Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 3 de março de 2016

Por que só Cunha?


Publicidade:  e-book :  Brasil tem futuro ?

O presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, pela votação no STF, virou réu no processo da Lava Jato. Na votação de ontem, 6 ministros do STF votaram a favor da instauração de inquérito que apura se houve a prática de extorsão ao grupo Mitsui por conta da locação de navios sondas. Sem ser operador de leis, pelos fundamentos apresentados pelos ministros da STF, creio que a decisão foi acertada. 



Com muita franqueza, mas com algum medo de retaliações, digo que não entendo o Judiciário brasileiro. No esquema de ladroagem da Petrobras levantada pela Operação Lava Jato, volume de dinheiro que ascende a R$ 20 bilhões, segundo MPF, o cidadão Eduardo Cunha parece ser o beneficiário menor do esquema de propina.  O indiciamento do Eduardo Cunha, a mim me parece que foi feito à medida para camuflar os crimes maiores ou os criminosos de maiores calibres.

O principal argumento para indiciamento do deputado Eduardo Cunha é que ele teria utilizado o cargo de deputado para pressionar o recebimento de propina junto ao representante do Mitsui, volume de propina no valor de US$ 5 milhões.  Vamos lembrar que o total de dinheiro da ladroagem é estimado pelo próprio Ministério Público Federal como acima de R$ 20 bilhões. Estou a falar de R$ 20.000 milhões. 

No meu entendimento, o STF age de acordo com o interesse do Palácio do Planalto que quer ver o deputado Eduardo Cunha fora da presidência da Câmara dos Deputados, por conta do pedido de impeachment que corre naquela casa. O deputado Eduardo Cunha é ou era praticamente único parlamentar que que teve coragem de "peitar" a Dilma e colocar o pedido de impeachment na pauta de votação. Esse parece ser o principal "defeito" do Cunha que motivou retaliações por parte do STF à serviço do Palácio do Planalto.

O principal articulador e beneficiário da Lava Jato está longe de ser o Eduardo Cunha. O principal beneficiário é o notório ex-presidente Lula da Silva. Sobre este fato, ninguém tem dúvida. No entanto, o Lula da Silva, até hoje, nem sequer foi ouvido para depoimentos. Lula da Silva sendo chefe, junto com a atual presidente Dilma como lugar tenente, são os principais artífices da Lava Jato. Eles não constam como réu ou ré em nenhum processo, por enquanto. STF faz justiça com dois pesos e duas medidas, falando francamente. 




Creio que estou começando a entender. Se no regime militar era o "sistema" que mandava e desmandava em todos os poderes da República. No regime atual, a facção criminosa que tomou conta do Palácio do Planalto, manda e desmanda no Congresso Nacional e no STF. Nas sua maioria, os membros da Corte e do Congresso seguem rigorosamente as ordens emanadas pelo Palácio do Planalto. Nada difere do regime militar ou ditadura militar de 1964.

E o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros, citados pelas diversas fontes como beneficiário Lava Jato não virou réu para ser investigado pelo STF. Agora, está ficando claro como água do riacho limpo de que o presidente do Senado é aliado do Palácio do Planalto. Aliado do Palácio do Planalto não se mexe!



Bem, os bagrinhos como Edson Lobão, Gleisi Hoffmann, e Humberto Costa, estão nos escaninhos do STF aguardando a vez de se tornarem réus ou ré. Isto vai demorar 500 anos, ao contrário do que aconteceu com o Cunha. Nem mesmo, o oposicionista Aloysio Nunes, ainda não entraram na pauta para virar réu da Lava Jato. Justifica-se, eles são os bagrinhos da República.






Estou recomentado pelos amigos para não mexer com gente grande. Mas, se a grande imprensa não o faz, sobra para este reles cidadão, dono de um minúsculo blog, a levar a indignação da população. 

Fiquem tranquilos os políticos, porque não sou candidato a nada! Só quero meu Brasil de volta!

Ossami Sakamori



13 comentários:

  1. Cunha, SMJ é o mais inofensivo dos lesa-pátrias e sua permanência está incomodando a quadrilha que se adonou do Brasil e o destruiu, nivelando-o à Venezuela e às republiquetas sino-soviéticas.

    ResponderExcluir
  2. Urgentemente, devemos apelar a órgãos internacionais e denunciar os desmandos que ocorrem no Brasil, autêntico penico dos comunistas.

    ResponderExcluir
  3. O Sistema, totalmente corrompido e falido por quadrilha que se apoderaram do poder para saquear a nação.

