Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 9 de julho de 2016

Pare de falar asneira, presidente Temer!

Crédito da imagem: Estadão

No encontro da Confederação Nacional da Indústria realizado ontem, o presidente Michel Temer afirmou, dentre as suas falas, de que a crise econômica brasileira tem efeito psicológico. Eu próprio assisti o pronunciamento e achei muito infeliz na sua colocação. A depressão que encontra o País não é psicológico nem tão pouco a inércia do empresariado em apostar no investimento produtivo tem origem tem origem subjetivo. O Brasil está em pior crise econômica desde 1929. Eis, a realidade!

O País saiu do quadro de estabilidade da economia de 2014. Registrou recessão de 3,8% no PIB no ano passado e a expectativa do quadro da economia deste ano é retração acima de 3,5%. Até este momento, o governo Temer, não fez nada além de admitir o rombo do Orçamento Fiscal primário para 2016 em 170,5 bilhões, herdado do governo Dilma e encaminhar ao Congresso Nacional o PEC de limitação dos gastos públicos para os próximos anos. 

No início desta semana, o ministro da Fazenda anunciou o Orçamento Fiscal primário do próximo ano, já contando com o PEC do teto dos gastos, com previsão de déficit primário de R$ 139 bilhões, abaixo do R$ 194 bilhões permitido pelo mesmo PEC. No entanto, a diferença de R$ 55 bilhões não é baseado em corte de gastos, mas sim em aumento de receitas, entre elas o aumento de impostos e ajustes na previdência social. Desta forma, o custo do ajuste fiscal não é pela própria carne, mas, transferido para o contribuinte.

Na prática, o governo Temer até o momento não fez nenhum ajuste na máquina pública, senão anunciar o corte de 5.000 cargos comissionados, até o final deste ano. A redução do número de ministérios, na prática, diz respeito apenas à reforma administrativa do que pelo lado de corte de gastos. No mais, as reformas estruturantes em discussão, que deverá ser discutido no Congresso Nacional, após o impeachment da Dilma e que irá produzir resultado financeiro, apenas, ao longo de décadas. 

Nada mudou no cenário econômico, senão para pior. Senão, vejamos: a) previsão de inflação para fechamento do ano é de 7,2%, acima da meta de 4,5%; b) previsão da retração do PIB acima para 2017 é de 3,5%; c) dólar baixo (real valorizado) nos níveis ligeiramente acima de R$ 3,20, inibindo o setor primário e manufaturados; d) número de desempregados apontando para acima de 13 milhões até o final do ano; e) número espantoso de inadimplentes da população, ultrapassando 60 milhões ou 40% da população adulta; f) taxa básica de juros Selic atualmente em 14,25% e esperando terminar em 13% no final do ano, embutindo taxa real de 5% ao ano, a mais alta do mundo; g) dívida pública federal bruta aumentando espantosamente, com previsão de alcançar R$ 4,4 trilhões no final deste ano para previsão do PIB de 6,1 trilhões. 

Dá para ser otimista desse jeito, presidente Temer?

Ainda assim, o presidente Michel Temer, diz que a falta de decisão de investimentos do setor produtivo vem do fator psicológico. Receio que o presidente da República não esteja sendo orientado adequadamente pelo Henrique Meirelles para pronunciar uma asneira tão grande. Espero que, o presidente Temer não seja apenas ventríloquo da equipe econômica, assim como fora a antecessora Dilma. 

Recomendo, presidente Temer, que leve em consideração também as opiniões do ministro chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. 

Ossami Sakamori











6 comentários:

  1. Estava na cara que quem assumisse teria que absorver e quantificar o prejuízo da era petista que não fica aquém do trilhão. Em conta gotas exporia os pingados déficts anuais. Falsos mas ainda administráveis. A inflação já alta suportaria as emissões. A cedência viria muito depois como se veremos.Não haverá aumento de impostos por superposição dos mesmos. Matemáticamente tudo parece nebuloso, mas não poderia ser diferente, as empresas não valem o que consta. a emissão por parte do governo são simplesmente antifebris. Temer ainda não é governo mas mostra que quer ser. è cedo ainda para avaliar até onde ele irá. Pode se perder em politicagem e nesta via somos mais. Mas sempre sem ser ecomista advi que o governo iria sim emitir para apagar o feito lulopetista e arriscar com a inflação. Que alata está mas que pode depois ser atacada com medidas anti populares. Decontinuar a continuidade. Sei lá professor, mas é o que penso, já estive errado em muita coisa. Mas estou vivo, ainda, e passei por tudo de antes e depois do plano real.

