Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 29 de março de 2016

Habemus Michel e Marcela Temer (II)

Reprodução da matéria escrita, em 25 de outubro do ano passado, por este blog, sob o título Habemus Michel e Marcela Temer . O tema é tão atual, e reflete o momento político que vivemos. Reproduzo-a na integra.


O Congresso Nacional, o STF e o TSE estão adiando a decisão sobre a permanência ou não da Dilma Rousseff no cargo de presidente da República. A facção criminosa está utilizando de todos recursos protelatórios para postergar a decisão sobre cassação do seu mandato do seu chefe formal. Receio que um outro acontecimento atropele os processos em andamento.

A presidente Dilma não manda mais nada. O grupo do ex-presidente Lula tomou conta do Palácio do Planalto. Jaques Wagner, ex-governador da Bahia e amigo do Lula, é quem dá as cartas no Planalto. Quem manda no Palácio do Planalto é o Jaques Wagner. Dilma se tornou apenas "fantasma" que mora no Palácio da Alvorada. Dilma está definhando aos olhos vistos. 

Dilma paga o preço da política econômica equivocada do primeiro mandato. Dilma valorizou o real, engessou as tarifas públicas e incentivou o crédito ao consumidor. A popularidade subiu para 77% que consideraram o governo Dilma como ótimo e bom. Dilma utilizou política econômica equivocada que produziu a "sensação de bem estar" e a "sensação do poder de compra". Em 2014 começaram aparecer os problemas na área econômica, pelos equívocos cometidos. Dilma resolveu ignorar.

O ano de 2014 foi o ano eleição presidencial. Dilma sabia que a política econômica equivocada estava dando água. Dilma sabia do problema, mas preferiu ignorá-lo e continuar gastando mais do que pode, para ter sucesso na reeleição. Dilma mentiu descaradamente à população durante a campanha eleitoral para permanecer no poder. Levou a eleição contra Aécio Neves, seu oponente.

Aconselhado pelos principais conselheiros informais, Dilma resolveu fazer correção na política econômica no segundo mandato. Dilma nomeou para o principal formulador da política econômica o diretor do Bradesco, Joaquim Levy. O novo ministro da Fazenda, desde início, mostrou que não tem visão para fazer plano de desenvolvimento de longo prazo para o País. Está dando no que estamos à assistir. O plano do Joaquim Levy não é plano de desenvolvimento sustentável para o País, mas apenas medidas de "ajustes fiscais", insuficiente para colocar a economia nos eixos.

Poucos analistas econômicos e articulistas de renome ousam em falar "abertamente" com medo de represálias. O fato é que o Brasil mergulhou numa recessão sem perspectiva de saída dela. O governo Dilma não está conseguindo fechar as contas deste ano. É certo que as contas do ano que vem, 2016, virá com rombo maior do que deste ano. Sem reformulação estrutural da política econômica, o Brasil caminha celeremente para o mesmo caminho dos países com problema como a Grécia. 

Dilma perdeu força. Dilma virou "fantoche". Dilma está tentando sobreviver diante do quadro da economia sem perspetivas de melhora. Não haverá melhora porque a política econômica está, novamente, equivocada. Dilma não tem força e nem credibilidade para implementar mais uma mudança na política econômica. Dilma virou apenas "fantasma" que anda pelos corredores e aposentos do Palácio da Alvorada. Dilma perdeu o "encanto" de ser primeira mulher presidente da República. Dilma não é mais a "presidenta" como queria ela que os seus súditos a chamem.

Assisti, ontem, pela TV, a imagem da Dilma, numa reunião com o governador do Rio Grande do Sul, com o prefeito de Porto Alegre e demais prefeitos de área atingido pelas inundações decorrentes do excesso de chuvas. A reunião fora feita em recinto fechado, num ambiente de muito constrangimento. As imagens produzidas pela emissora local de televisão mostraram Dilma acuada e visivelmente constrangida, até naquele minúsculo ambiente. 

O preâmbulo acima feito foi para afirmar que a Dilma não aguenta mais no cargo de presidente por muito tempo. Dilma renunciará ou tomará o mesmo destino do outro presidente populista, gaúcho. Teremos Michel Temer presidente, até que o TSE dê o seu veredito final. E, teremos Marcela Temer, primeira dama, até que o destino nos revele novas surpresas. 


Ossami Sakamori




@SakaJapa_

18 comentários:

  1. Com a neta, primeira-dama, não haverá mudança tão grande do que já está vivendo o país, a não ser uma vitrine melhorada do que temos hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei!
      Que linda netinha!

      Excluir
    2. Né neta não! É bisneta

      Excluir
  2. Trocar 6 por 4 não parece ter muita lógica, mas, diante do que está colocado, qualquer mudança dará a impressão de algo novo. Psicologicamente, isso faz algum sentido, mesmo que por curtíssimo espaço de tempo. O Brasil, no momento, não tem liderança política comprometida com o seu povo. Ou estou errado?

    ResponderExcluir
  3. Quem não tem cachorro caça com cão mesmo.
    Por falta de opção, a opção é essa.

