Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Vou de furacão Aécio!


Furacão Aécio retomou a sua campanha rumo à presidência da República, ontem, na cidade de São Paulo visitando obras da construção civil para homenagear todos trabalhadores do País.  Contou com o apoio importante do Geraldo Alkmin, reeleito para governador de São Paulo e com a articulação do Paulinho da Força Sindical, também, presidente do Partido Solidariedade, que compõe sua base de apoio desde o registro da sua candidatura no TSE.

Assim será sua campanha para presidência da República, prestigiando primeiro os apoiadores das primeiras horas. Assim, aprendeu do seu avô Tancredo Neves. Aécio Neves é antes de tudo homem decente que não se curva aos encantos de promessas.

Ontem mesmo, recebeu o apoio do PPS, sem condicional. O apoio lhe foi dado unilateralmente, acreditando na mudança proposta pelo candidato Aécio Neves. Postura correta do presidente do PPS, Roberto Freire, de quem não esperava outra atitude.

Igualmente, a família do falecido Eduardo Campos, capitaneada pela Renata Campos e seus filhos, já declaram apoio irrestrito do PSB de Pernambuco, independente do posicionamento pessoal da Marina Silva. Renata Campos fez o governador de Pernambuco contra o candidato da Dilma Rousseff, o senador Armando Monteiro. Elegeu com sua força o Paulo Câmara para o governador de Pernambuco em primeiro turno. 


Os diretórios regionais do PSB, em sua maioria, com exceção do diretório de Paraíba, vai confirmar o apoio ao Aécio Neves, na reunião que realizará, hoje, em Brasília com presença da Renata Campos. Embora, o Roberto Amaral que era vice-presidente do PSB, em exercício no cargo de presidente do partido em função do falecimento do Eduardo Campos, nutra simpatia e afinidade pessoal com o presidente Lula, deve se curvar à decisão da maioria dos diretórios do PSB, 23 entre 27.

A executiva do ainda embrião Partido Sustentabilidade declarou ontem que não se opõe à Marina Silva apoiar o Aécio Neves, centrado em alguns pontos, inegociáveis, da Marina Silva. Marina Silva, em seu site oficial, diz declarar o seu apoiamento no dia de amanhã. Curiosamente, Marina Silva, na condição de perdedora do primeiro turno, pratica a "velha política" do "toma lá, dá cá". Impõe condições para em troca de engajar-se na campanha do Aécio Neves.

Com igual tempo de televisão e igual exposição pela mídia nacional e internacional, essa altura do campeonato o apoio pessoal da Marina Silva, vai ficando no calendário passado. O importante apoio vem da Renata Campos, viúva do Eduardo Campos, como uma nova liderança política no cenário nacional, querendo ou não.  Marina Silva, perdeu oportunidade de se firmar como nova liderança política.

O País terá dois candidatos. Uma das candidatas será a Dilma Rousseff, membro da facção criminosa que assalta os cofres públicos e Aécio Neves, membro da tradicional família de político honrado.  O embate será entre ambos, independente dos apoios que irão receber ao longo da campanha.  Você decide. Dilma Yousseff da facção criminosa ou Aécio Neves, o furacão azul.




Vou de furacão Aécio!

Ossami Sakamori



6 comentários:

  1. Aécio Neves na cabeça !

    ResponderExcluir
  2. Gostei:

    Você decide. Dilma Yousseff da facção criminosa ou Aécio Neves, o furacão azul.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não teremos nova chance.
      Se você não está gostando do que está acontecendo,tenha coragem e vote (novamente) em Aécio (45).
      É agora ou nunca mais.
      Não reclame,aja.
      Seja um multiplicador dessa idéia.

      Excluir
  3. Aécio Neves, a salvação do nosso Brasil, do comunismo.
    Vou também de Aécio 45.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.