Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 25 de março de 2016

Economia BR. Não há perspectiva de melhora no curto prazo


O IBGE divulgou o resultado do trimestre fechado no mês de janeiro deste ano sobre população desocupada. Em número absoluto o número de desocupados no País passou de 6,8 milhões do mesmo de janeiro de 2015 para 9,6 milhões, com acréscimo de 2,8 milhões nos últimos 12 meses. 

O número de desocupados daqui a um ano, quando for divulgado o número de desocupado no Brasil, deverá alcançar os 14 milhões. O número, certamente, é alarmante.


Estamos a pagar pelos equívocos da política econômica dos últimos governos, não só do PT, mas também do PSDB. É o nefasto política "neoliberal intervencionista" praticada pelos sucessivos governos, de pelo menos, 22 últimos anos. 

A prévia da inflação do mês de março demonstrou um pequeno recuo, mas nada que confirme a tendência declinante. Não há nenhum motivo para comemoração. A inflação, apesar do recuo no consumo das famílias, deverá fechar o ano com o índice em dois dígitos (acima de 10%). Conta para a resistência do recuo do índice de inflação, a indexação generalizada da economia. 

O número de inadimplência no crédito está se aproximando de 60 milhões de pessoas, o que é um índice alarmante. O número de inadimplentes leva os bancos e administradores de cartões de crédito a subirem os juros. Os juros dos limites de créditos nas contas correntes passam dos 250% e nos cartões de créditos dos 400%.  Dentro deste quadro, o Plano Lula, de ampliação de crédito, não provocará o efeito desejado, o de ampliação de consumo, se for implementado.

Com o processo de impeachment da presidente Dilma, em andamento, e a indefinição da permanência do seu vice Michel Temer no comando do País, com o julgamento do processo de cassação de mandato da chapa Dilma/ Temer, o País paralisou. Muitas indústrias e muitos comércios já fecharam as portas, por vontade própria ou por insolvência. 

O vice presidente Michel Temer, prepara assumir o governo, pós impeachment da Dilma, com o plano Temer II, denominado de "Vencendo a Crise". Em linhas gerais, o Plano do Temer se assemelha ao plano do ministro da Fazenda Nelson Barbosa. Com indefinição da sua permanência da dupla Dilma/ Temer à frente da presidência da República, os investidores nacionais e internacionais, estão retraídos até definição definitiva do quadro político. Este quadro irá até o final do ano, na melhor das hipóteses.

Chamo atenção de que uma simples mudança de nomes à frente da presidência da República, pouco muda o rumo da economia do País. Há que mudar a matriz econômica neoliberal intervencionista para uma Nova matriz econômica  proposta no e-book de autoria deste.

Vamos lutar pelas novas eleições, ainda este ano, para presidência da República. Para não ter dúvida.

Publicidade: Clique >  Uma nova matriz econômica 

Ossami Sakamori











@SakaJapa_


6 comentários:

  1. O Brasil está programado para ser uma bomba de efeito retardado, por gente retardada que tomou o PUDER, anti-patriótica, para atender interesses pesoais, em detrimento do país e de seu povo. Perdemos a identidade.

    ResponderExcluir
  2. Imaginem um barquinho à vela, num oceano revolto, tendo como único controlador do leme um marinheiro cego e sem conhecimento de navegação. O vento arrancou a vela e o marinheiro, desesperado, quebra o leme. E se êsse barquinho se chamasse Brasil?

    ResponderExcluir
  3. AO PROF. SAKAMORI, FAMILIARES E SEGUIDORES DE SEU BLOG DESEJO FELIZ PÁSCOA.

    ResponderExcluir
  4. 'É guerra e quem tiver artilharia mais forte ganha', dispara Lula
    Declaração foi dada em conversa telefônica com o senador Lindbergh Farias (PT-RJ)

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comparou-se ao general Vo Nguyen Giap, comandante do Exército do Povo do Vietnã, emblemático estrategistas militar que fez tombar em batalha tropas francesas, norte-americanas e chinesas, ao declarar "guerra" aos investigadores da Operação Lava Jato - que investiga supostos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa envolvendo o petista e sua família.

    "É o seguinte meu filho, eu tô com a seguinte tese: é guerra, é guerra e quem tiver artilharia mais forte ganha", declara Lula, em conversa por telefone com o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), monitorada com autorização da Justiça Federal, do Paraná. O parlamentar responde ser aliado nessa batalha. "Presidente estamos nessa guerra também, não tenho nada a perder."
    Os dois falam da persecução criminal em andamento em Curitiba e em Brasília contra o ex-presidente Lula e pessoas ligadas a ele, incluindo seus filhos. Os grampos foram autorizados pelo juiz federal Sérgio Moro - dos processos em primeira instância da Lava Jato - na fase que antecedeu a Operação Aletheia. Deflagrada em 4 de março, o ex-presidente foi o principal alvo. Levado coercitivamente para depor, reagiu publicamente com ataques aos investigadores, a quem classificou de "um bando de loucos".

    Lula faz referência ao estrategista de guerra vietnamita: "Você pode me chamar até de general Giap. Nós já derrotamos os americanos, os chineses, os franceses e estamos para derrotar a Globo agora".
    O ex-presidente e sua defesa têm atacado meios de comunicação, em especial a Rede Globo. Além perseguição política, no grampo da Lava Jato o ex-presidente conta ao senador ter conhecido o lendário general Giap. "Foi lá no Vietnã, estava bem velhinho já, levei a Dilma (Rousseff) para conversar com ele."

    Giap ficou conhecido como Napoleão Vermelho, foi considerado herói nacional em busto histórico situado abaixo, apenas, do ex-presidente Ho Chi Minh - o pai da independência vietnamita. Os dois se conheceram no exílio no sudeste da China. No Vietnã, recrutaram guerrilheiros para a insurgência vietcongue. Giap trabalhou como jornalista, antes de entrar para o Partido Comunista Indochinês. "Vamos levar essa luta", responde o senador petista - também alvo de investigação da Lava Jato e com o nome citado por delatores.

    Fonte:http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2016/03/25/internas_polbraeco,524095/e-guerra-e-quem-tiver-artilharia-mais-forte-ganha-dispara-lula.shtml

    ResponderExcluir
  5. "Câmara aprova novas regras para trânsito de forças estrangeiras no Brasil - O "ESTADO POLICIAL" vem aí.......

    (...)

    Permissão sem autorização
    De acordo com a lei complementar, o ingresso de forças estrangeiras é permitido para participação em programas de aperfeiçoamento; visita oficial ou não oficial, inclusive as de finalidade científica e tecnológica; atendimento de situações de abastecimento, reparo ou manutenção; e missão de busca e salvamento.

    Segundo o governo, é grande a demanda de passagem de aviões ou navios militares, procedentes de países vizinhos ou a eles destinados, provocando uma concentração de despachos que devem ser, obrigatoriamente, assinados pelo presidente da República."

    http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/2016/03/camara-aprova-novas-regras-para.html

    ResponderExcluir
  6. Será que o famigerado IBGE ao serviço de PT e de dilma divulgou os exatos números sem estarem fabulosamente maquilhados?
    Tenho o direito de pensar e de acreditar ou não!
    Não tenho idade para engravidar nem pelos olhos nem pelos ouvidos!
    Acho pouco!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.