Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Olimpíada 2016. Brasil é país de deboche!



Brasil é, definitivamente, terra de contrastes digno de piadas que circulam no mundo afora. O governo federal e o governo do Rio de Janeiro, uniram os esforços para realizar a Olimpíada de 2016, não só porque é maior evento esportivo mundial, que ocorre a cada 4 anos, mas sobretudo para vender a imagem do País, extremamente desgastada com a divulgação da maior ladroagem praticada nos cofres públicos.

Os governos se esforçam para mostrar ao mundo e ao povo brasileiro de que somos capazes de realizar o evento esportivo, que colocar o Pais em evidência nas mídias internacionais. Há certos exageros em tudo. Senão vejamos. Desde ontem, está em exposição na mídia o avião de combate F5 para rechaçar a invasão (sic) do espaço aéreo pelos inimigos. 


Ao mesmo tempo que mostra a aeronave de última geração da FAB, para enfrentar o inimigo, está no noticiário da grande imprensa o descaso com a Força Nacional de Segurança que vai cobrir a segurança terrestre. Maior parte do contingente da Força de Segurança está alojada em instalações precárias, onde não há nem colchões para os soldados. Papel higiênico, nem se fala. Isto só pode ser piada de mal gosto. 


A segurança da Olimpíada será feita com contingente de 41 mil homens, distribuídos nos pontos de acessos terrestres e aéreos aos locais de realização dos eventos. Mas, há um problema a ser resolvido. O salário dos homens e mulheres de segurança que cobrirão o evento, lotados no estado de Rio de Janeiro, estão com salários atrasados. 


O próprio prefeito da cidade de Rio de Janeiro, deu de criticar o governo do estado pela desorganização e situação horrível do sistema de segurança, de responsabilidade do governo estadual. Isto foi ao ar, na maior rede de notícias do mundo, a CNN. Há evidente tentativa do prefeito Eduardo Paes de fugir da responsabilidade eventuais "acidentes" que venha ocorrer no decorrer da realização da Olimpíada. 


A menos de um mês da realização de Olimpíada de 2016, na cidade de Rio de Janeiro, o mundo assiste incrédulo com a tamanha desorganização do evento. E o povo faz papel de bobo, com périplo da "tocha olímpica" nas principais cidades do País. Sem dúvida, o povo gosta de circo. 

PS (16/7: 7h): Um dia após um atentado terrorista matar mais de 70 pessoas na França, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), afirmou que durante a  Olimpíada o Rio será "a cidade mais segura do mundo".  O ministro da Defesa Raul Jungmann convocou reunião de reavaliação da Defesa sobre segurança, após o atentado em Nice, por um simples caminhão de carga. Ah, bom! Entendi. O esquema dantes não era tão segura. 

Por estas e outras que o Brasil é visto pelo mundo como de quinta categoria, sub-desenvolvido e incapaz de tratar qualquer assunto com seriedade. Fazer o que? Pau que nasceu torto, continua torto!

Ossami Sakamori











11 comentários:

  1. Sem medo de retaliação, continuo afirmando que a alternativa é ir embora do Brasil, que não existe mais, faz tempo. Somos e seremos republiqueta-mico, sem identidade e sem futuro, nas mãos de sangue-sugas e lesa-pátrias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Deus... fale baixo para que a esperança não te ouça, mas.. tenho profundo pesar e não quero admitir que também penso assim.. triste!

      Excluir
  2. O que está acontecendo com os militares da Segurança nacional, já acontece a muito tempo com os militares das Forças Armadas. Tirando os Oficiais todos estão na pior e, no caso das Forças Armadas, os militares da ativa(que tem força) não podem se manifestar sob pena de serem punidos. Dessa forma estão saindo das Forças Armadas os profissionais de alta competência para trabalhar na iniciativa privada. O Brasil perde pois paga para treinar esse pessoal.

