Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

SUPERÁVIT PRIMÁRIO, PALAVRÃO

O Superávit Primário dito pelo Mantega parece ser uma coisa positiva, um feito excepcional da equipe econômica. 

Disse Mantega: nós estamos vamos fazer cortes de R$50 bilhões no Orçamento para gerar Superávit Primário de R$140 bilhões, em 2012! 

Dá-se impressão de que o governo Dilma está fazendo esforço no sentido de economizar os R$140 bilhões, para algo positivo. 

Primeiro de tudo, o tão festejado Superávit Primário já estava previsto no LDO, Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2012, exatamente o valor que governo Dilma anunciou neste  início do ano. O número já estava previsto no LDO preparado em junho de 2011. 


Para entender para onde vai o dinheiro do superávit primário, vamos entender um pouco a Dívida pública federal.  O número divulgado da dívida pública federal líquida é, grosso modo, R$1,8 trilhões.  Não é divulgado pelo BC, o número correto de dívida pública bruta federal. É importante saber, porque os juros inside sobre a dívida pública federal bruta. 

Considerado o montante estimado de dívida bruta de R$2,2 trilhões e dívida líquida de R$1,8 bilhões, chega-se a conclusão que dispenderemos em pagamento de juros aproximadamente de R$186 bilhões, se considerar taxa média de juros SELIC em 10%aa, no ano de 2012.

Logicamente, que tem diversos outros fatores, que somam ao dispêndio no pagamento de juros.  Um dos fatores, que onera ainda mais o número apresentado é a manutenção da Reserva cambial altíssima, aplicada a juros irrisórios de 0,5%aa em títulos do governo americano, enquanto o governo paga no mercado interno juros SELIC de 10%aa. 

Somado tudo, deve dar um dispêndio para pagamento de juros num montante de R$240 bilhões, grosso modo.


Agora que vem o X da questão. Com que dinheiro, o governo paga esses juros absurdos de R$240 bilhões? 

Então, aqui é que entra o Superávit Primário de R$140 bilhões! Tudo bem, então o Superávit Primário é dinheiro que contribuinte faz sacrifício para pagar juros SELIC? 

Bingo!!! Uai! Por isso que eu disse no títulos que o Superávit Primário é palavrão! Estou certo ou não estou certo?


Pessoas atentas devem estar estranhando.  Mas a conta não fecha.  Devemos de juros R$240 bilhões, mas geramos Superávit Primário de R$140 bilhões, então, fica saldo de R$100 bilhões! 

O contribuinte fez tanto sacrifício, cortando gastos em saúde, na segurança pública, na infraestrutura e ainda fica uma enormidade de saldo.  O que fazer com o saldo?  


Então, imagine o governo que, por mais que economize não consegue pagar sequer juros integrais? O que faz o governo? O total de juros a pagar é de R$240 bilhões, se você só tem R$140 bilhões, então, a diferença de R$100 bilhões, manda acrescentar no principal, ora bolas! 

Simples, você fica devendo mais do que antes, apesar de ter feito sacrifício enorme para pagar os juros. 



Por falta de transparência nas informações, os números apresentados aqui, podem conter pequenos erros, porém, se houver será favorável ao governo Dilma


Por isso #EuSouDaResidance (com a) e #QueroBrasilMelhor


Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, cidadão comum.
Atende pelo Twitter: @sakamori10 

Um comentário:

  1. O GOVERNO DA DILMA É CAMPEÃO EM FALTA DE TRANSPARÊNCIA , E SEUS SUBORDINADOS SEGUEM A RISCA A ORDEM DA CHEFE.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.