Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 9 de março de 2016

A bolha imobiliária está no chão!

Crédito da imagem: Estadão

Eita, governo desastrado esse! A Caixa Econômica Federal, anunciou ontem, terça-feira, dia 8, uma série de medidas para estimular o mercado imobiliário. Uma das medidas é o aumento do teto de financiamento de imóveis usados para R$ 650 mil a R$ 750 mil, conforme o estado da federação. A outra medida se refere ao comprometimento do mutuário de 50% para 70% no setor privado e de 60% para 80% para funcionários públicos.

Publicidade:  e-book :  Uma nova matriz econômica

A notícia já veio tarde. O mercado imobiliário está completamente desaquecido, após anos de crescimento acima do crescimento do PIB. Este blog fez várias matérias sobre a existência da "bolha imobiliário" no auge da alta do mercado imobiliário. Como sempre, à época não fomos bem compreendidos pelos leitores. Enfim, a bolha imobiliária estourou, há algum tempo.

O fato é que o mercado imobiliário está no "chão". No ano de 2015, segundo as notícias de grande imprensa, houve mais de 40% de desistência, na entrega dos imóveis, na cidade de São Paulo. O mercado tem mais oferta do que a demanda. As desistências de compra  na ocasião das entregas, somam-se às ofertas de outros tantos imóveis novos que estão entrando em ofertas. 

A notícia de aumento do teto dos valores dos imóveis em financiamentos e aumento de comprometimento dos eventuais mutuários, vem no momento em que há forte retração da demanda, acompanhando a recessão que o País atravessa e não vê melhora do quadro no futuro próximo. Há contínuo aumento de desemprego que inibe os possíveis compradores a se comprometerem em investimentos de longo prazo, como imóveis. Para agravar mais  ainda a situação o número de pessoas inadimplentes no crédito, se aproxima de 60 milhões de pessoas, para uma população economicamente ativa de pouco mais de 100 milhões de pessoas. 

Os empresários do setor de moradias que põem as barbas de molho, porque a reativação do setor imobiliário não acontecerá no horizonte de curto prazo! Os eventuais compradores de imóveis para habitação, que façam uma boa escolha e comprometer a renda com muita cautela. A crise econômica brasileira, não terá mudança radical no curto prazo, mesmo que a presidente Dilma venha ser cassada ou ele própria renunciar ao cargo. Quem escreve é atua, também, no setor imobiliário. 

A bolha do mercado imobiliário está no chão!

Ossami Sakamori
















12 comentários:

  1. Esse DESgoverno maldito quer que a população se endivide ainda mais. Não está preocupado em adotar medidas que realmente impulsionem a economia. E cadê o dinheiro que a CAIXA investiu no Panamericano? Pelo amor de Deus, quando nos livraremos desse mal?

    ResponderExcluir
  2. PT pressiona Lula a aceitar ministério e 'escapar' de Sérgio Moro
    Apesar da pressão, Lula tem feito um diagnóstico positivo sobre a ação da Lava Jato que o levou a prestar depoimento de forma coercitiva

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está sendo pressionado a assumir um ministério no governo Dilma Rousseff. Mas, até agora, ele resiste. Com o avanço da Lava Jato, aliados de Lula dizem que ele precisa de foro privilegiado porque, segundo eles, do jeito que a operação caminha, o petista pode ter a prisão decretada. O assunto foi tratado na noite de terça-feira, 8, em reunião de Lula, Dilma e ministros, no Palácio da Alvorada.
    Se Lula ocupar um ministério, eventual pedido de prisão precisa ser autorizado pelo Supremo Tribunal Federal e o ex-presidente não ficará nas mãos do juiz Sérgio Moro, que conduz a Lava Jato na 1ª instância. Para petistas, é claro o objetivo da operação de atingir Lula e o PT, além de jogar combustível no impeachment de Dilma.

