Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Temer está em "desespero total!"

Crédito da imagem: Estadão

Presidente Temer está atrapalhado no caso de Decreto presidencial dos portos que, supostamente, teria beneficiado a empresa Rodrimar, operadora do Porto de Santos. O caso está sendo investigado pela Procuradoria Geral da República e Polícia Federal. A Polícia Federal ganhou mais 60 dias para concluir a investigação. Isto tem tirado o sono do presidente Michel Temer. 

O caso ganhou notoriedade com a declaração infeliz do Delegado Geral da Polícia Federal Fernando Segóvia de que o inquérito em curso tenderia para o arquivamento. O caso não seria notícia da imprensa se o presidente Temer tivesse obedecido a liturgia do cargo. É exatamente isto que o Michel Temer não tem feito, ultimamente. Há cerca de um mês, atendeu o Fernando Segóvia no Palácio do Jaburu, residência oficial, "fora da agenda", tal qual aconteceu com a polêmica reunião "fora da agenda" com o dono da JBS Joesley Batista. 

Em linhas gerais, o Decreto dos portos como é conhecido, estendeu o prazo de "concessão" para os operadores de portos, que era de 25 anos para 35 anos, renováveis por mais 35 anos. De princípio, a renovação da concessão, que venceria nos próximos anos, teria que submeter às novas licitações. O Decreto dos portos assinado pelo presidente Temer deu prazo extra de 10 anos mais 35 de renovação, o que na prática "estica" o prazo da concessão em mais 45 anos. Isto tudo, feito sem que os cofres públicos tenha recebido "um tostão" sequer da Rodrimar e de outras concessionárias pela extensão da concessão. 

Com tantos "benesses" concedidas ao operador de porto Rodrimar, a Procuradoria Geral da República mandou instaurar investigações para apurar um eventual recebimento de vantagens ilícitas pelo presidente Michel Temer. O caso ganhou notoriedade por conta da "mala de R$ 500 mil" recebido e devolvido pelo ex-secretário do presidente Temer Rodrigo Rocha Loures. Não se sabe se a "mala" teria sido de pagamento de propina sobre fornecimento de gás por preços favorecidos pela Petrobras à Termoelétrica do grupo JBS ou sobre o caso Rodrimar.  

Para desviar atenção do caso "Rodrimar", o presidente Temer teria decretado a intervenção federal na segurança pública do estado de Rio de Janeiro. E tenta ainda o presidente Temer, criar "na marra" o Ministério de Segurança Pública, para nomear mais um "elemento" da quadrilha. Devido à urgência, a do Michel Temer, o novo ministério não terá estrutura de Ministério, mas apenas o seu titular terá o "status" de ministro numa clássica manobra feita anteriormente com o Moreira Franco para livrar algum membro da quadrilha da justiça comum. Nos próximos dias saberemos qual é a verdadeira razão para criação do Ministério Extraordinário da Segurança Pública.

O presidente Temer, segundo a grande imprensa, com a intervenção na secretaria de segurança do estado de Rio de Janeiro e criação do Ministério Extraordinário de Segurança Pública, tenta recuperar a popularidade e "tentar" a reeleição no próximo dia 7 de outubro. Sem um cargo público, o caso Rodrimar e outras duas denúncias arquivadas do Michel Temer começariam a correr na justiça de primeira instância à partir de 1º de janeiro de 2019. É isto, a origem da tanta lambança do presidente da República nos últimos dias para tentar garantir o "foro privilegiado" para si próprio. 

Enquanto isto, o mercado financeiro já assimilou a não aprovação da reforma previdenciária. Como diz o jargão do mercado financeiro, a não aprovação da reforma da previdência já esta "precificada" (sic). O mercado financeiro aposta num novo governo à partir de 2019. Para o mercado financeiro, qualquer novo presidente da República será melhor que o Michel Temer. 

Temer está em "desespero total!".

Ossami Sakamori


3 comentários:

  1. Quando vamos sair das mãos dessa quadrilha de bandidos que governa o Brasil ? Parece que em nenhum Poder existe ORDEM e PROGRESSO ? A nossa Bandeira agora é a do PCC mesmo ? Esse Presidente deveria ter sido cassado junto com a Bandidona, pois foi eleito junto com ela. O que dá para perceber é que dentro do BRASIL O CRIME ESTÁ MELHOR ORGANIZADO QUE QUALQUER PODER DE MENTIRA. O que governa o Brasil é o Crime da Ditadura Vermelha, organizada pelo FHC e demais vândalos.

    ResponderExcluir
  2. Quando vamos sair das mãos dessa quadrilha de bandidos que governa o Brasil ? Parece que em nenhum Poder existe ORDEM e PROGRESSO ? A nossa Bandeira agora é a do PCC mesmo ? Esse Presidente deveria ter sido cassado junto com a Bandidona, pois foi eleito junto com ela. O que dá para perceber é que dentro do BRASIL O CRIME ESTÁ MELHOR ORGANIZADO QUE QUALQUER PODER DE MENTIRA. O que governa o Brasil é o Crime da Ditadura Vermelha, organizada pelo FHC e demais vândalos.

    ResponderExcluir
  3. Este canalha esta afundado em falcatruas tanto quanto Luka e Dilma. Alias, Alkmin,Serra, Marina, Aecio ..... alguem se habilita ?

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.