    ResponderExcluir
  4. Gosto de o ler por que o senhor tem colhões, o que falta á nossa mídia.
    O STF orgão político, deveria ser extinto, são escrotos corruptos e moleques tanto de lula como da cadela bulgara, sapatão de merda.
    O senhor não quer, mas deveria haver uma Intervenção Constitucional para colocar Ordem na casa e mudar de istema político. Só isso. Mas com generais assumidamente comunistas e Revolucionários cubanizados, não vamos a lado algum. FA = R.I.P.
    Por exemplo, o dólar está literalmente despencando 3,80 sem haver minima razão para tal. O assunto é tão escabroso que o CAE resolveu investigar. Com o PIB negativo, desemprego galopante, inflação na realidade quase chegando aos 40% e não como "oficialmente" o governo indic pouco mais de 10%, como pode o real estar super valorizado?
    E renan calheiros sempre em todas, na maior, tranquilo. Já pareçe o papel higiênico, indispensável para limpar merda.
    lula e mulher não podem ser mais convocados para deporem. Se quiserem depor, será por escrito.
    É muita coisa.
    Temos tantos deuses filhos da puta que chateia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Jorge Serrão de ontem:

      “O Promotor de Justiça Cássio Conserino informou que o ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva e a ex-Primeira-Dama Marisa Letícia Lula da Silva, assim como qualquer investigado, não serão conduzidos coercitivamente, uma vez que eles podem não querer exercer a autodefesa. Informou também que não haverá novas intimações dessas pessoas”.

      Excluir
  5. "No meio do caminho tinham dois cisnes!

    O que simples pedalinhos em forma de cisnes encontrados no sítio Santa Bárbara com os nomes Arthur e Pedro, netos de Lula, têm de tão grave?

    (...)

    Só que o pior ainda estava por vir. Montado em toda a sua arrogância (que acho que cresceu mais ainda) cuspiu que a TV Globo e a Revista Veja são na verdade partidos políticos, que o caçam como inimigo. E disse: “Não existe entre eles alguém mais honesto do que eu”. Disse ainda: “Daqui pra frente é pão pão, queijo, queijo. Vou deixar o ‘Lula paz e amor’ para trás. Eles vão ter que me derrotar nas ruas”. Uiiiii. Meda!!

    (...)

    E fechando com “chave de ouro” seu discurso na festa de 36 anos do PT e já se contradizendo de que se o PT entendesse que sua candidatura fosse necessária, lançou sua candidatura à presidência: “Estarei com 72 anos, mas com tesão de 30 para ser presidente da República.”

    E é aí que mora todo o perigo. Não posso, não quero, não vou imaginar o que esse tesão de 30 dele vai fazer com o que restar do país até 2018.

    (...)

    E através dessa metáfora, surgiu em mim bem forte a sensação de nojo. Nojo de ver em reportagens o que o governo está fazendo com o seu povo, vendo esse mesmo povo que muito provavelmente foi em grande parte responsável por colocá-los no poder, sofrendo nas filas de hospitais, tendo cirurgias adiadas, outras marcadas para anos depois, outros morrendo sem atendimento, passando horas esperando um médico, peregrinando de hospital em hospital na esperança de ser atendido. Sofrendo. Chorando. É nojento.

    (...)

    Mais triste ainda é saber que segundo um estudo feito pelo Conselho Regional de Medicina, o gasto do governo em saúde é de R$ 3,89, por habitante.

    (...)"

    http://opiniaoenoticia.com.br/brasil/no-meio-do-caminho-tinham-dois-cisnes/

    ResponderExcluir
  6. Me desculpe concordar em parte com seu artigo. Digo em parte, porque o Sr Eduardo Cunha não é o coitado que o senhor insinua ser. Trata-se de um canalha que usa e abusa do poder para ameaçar pessoas contrárias a ele. E finalizo acrescentando que o PT, PMDB, o seu PSDB e tantos outros partidos políticos não merecem um único voto nas próximas eleições. Para mim, "coxinhas" e "petralhas" estão no mesmo patamar. É o roto falando do rasgado.

    ResponderExcluir
  7. Para quem quiser ler o Editorial da revista ISTO É que saiu hoje.

    http://www.istoe.com.br/assuntos/editorial/detalhe/447800_ELES+NAO+SAO+INTOCAVEIS+

    ResponderExcluir
  8. Declarações de delcidio do amaral na Revista ISTO É

    http://www.istoe.com.br/reportagens/447783_A+DELACAO+DE+DELCIDIO

    ResponderExcluir
  9. "Como Dilma quebrou sua loja de R$ 1,99 e um País

    Na década de 90, ela faliu duas lojinhas de bugigangas baratas. Vinte anos depois, a presidente mergulha o Brasil numa interminável crise político-econômica e marca sua gestão pela irresponsabilidade fiscal e falta de confiabilidade externa

    Pão & Circo. Com esse nome sugestivo, alusivo à estratégia romana destinada a entreter e ludibriar a massa insatisfeita com os excessos do Império, a presidente Dilma Rousseff abriu em fevereiro de 1995 uma lojinha de bugigangas, nos moldes das populares casas de R$ 1,99. O negócio em gestação cumpriu a liturgia comercial habitual. Ao registro do CNPJ na Junta Comercial seguiu-se o aluguel de um imóvel em Porto Alegre, onde funcionava a matriz. Quatro meses depois, uma filial foi erguida no centro comercial Olaria, também na capital gaúcha. O problema, para Dilma e seus três sócios, é que a presidente cuidou da contabilidade da empresa como lida hoje com as finanças do País – recém-rebaixado pela agência de risco Standard & Poors por falta de confiabilidade. Em apenas 17 meses, a loja quebrou. Em julho de 1996, já não existia mais.