    "Aumentou no PT a pressão para que Lula assuma um ministério, para tentar também esboçar uma reação do governo às arbitrariedades que estão ocorrendo", afirmou um amigo do ex-presidente. Lula não quer aceitar nenhum cargo no governo sob o argumento de que isso passaria a impressão de confissão de culpa. Em agosto do ano passado, o PT já o havia sondado para ocupar um ministério.

    Diagnóstico

    Apesar da pressão, Lula tem feito um diagnóstico positivo sobre a ação da Lava Jato que o levou a prestar depoimento de forma coercitiva na sexta-feira, 4. "A partir de agora, se me prenderem, eu viro herói. Se me matarem, viro mártir. E, se me deixarem solto, viro presidente de novo", disse Lula a mais de um interlocutor. O petista chegou na tarde de terça-feira a Brasília onde se reuniu com Dilma pela segunda vez em quatro dias.

    FONTE: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2016/03/09/internas_polbraeco,521217/pt-pressiona-lula-a-aceitar-ministerio-e-escapar-de-sergio-moro.shtml


    VEJAM O RESULTADO DO JANTAR DO SAPO COM O POSTE NO PALÁCIO ONTEM A NOITE. SE O FATO SE CONSUMAR SUGIRO CHAMAR O MARCOLA PARA ASSUMIR JUNTO UM MINISTÉRIO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior é que segundo o Blog do Kennedy, a pasta seria o Ministério das Relações Exteriores.
      O apedeuta cachaceiro não sabe falar nem português! E outro detalhe: isso será assinatura da confissão de culpa.

      Excluir
  3. Gosto muito de ler o seu Blog,pois suas ideias batem com o que penso. Gostaria de saber o que pensa sobre o pronunciamento do Lula em que ele disse "Se me matarem viro mártir, se me prenderem viro herói e se me deixarem solto viro presidente" será que o povo brasileiro é tão cego para chegar nesse ponto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sapo maldito será Ministro do Inferno e estará acima de tudo e de todos. Quem puder ir embora do Brasil deve fazê-lo o mais rápido possível, pois já somos um país comunista e não temos mais direitos, apesar de quererem mostrar uma imagem de democracia. Todos os países do mundo já sabem da patifaria institucionalizada aqui.

      Excluir
    2. A bolha estourou no Brasil, só faltam diminuirem os preços! kkkkk
      Olha um comentário tão consciente !!!Que tal um rato candidato a presidente, um novo Collor, do qual pouco se sabe a respeito, mas o pouco que se sabe, fora os dois aecioportos, em vez de construir escolas ou hospitais quando governador em MG, construiu um palácio de governo, chamado pelos mineiros de "Palácio dos dez bilhões de reais da Neveslândia"?

      Excluir
  4. Isto é terrorismo de Estado. Essa vira-lata louca deve estar louca e se cagando no Brasil.

    Em 1988, antes de subir à presidência do país, Lula da Silva afirmava: "No Brasil é assim: quando um pobre rouba vai para a cadeia, mas quando um rico rouba ele vira ministro".

    "Dilma pondera oferecer cargo de ministro para livrar Lula da justiça

    Imprensa brasileira escreve que está a ser pensada uma remodelação governamental para permitir ao ex-presidente do Brasil, investigado na operação Lava Jato, deixar de responder ao juiz Moro e passar a gozar de "foro privilegiado".

    A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e o seu Partido dos Trabalhadores (PT) estão a ponderar uma remodelação de governo para incluir Lula da Silva entre os ministros. O ex-presidente do Brasil, investigado na operação Lava Jato, passaria assim a gozar de um estatuto especial perante a justiça, e deixaria de ser investigado pelo juiz que está a descortinar a maior rede de corrupção no país, centrada na Petrobras e noutras grandes empresas públicas.

    O assunto, segundo escreve o jornal Estado de São Paulo, foi tratado numa reunião na noite desta terça-feira que ocorreu no Palácio da Alvorada, sede da presidência em Brasília, entre Lula, Dilma e vários ministros.

