-pátria,enforcarão os cabeças,fecharão o congresso(com inicial minúscula,mesmo),acabarão com TODOS OS PARTIDOS POLÍTICOS e farão um PLEBISCITO.Isso é um sonho,mas,como o brasileiro vive de sonhos,sssssssssssssssssssssssonhar é preciso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberto Caiado: “Principal patrocinador do Foro de SP é o Estado brasileiro, através de BNDES, Banco do Brasil e Petrobras”

      Caiado Forum ForoRonaldo Caiado (DEM-GO) falou do Foro de São Paulo no 28º Fórum da Liberdade, em Porto Alegre, na segunda-feira; acusou o PT de usar o Estado brasileiro para financiar campanhas de aliados ideológicos no continente americano; e afirmou que, se tivesse qualquer formação republicana, Dilma já teria renunciado.

      O senador relatou nas redes sociais, nesta terça, como foi o seu pronunciamento.

      “Abri meu discurso no 28º Fórum da Liberdade, em Porto Alegre, falando sobre o tão comentado Foro de São Paulo para uma plateia de jovens identificados com os princípios liberais.

      Fui bastante claro em admitir que esse movimento de partidos de esquerda da América Latina, como alerta Olavo de Carvalho, já fez 15 presidentes na região entre a ‘companheirada’. E nós fizemos quantos? Qual o motivo?

      Falar para convertidos é fácil, difícil é falar para os que estão no breu, alimentados por dogmas e preconceitos.

      É preciso entrar no combate com argumentos.

      Alertar que o principal patrocinador dessa organização é o Estado brasileiro, usado através do BNDES, do Banco do Brasil, da Petrobras e de toda a estrutura de governo para desestabilizar nações e colocar ali o ‘companheiro’ da vez.

      A finalidade não é o progresso, ou a tal justiça social, eles têm como fim a simples perpetuação no poder dos partidos sócios de Lula e de Fidel.

      Agora é o momento em que precisamos entender em que jogo e em que regras estamos jogando. E isso está começando a acontecer no Brasil com as manifestações.

      Já está claro para a sociedade que eles trabalham fomentando a discórdia, a polarização, o enfrentamento entre classes e segmentos. Que a intenção é continuar dilapidando a estrutura de governo, solapando os alicerces dos países e institucionalizando a corrupção.

      O momento é agora porque um governo sem nenhuma credibilidade tem gerado ameaças sérias de desobediência civil por parte da população.

      E essa é uma luta que pretendo levar ao Congresso com o intuito de manter a sustentação da democracia brasileira.

      Não vamos deixar ruir nossas instituições. O Brasil é maior do que qualquer organização, partido ou militância ideológica que tenha se impregnado na nossa política.”

      No discurso, Caiado ainda havia dito:

      “Se tivesse qualquer formação republicana, Dilma já teria renunciado. Ela já teria entendido que com 13% de aprovação da população não existe como governar em um regime presidencialista. Perdeu-se a credibilidade e esse é um caminho sem volta.”

      * Mais informações: Conheça o Foro de São Paulo, o maior inimigo do Brasil

      Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

      Excluir
  7. "Delegado da PF diz que Janot fez a lista de políticos sem ouvir a Polícia Federal. Foram escolhas arbitrárias

    A denúncia de que a PGR escolheu sozinha a lista de políticos do Lava Jato e incluiu os nomes sem base nos pedidos da PF, comprova as denúncias de que Janot fez tudo combinado com o governo.

    (...)"

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2015/04/delegado-da-pf-diz-que-janot-fez-lista.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+JornalistaPolibioBraga+(Jornalista+Polibio+Braga)

    ResponderExcluir
  8. "Eis o fato determinado que fundamenta pedido de impeachment contra Dilma Roussef

    O procurador junto ao Tribunal de Contas da União, Júlio Marcelo de Oliveira, requereu ao TCU que tome para si a investigação do escândalo da empresa holandesa SBM, que doou ilegalmente 300 mil dólares à campanha de Dilma Roussef e, segundo o inglês Jonathan David Taylor, ganhou como compensação um contrato de 3,5 bilhões de dólares com a Petrobras -- tudo indevidamente escondido pela Controladoria-Geral da União até depois da eleição.

    O procurador pede, inclusive, que o TCU mande um emissário a Londres, para ouvir Jonathan David Taylor, ou que faça o ex-executivo da SBM vir ao Brasil.

    Leia o trecho final da representação de Júlio Marcelo de Oliveira:

    (,,,)"

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2015/04/eis-o-fato-determinado-que-fundamenta.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+JornalistaPolibioBraga+(Jornalista+Polibio+Braga)

    ResponderExcluir
  9. A presidAnta é blindada e uma peça,usada como inocente útil pelo Lisoinácio para manter o poder do PT pelos séculos futuros,à custa da ignorância e dinheiro do povo brasileiro.Ela não caírá...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.