Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Bolha imobiliária. Epílogo

Crédito da imagem: Estadão

Segundo o Radar Abrainc-Fipe, o mercado imobiliário chegou ao seu pior desempenho, desde 2004. Ainda segundo Radar, desde segundo semestre de 2012, o mercado imobiliário vem sentindo o desaquecimento. Este fato foi amplamente comentado neste blog nos últimos 4 anos.

Segundo o SECOVI/SP, no primeiro semestre deste ano, o mercado imobiliário continuava em queda em relação ao mesmo período do ano passado. Para o SECOVI, a bolha imobiliária continua no chão e só acredita na retomada do mercado com a recuperação da economia brasileira como todo. 

Eu mesmo postei matéria no dia 17 deste mês, com o título Bolha imobiliária está próximo do fim comentando sobre o tema.  O quadro só vai mudar com a recuperação da economia. O quadro da economia brasileira por sua vez parece ter chegado no fundo do poço. Em um trecho da matéria, afirmei que a construção civil é o primeiro setor que entra em crise e o último a sair.

Estou voltando ao tema porque a matéria postada por mim, há cerca de 10 dias, está pertinente com o momento que vive o setor imobiliário. O momento não parece ser interessante ainda para compra de unidades habitacionais para investimentos, mas certamente é oportuno para quem está adquirindo para sua  própria moradia.

Num momento de crise econômica como que o País atravessa, maior desde 1929, toda parcimônia na aquisição de imóvel é recomendada. Não haverá corrida na procura de imóveis residenciais, pelo menos no curto prazo. 

Recomendo acesso ao blog Brasil liberal já! para inteirarem-se da economia brasileira. 

Ossami Sakamori
@Brasillivre 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.