    Tocar uma lojinha de quinquilharias baratas deveria ser algo trivial, principalmente para alguém que 15 anos depois se apresentaria aos eleitores como a “gerentona” capaz de manter o Brasil no rumo do desenvolvimento. Mas, ao administrar a Pão & Circo, Dilma cometeu erros banais e em sequência. Qualquer semelhança com a barafunda administrativa do País atual e os equívocos cometidos na área econômica de 2010 para cá, levando ao desequilíbrio completo das contas públicas e à irresponsabilidade fiscal, é mera coincidência. Ou não.

    Para começar, a loja foi aberta sem que os donos soubessem bem ao certo o que seria comercializado ali. Às favas o planejamento, primeiro passo para criação de qualquer negócio que se pretenda lucrativo.

    (...)

    Questionada sobre a mal sucedida experiência no mundo dos negócios, a Dilma comerciante lembrou mais uma vez a Dilma presidente. Há duas semanas, numa espécie de negação da realidade, a presidente rechaçou a “catástrofe” econômica vivida atualmente pelo Brasil. Ao se referir à lojinha, cinco anos atrás, a Dilma comerciante saiu-se com a seguinte pérola: “Quando o dólar está 1 por 1 e passa para 2 ou 3 por 1, o microempresário quebra. É isso que acontece com o microempresário, ele fecha. A minha experiência é essa e de muitos microempresários desse País”. Ou seja, como boa petista, a presidente jogou a culpa em FHC pela malfadada experiência administrativa – que hoje, sabe-se, seria apenas a primeira. Com a agravante que a crise atual, também de sua inteira responsabilidade, atinge milhões de brasileiros. A outra teve alcance bem restrito, afetando somente o seu bolso e as economias de seus sócios. Bem, de todo modo, se Dilma atribui a falência à relação dólar/Real no período em que o negócio esteve em funcionamento, com todo respeito, ela comete um grave erro matemático. Dilma administrou seu comércio de quinquilharias importadas no melhor momento da história do Brasil para se gerir esse tipo de negócio — quando o Real estava valorizado em relação ao dólar. No ano e mês em que a Pão&Circo foi criada – fevereiro de 1995 – o dólar valia R$ 0,8. Quando quebrou, a moeda americana ainda não passava de R$ 1.

    (...)"

    http://www.istoe.com.br/reportagens/436885_COMO+DILMA+QUEBROU+SUA+LOJA+DE+R+1+99+E+UM+PAIS+

    ResponderExcluir
  10. Na realidade,o que estamos vivendo é apenas um Brasil se transfomando num sistema corrompido de DITADURA VENEZUELANA,onde os Poderes sāo unidos e comandados por Quadrilhas. Com uma grande diferença da Ditadura Militar,lá ñ se quebrou o Brasil e as linhas territoriais foram respeitadas. O BRASIL ñ perdeu a dignidade. Agora se vc ñ for ladrão ou bandido rico,vc ñ faz parte da quadrilha ARRASA BRASIL e a IMPRENSA E O JUDICIÁRIO ajudaram muito a chegarmos onde estamos. MAS AINDA EXISTE GENTE DE BEM NO BRASIL, PESSOAS QUE QUEREM O BRASIL DE VOLTA E É COM ESSES QUE EU ESTOU. EU Ñ COLOQUEI O PT NO PODER MAS VOU FAZER TUDO PARA TIRAR, EU SIGO O MORO E A PF DIGNA.

    ResponderExcluir
  11. Na realidade,o que estamos vivendo é apenas um Brasil se transfomando num sistema corrompido de DITADURA VENEZUELANA,onde os Poderes sāo unidos e comandados por Quadrilhas. Com uma grande diferença da Ditadura Militar,lá ñ se quebrou o Brasil e as linhas territoriais foram respeitadas. O BRASIL ñ perdeu a dignidade. Agora se vc ñ for ladrão ou bandido rico,vc ñ faz parte da quadrilha ARRASA BRASIL e a IMPRENSA E O JUDICIÁRIO ajudaram muito a chegarmos onde estamos. MAS AINDA EXISTE GENTE DE BEM NO BRASIL, PESSOAS QUE QUEREM O BRASIL DE VOLTA E É COM ESSES QUE EU ESTOU. EU Ñ COLOQUEI O PT NO PODER MAS VOU FAZER TUDO PARA TIRAR, EU SIGO O MORO E A PF DIGNA.

    ResponderExcluir
  12. Tenho essa mesma linha de raciocínio; Eduardo Cunha é uma pedra no caminho do PT, por isso essa perseguição. JANOT como a maioria do STF é amiguinho de dilma e lula. Se não fosse Eduardo Cunha na presidência da câmera, o PT já tinha implantado o sistema bolivariano no Brasil. Ainda corremos riscos, porém como DEUS tem ouvido as orações daqueles que o temem, é um de um lado e outro de outro lado, vencendo essa quadrilha chamada PT (a mando do fidel... ditador frustrado, que sonhava ver o Brasil ser sua colônia).

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.