Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 13 de março de 2015

Por que o dólar dispara ?


O dólar disparou hoje e fechou cotado a R$ 3,26. A cotação é maior cotação desde 2 de abril de 2003, no primeiro ano do governo Lula. É certo que neste período houve inflação, portanto não será correto fazer avaliação sem considerar o poder de compra da moeda moeda americana neste período. Em tese, o mesmo valor nominal significa que a cotação corrigida está abaixo do valor da data referência.

Existe várias explicações para a disparada do dólar. O mercado financeiro fala especificamente na possibilidade de FED (Banco Central americano) elevar os juros dos seus títulos para frear o crescimento econômico do País. Eu disse frear o crescimento. Atualmente, o Tesouro dos EEUU paga para aplicações de curto prazo 0,25% ao ano. Se retomar aos patamares praticados antes da crise financeira mundial deverá retomar os juros de 2,5% ao ano. 

Os agiotas internacionais vão preferir aplicações de 2,5% em moeda forte do que aplicar em juros reais de um país emergente 5,5% ao ano num pais emergente como o Brasil em recessão. A fuga dos capitais estrangeiros é o motivo principal para repentina elevação da cotação do dólar. Não há força que segure esta elevação da cotação.

Outra explicação para disparada do dólar é o agravamento do quadro da economia do Brasil, que mostra cada vez mais claramente apontando para recessão neste ano. Estou reajustando a expectativa de recessão do PIB em 2,5% ante 2% da previsão anteior.

Sob o ponto de vista do investidor e especulador estrangeiro, o Brasil deixou de ser país atrativo para investimentos. Pelo contrário, o Brasil passou a ser não mais o "pato manco", mas o "patinho feio" dentre os países emergentes. Entre os países emergentes, a China está no topo da lista com crescimento de 7,4% ao ano. Tão feio quanto ao Brasil é a Russia que vive crise devido ao boicote comercial por conta da disputa de domínio do leste da Ucrânia e o preço internacional do petróleo em queda.  

No entanto, há necessidade de cautela nas aplicações de títulos atrelados ao dólar no médio prazo. Em 15 de fevereiro a minha previsão é que o dólar iria fechar na cotação de R$ 3,20. Bem, a cotação já foi ultrapassado hoje. No entanto, não podemos descartar a possibilidade de intervenção do Banco Central no câmbio, queimando parte da reserva ou mesmo ampliando a aplicação em swap cambial tradicional. Eu diria que o ponto de estabilidade do dólar deve estar em torno de R$ 3,50. Poderá eventualmente alcançar em algum momento patamar de R$ 3,75.

Acautelem-se nas aplicações em dólar nos patamares acima de R$ 3,75. A cotação é previsto como aceitáveis pelos grandes operadores do mercado internacional, sendo previsto como máximo aceitável para a conjuntura.  O resto é especulação. Na especulação tem gente que ganha e tem gente que perde, ambos são protagonistas do mesmo jogo.

Estaremos atento para informar aos leitores a tendência do dólar nos próximos meses ou dias. Num quadro caótico que encontra a economia do País, é difícil prever a escalada do dólar com precisão. Se o fizesse estaria sendo irresponsável. 

Ossami Sakamori




4 comentários:

  1. Parabéns. Essa matéria sobre cotação do Dólar muita gente desconhece, por isso ser muito importante esses esclarecimentos a respeito. Um ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  2. O pessoal do agronegocio,pecuaristas, imobiliaristas e os especuladores de plantão,estão rindo à toa.Quem ganha em real,também.

    ResponderExcluir
  3. Para os corruptos , a situação político-econômica do extinto Brasil nunca foi tão boa.Fortunas se multiplicam,de um dia para outro e o povo se f...

    ResponderExcluir
  4. O dólar dispara porque aqui é a terra da especulação,onde lixo vira ouro do dia para a noite(que o digam os imobiliaristas),fazendo fortunas por conta dos incautos.Fazem leis de,para folgados,oportunistas se locupletarem.País que não consegue fabricar uma bicicleta,mas é berço de abutres...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.