    ResponderExcluir
  2. Tomara que o Temer esteja apenas esperando a saída definitiva da Dilma para tomar a esperada atitude citada no seu texto que desagradaria o próprio governo e o congresso. Espero que seja jogada política por enquanto.

    ResponderExcluir
  3. Henrique Meirelles é cria do Lula. Estão caçando os espiões do PT dentro do governo Temer porém ele próprio colocou um: Henrique Meirelles, que está fazendo o trabalho sujo de pavimentar a candidatura sua ou a do Lula em 2018 e para isso deixa a economia sangrar até ano que vem e então fará o que ele(Meirelles) fez no governo do Lula. Crédito fácil à todos: e aí, como sempre, o povo vota na mesmice.
    Querem ver como o povo é bobo? A filha do traficante Fernando beira-mar está se candidatando à vereadora, e já tem muita gente aprovando. Imagine! os criminosos colocam suas mulas para fazer faculdade de direito e saem advogados e até Delegados atuando a favor da bandidagem. É assim também na Política Por isso tem tantos bandidos Parlamentares.
    O cidadão comum está no mato sem cachorro, ultimamente só se interessam por cargos Políticos quem tem interesses escusos aliás, a própria engrenagem eleitoral para fazer campanha já estimula a fazer caixa dois. E depois o Político tem que roubar para devolver a quem lhe financiou a campanha. Está tudo errado!
    Concluindo: Temer é mais do mesmo. Depois do Impeachment é que a coisa vai ficar difícil. Não esperem misericórdia do Meirelles.

    ResponderExcluir
  4. O ROMBO HERDADO AS MULTINACIONAIS EM RELATÓRIO PROFUNDO MOSTROU QUE OS NÚMEROS SÃO 3 VEZES PIORES,E DIGO,NO DESEMPREGO TB É 3 VEZES PIOR!PSICOLOGICO RUIM TÁ NO BRASILEIRO ACUADO POR UM ESTADO QUASE IG ENTREGUE NA TOTALIDADE A ONU COMUNISTA FABIANA;PROPOSITALMENTE,AS LEIS BOAS PARA O IDOSO NÃO VIGORARAM,NÃO REPESPEITARAM NO PASSADO PLEBISCITO EM QUE NOSSO CLAMOU POR TER DITEITO A POSSE E PORTE DE ARMA;PROPOSITALMENTE O PCC DE LULA E TANTOS PS E TRAFICOS ESTÃO FORTALECIDOS,SEMDO NOSSO PAÍS O ÚNICO NO MUNDO EM QUE TRAFICOS E CRIMINALIDADE AUMENTAM SUBSTANCIALMENTE COM UMA DEMOCRACIA QUE TÃO SOMENTE EXISTE APENAS NO PAPEL... AINDA ASSIM,DEPRESSIVO,NOSSO BOM POVO É BOM... SE PARA 2018 NÃO VOLTAR OS ÀS URNAS MANUAIS,CREIO QUE SOMENTE NOS RESTARÁ PEDIR A VOLTA DOS MILITARES!TEMER SABEMOS QUE É O ENO GOVERNAMENTAL DO MOMENTO... NOS,COMO O DRACULIUM,QUEREMOS SABER O QUE SERÁ DE NÓS EM 2018... DEFENDO CPI COMUNA MEGA OLÍMPICA-OBRAS COMUNAS COPA/OLIMPÍADAS/AEROPORTOS/EMPRÉSTIMOS PARA AMIGOS BNDES!ATROPELAR A JEZABEL DILMA COM CPI A ALTURA DAS ARROGÂNCIAS DELA/LULA/FHC DA ATÉ PRA ANIMAR DEGUSTANDO UM BOM VINHO...

    ResponderExcluir
  5. Asneira atrás de asneira... Fala muito e não faz nada, crise psicológica...é ruim hem. Parabéns pelo texto, muito bom.

    ResponderExcluir
  6. Não é à toa que somos um dos países mais atrasados do planeta Terra.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.