    ResponderExcluir
  3. CARTA DE UM APEDEUTA CACHACEIRO CONSCIENTE PARA SUA NAMORADA ROSE

    Cunpanhera Rozi,

    Gustaria di dividir cun voceis qui tamém bebi e dispois dirige a esperiença di vida qui tivi.
    Onti di noiti nun cei cuantas eu bibi, mais çabenu ki num tava legau, fis halgu ki nunkatinha feitu antiz. Dechei meo carru na rua i peguey um onisbus. Risultadu: Xeguei im caza ção i çalvo, cem nium insidenti , cum cençação di alivu i diver kumpridu.
    Maeis oki mi deichou perplecsu foe ki nunka tim nha direjido un onisbus in thoda vidha. I o peor ki hagora num alembru ondi dechei o carru i nun cei uki fasso cun ece onisbus aki in kaza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cumpanhêro! seo carru ocê insquesseu na festa no patio da pretobráz e o onibuz ocê robô do pessoar do MST que veio da Venezuela. Traiz ele aquí e nóis toma mais uma saidêra.

      Excluir
    2. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
    3. Axio qui vossê tomô na Cut

      Excluir

  4. AQUI TEM CAFÉ NO BULE



    Ratinho é condenado por trabalho análogo à escravidão em fazenda
    Empregados seriam obrigados a comer em banheiros e na lavoura


    O apresentador Carlos Alberto Massa, o Ratinho, do SBT, foi condenado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) a pagar uma multa de R$ 200 mil por manter trabalhadores em condição semelhante à escravidão em uma fazenda localizada em Limeira do Oeste, em Minas Gerais. A indenização por danos morais coletivos se deve, segundo a decisão judicial, à falta de fornecimento de material de proteção adequado ao ofício exercido pelos empregados e de espaço propício às refeições. Os contratados se alimentavam nos banheiros e nas lavouras, de acordo com o tribunal.

    O comunicador também é acusado de aliciar, sem respeito às normas legais, pessoas da Bahia e do Maranhão. Em nota enviada pela assessoria e reproduzida pelo site G1, Ratinho disse não ser mais proprietário da fazenda desde 2010, admitiu ser réu na ação e frisou o fato de ter sido “excluído da condenação em segunda instância”. Ele teria sido isentado da condenação por trabalho análogo à escravidão e enquadrado por descumprir a concessão de tempo intrajornada na íntegra e o não fornecimento de equipamentos de proteção individual.

    Ratinho já foi condenado, anteriormente, a pagar multa de R$ 1 milhão por danos morais em ação pública movida pelo Ministério Público do Trabalho de Uberlândia. “Não restam dúvidas da conduta praticada pelo empregador, causando prejuízo a certo grupo de trabalhadores”, registrou a ministra relatora do TST, Dora Maria da Costa. Carlos Massa é fornecedor de cana de açúcar na região.


    Fonte:http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2016/07/14/interna_diversao_arte,540248/ratinho-e-condenado-por-trabalho-analogo-a-escravidao-em-fazenda.shtml

    ResponderExcluir
  5. É MUITO MAIS FÁCIL ARRANCAR DINHEIRO DOS MISERÁVEIS DOENTES DO INSS, CANCELANDO AUXÍLIO-DOENÇA, DO QUE REPATRIAR OS RECURSOS BILIONÁRIOS DESVIADOS VIA PROPINODUTOS.

    PARA QUE APROVAR MEDIDAS ANTI CORRUPÇÃO SE EXISTE TODA UMA POPULAÇÃO ESCRAVA DOS IMPOSTOS QUE SUSTENTAM AS REGALIAS DOS ALTOS ESCALÕES DOS 3 PODERES?

    ESSA NOÇÃO DE JUSTIÇA QUE NÃO VALE UM TRAPO.

    ResponderExcluir
  6. Nunca as coisas estão tão ruins que não se possa piorar. Amigo é a famosa lei de Murphy. Terroristas detestam cristãos e nosso país é um dos maiores países cristãos do mundo, com o maior símbolo cristão que é o Cristo redentor. Com a maior basílica Mariana do mundo, com os piores mais nocivos políticos do mundo e com os policiais e defensores nacionais desmotivados pelos problemas que o Sr @SakaSakamori brilhantemente descreveu. Qual vai ser o resultado dessa equação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma bela bomba. Deus nos proteja.

      Excluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.