    A estratégia é que, se ocupar uma pasta no governo, Lula não ficará nas mãos do juiz Sérgio Moro, que conduz a operação Lava Jato a partir de Curitiba (sul do país). Foi Moro que assinou o mandado para forçar Lula a depor. O mandado foi executado na última sexta-feira, no âmbito da 24ª fase da operação, depois de o ex-presidente brasileiro ter por duas vezes tentado travar o pedido de depoimento da justiça.

    "Aumentou no PT a pressão para que Lula assuma um ministério, para tentar também esboçar uma reacção do governo às arbitrariedades que estão ocorrendo", afirmou um amigo do ex-presidente ao jornal. Lula, porém, estará a resistir à ideia, temendo que aceitar um cargo no governo seja entendido como uma confissão de culpa. Em 1988, antes de subir à presidência do país, Lula da Silva afirmava: "No Brasil é assim: quando um pobre rouba vai para a cadeia, mas quando um rico rouba ele vira ministro".

    (...)"

    http://www.jornaldenegocios.pt/economia/mundo/americas/detalhe/dilma_pondera_oferecer_cargo_de_ministro_para_livrar_lula_da_justica.html

    ResponderExcluir
  5. "COLUNA-Se virar ministro, Lula perde discurso de vítima e pode ter imagem manchada de vez

    SÃO PAULO (Reuters) - A notícia de que Luiz Inácio Lula da Silva pode assumir um ministério da presidente Dilma Rousseff para garantir foro privilegiado e se ver livre das garras do juiz Sérgio Moro é um movimento que pode trazer muito mais prejuízo do que ganhos para o ex-presidente e ainda mais para o atual governo.

    Se a entrada de Lula no primeiro escalão pode livrá-lo efetivamente de uma suposta pretensão de Moro vê-lo atrás das grades, sua consumação tiraria do ex-presidente o discurso de vítima e indignação que usou tão bem na semana passada, após ser levado pela Polícia Federal para prestar depoimento sob condução coercitiva.

    Alvo da fase da operação Lava Jato lançada na última sexta-feira, Lula disse ter se sentido "ofendido", "magoado", "ultrajado" e "prisioneiro". Disse que teria prestado depoimento voluntariamente caso fosse chamado por Moro, como já tinha feito antes.

    (...)

    "Se tentaram matar a jararaca, não bateram na cabeça, bateram no rabo, a jararaca tá viva como sempre esteve", disse Lula, deixando clara a intenção de concorrer novamente à Presidência.

    Depois disso, o ex-presidente teria dito a interlocutores: "A partir de agora, se me prenderem, eu viro herói. Se me matarem, viro mártir. E, se me deixarem solto, viro presidente de novo”.

    (...)

    No caso de Lula, o movimento não seria uma garantia definitiva. Primeiro porque se Dilma sofrer o impeachment, Lula perderia o ministério.

    (...)"

    http://br.reuters.com/article/topNews/idBRKCN0WB2MG?sp=true

    ResponderExcluir
  6. APOCALIPSE


    _____________________________________________________________


    Em café com senadores, Lula acena que assumirá coordenação informal do governo

    No café da manhã com mais de 20 senadores, nesta quarta-feira, 9, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acenou que poderá assumir uma espécie de coordenação informal do governo Dilma Rousseff. Cobrado por vários presentes se iria assumir um ministro na gestão da petista, Lula negou que tenha sido convidado, mas, mesmo se for, não aceitaria essa missão. Ainda assim, ele disse que vai se envolver mais nas conversas políticas com parlamentares e com integrantes do Executivo a fim de superar as crises política e econômica.
    Na conversa de cerca de três horas, segundo relatos obtidos pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, o ex-presidente mostrou-se preocupado com o que considera "fragilidade" atual dos Poderes Executivo e Legislativo. E, mesmo sem citar nominalmente o processo de impeachment, se predispôs a ajudar a gestão Dilma a recompor a base aliada. Ele destacou a importância dos senadores, Casa Legislativa que tem dado sustentação ao governo, nessa tarefa.

    Lula afirmou que não trabalhará para, nos dizeres do anfitrião e presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), "colocar fogo no País". Ele deu sinais de que atuará para distensionar o clima político, tendo em vista a possibilidade de confronto nas manifestações marcadas para domingo, 13, que vão pedir o afastamento de Dilma.