    ResponderExcluir
  4. Não tem essa de vai esse mesmo. Temos que continuar a luta. Enquanto estivermos sob a batuta dos banqueiros, empresários inescrupulosos e pseudo políticos, o Brasil não avançará no desenvolvimento.
    O PMDB sempre foi mercenário. Onde tem governo ele está bajulando, pedindo cargos, ministérios e quando esse governo acaba ele pula de lado. Agora, melhor para eles pois vão ser o governo. Ruim para o Brasil porque o Presidente do Senado é o Renan Calheiros(investigado.Lava jato); O Presidente da Câmara dos Deputados(Investigado.Lava Jato) e Michel Temer(ajudou o PT até agora) e todos do mesmo Partido Político: PMDB. De cara vão(discretamente) dispensar todos do PT que não toleram e continuar com os petistas amigos. E, para o Brasil: Haja discursos enganosos para nos iludir. Portanto, a limpeza tem que ser geral. Punição à todos os políticos e funcionários públicos investigados e condenados seja de qual partido for e eleição geral com candidatos novos democráticos e patriotas.

    ResponderExcluir
  5. como março é o mês das mulheres, não dá para tirar o Temer e deixar só a mulher dele?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como o amor é lindo, apesar de a política nacional ser uma podridão, o pedido não poderá ser aceito.

      Excluir
    2. A netinha é mulher dele??? Isso não é incesto?

      Excluir
    3. É enfermeira para trocar a fralda geriátrica.

      Excluir
  6. Pobre país, onde quem deveria estar zelando pelos seus destinos simplesmente estão degladiando-se entre si para ver quem fica mais bonito na foto.
    Triste fim para um povo, sem nação e sem futuro.

    ResponderExcluir
  7. Já é a segunda vez que dilma cancela visita aos EUA. Isso não é bom nem para a madame nem para nós brasileiros, ou seja, para o Brasil.
    Irresponsável de merda!

    ResponderExcluir
  8. Inacreditável!!!

    "Dilma tentou golpe. No mesmo dia em que nomeou Lula, transferiu grana do PAC para a Casa Civil

    Programa sempre esteve sob a tutela do Ministério do Planejamento. Não faz o menor sentido um Ministério como a Casa Civil gerenciar mais de R$ 40 bilhões.

    No mesmo dia em que nomeava Lula para a Casa Civil, Dilma publicou um decreto esquisitíssimo: basicamente o tal decreto transferiu a gestão de mais de R$ 40 bilhões do Programa de Aceleração do Crescimento do Ministério do Planejamento para a Casa Civil. Não faz o menor sentido. A Casa Civil tem papel completamente diferente do que o da execução de programas: seu papel mais essencial é justamente coordenar o governo, de forma que os ministérios que executam trabalhem de forma coordenada. Enquanto petistas gritavam na posse de Lula que "Não vai ter golpe!", Dilma já tinha um golpe editado e publicado na forma de decreto.

    R$ 40 bilhões seriam o suficiente para Lula tentar recuperar sua imagem? R$ 40 bilhões seriam o suficiente para Lula tentar calar as empreiteiras e evitar mais acordos de delação premiada, como o de Marcelo Odebrecht? R$ 40 bilhões seriam o suficiente para silenciar a Lava-Jato?

    É preciso ficar atento nos últimos dias do governo Dilma Rousseff. Esta gente fará tudo para sobreviver. ABSOLUTAMENTE TUDO. Não sendo possível, tentarão entregar o país em pandarecos.

    Cabe ao PMDB de Michel Temer e à oposição, além da condução do impeachment, fiscalizarem com lupa os atos oficiais.

    Para ler o decreto de Dilma, clique aqui."

    http://www.sulconnection.com.br/noticias/2682/dilma-tentou-golpe-no-mesmo-dia-em-que-nomeou-lula-transferiu-grana-do-pac-para-a-casa-civil

    ResponderExcluir
  9. "Ao se manter no cargo, Dilma empurra o Brasil para abismo, afirma Washington Post

    Mais influente jornal da capital americana acusa Dilma de estar empurrando Brasil para a beira do abismo ao insistir em permanecer no cargo.





    Em editorial assinado pelo Conselho Editorial, o Washignton Post foi na jugular do governo Rousseff. O editorial abre mostrando que a visita do Presidente Barack Obama à Cuba e à Argentina está longe de ser o evento político mais importante da América Latina no momento. Para o post, o principal assunto do sub-continente é a crise do Brasil, mergulhado no escândalo de corrupção do governo petista ora liderado por Dilma Rousseff.

    (...)"

    http://www.sulconnection.com.br/noticias/2837/ao-se-manter-no-cargo-dilma-empurra-o-brasil-para-abismo-afirma-washington-post

    ResponderExcluir
  10. "cada povo tem o governo que merece" ou "o governo tem o povo que merece".

    Eu não faço parte do povo ignaro nem pertenço a nenhum governo.

    ResponderExcluir
  11. Está sendo divulgado que a OAB do B irá propor o impeachment de Michel Temer com base no mesmo pedido feito pela OAB.
    O mais importante, e que deveria ser motivo de Edição EXTRA em todos os telejornais é o seguinte: a ORCRIM acaba de validar a delação premiada do Senador Delcídio Amaral!
    Sim, pois se vão utilizar os mesmos argumentos para o pedido de impeachment da Dilma protocolado pela OAB, então estão considerando totalmente verídica a parte que se refere à delação de Delcídio!
    Não tem como fugir da lógica!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.