    Sem mencionar a convenção do PMDB marcada para o próximo sábado, 12, em que pode ser discutido o desembarque do governo, o ex-presidente disse que o partido tem papel fundamental nesse processo de melhorar o ambiente político e econômico.

    Uma das cobranças dos presentes a Lula foi a falta de resultados econômicos do governo para ajudar a base aliada a defender o Executivo. Ele admitiu as dificuldades, mas, adotando um tom otimista, disse que uma virada na condução da economia fará rapidamente a atividade ser reaquecida. Defendeu que o governo volte a ofertar crédito para a população e justificou que o Brasil tem um mercado consumidor "gigantesco".

    "Ele (Lula) se colocou como uma pessoa que quer agregar a base", avaliou um dos senadores do PT presentes ao encontro, para quem o ex-presidente até o momento não dá sinais de que quer virar ministro de Dilma.

    Lava Jato

    No caso da Operação Lava Jato, Lula cobrou uma reação dos presentes lembrando que, assim como ele, vários senadores são investigados pela força-tarefa. O ex-presidente foi alvo de uma condução coercitiva na sexta-feira passada e ao todo 13 dos 81 senadores são alvos de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) por suspeitas que envolvem essa ação.

    Conforme mostrou o Broadcast mais cedo, o ex-presidente disse que os investigadores da operação querem, a qualquer custo, prendê-lo novamente. "Estão forçando a barra", reclamou. Ele se disse tranquilo em relação às investigações e afirmou que ao final delas será inocentado.

    Fonte: Estadao Conteudo

    ResponderExcluir
  7. "Lava Jato descobriu onde o Instituto Lula escondeu seus arquivos

    O Instituto Lula tirou nota esta tarde para protestar contra "a Polícia Federal, que exigiu, sob voz de prisão do técnico de informática, a senha do administrador das contas de e-mail @institutolula.org, o que não constava no mandado da justiça, que fazia referência apenas poucas contas de e-mail específicas", tendo assim acesso a todos os emails da instituição e indo "muito além do mandado original". Denunciou mais o istituto: "Mais do que isso. Ontem foi efetivamente violado o sigilo de cinco contas de e-mail, todas sem o respaldo legal de um mandato judicial.

    (...)

    O Instituto Lula não sabe, mas a Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão - até hoje mantido sob sigilo - no número 139 da rua Gonçalo Pedrosa, porque descobriu que o endereço era usado para esconder documentos fundamentais para a investigação.

    O blog O Antagonista, que publica a notícia com exclusividade, informou:

    Foram encontrados lá contratos de prestação de serviço firmado pela LILS Palestras com grandes empreiteiras investigadas na Lava Jato, contratos de câmbio, passaportes diplomáticos de Lula vencidos, boletos e NFs emitidas pelo instituto.

    Chamou atenção dos investigadores, NFs emitidas em fevereiro e março de 2016 em nome de Cleber Batista Pereira Informática ME, por serviços de gerenciamento de contas de e-mail, backup de servidores em nuvem e administração de servidores WEB.

    (...)"

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2016/03/lava-jato-descobriu-onde-o-instituto.html

    ResponderExcluir
  8. O lula não sabe ou finge que não sabe o termo currar, o que está acontecendo com seu amigo valério, o tal que lhe pediu R$ 220 mi para quitar dividas. E olhem que não deve ser brincadeira ser violado por 8 criminosos na cadeia.

    No Dicionário do Aurélio:

    currar

    1.Bras. Pop. Servir-se para fins libidinosos, e/ou cometer estupro contra (mulher ou homem) em parceria com outro(s) criminoso(s).

    Te cuida 9 dedos.

    ResponderExcluir
  9. Tenho pena de quem ainda acredito no "vem pra Caixa , você também". Se caírem nesse outro golpe de financiamento imo biliário da Caixa e desse maldito desgoverno, se atolarão em dívida impagável .

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.