Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Dilma não tem legitimidade para ocupar presidência da República.


Presidente Dilma Rousseff foi proclamada pelo TSE como presidente da República para governar o País nos próximos 4 anos. Quanto ao processo eleitoral, embora na minha opinião eivado de fraudes, como não houve contestação pelo candidato oponente, ela é legalmente chefe da Nação nos próximo mandato. 

No entanto, a presidente Dilma foi eleito em 2010 utilizando-se do dinheiro caixa 2, proveniente do esquema 3% do DNIT para os aliados políticos.  No caso do DNIT, ela própria na condição de chefe da Casa Civil autorizou a operação de financiamento da campanha via caixa 2, diretamente ao ministro Alfredo Nascimento, que por sua vez autorizou o Luis Antonio Pagot, direto do DNIT a contratar obras no valor de R$ 20 bilhões. As obras por conta do superfaturamento acabaram saindo por R$ 46 bilhões, consequentemente, a propina movimentada foi de R$ 1,4 bilhão. 

Os depoimentos do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, o "Paulinho" e do doleiro Alberto Youssef, revelaram que houve propina de 3% sobre as obras da refinaria Abreu e Lima, que estimado gira em torno de R$ 1,2 bilhão.  Ainda, segundo os delatores, a propina beneficiou os membros dos partidos da base aliada, PT, PMDB e PP.

O assunto das propinas do DNIT começou e terminou com as demissões do ministro Alfredo Nascimento e do diretor do DNIT. O Procurador Geral da República Roberto Gurgel, mandou arquivar o inquérito, apesar de todas evidências. Tolerância "zero" da Dilma é vergonhoso! Todos estão "soltos" !

O assunto da propina da Petrobras, apesar das delações premiadas, todos os parlamentares e a própria Dilma são beneficiários dos R$ 1,2 bilhão. O processo dos parlamentares da da Dilma será julgado pelo ministro Teori Zavascki do STF. O processo, certamente, vai demorar tanto quanto demorou o "mensalão", isto é 5 anos. Daqui a 5 anos, Dilma já teria terminado o próximo mandato.

Se o Brasil fosse país sério, a presidente Dilma já teria renunciado, de vergonha do que acontece no seu governo. Lembrando que presidente da Alemanha renunciou por conta de má uso de US$ 1 milhão. Há muito tempo atrás, o primeiro ministro japonês Kakuei Tanaka, renunciou ao cargo e posteriormente foi processado por propina de US$ 160 mil. 

As propinas das eleições da Dilma de 2010 e 2014, totalizam em R$ 2.600.000.000,00 (dois bilhões e seiscentos milhões  de reais). 

Pelas condições expostas, afirmo que a Dilma Rousseff não tem legitimidade para ocupar o cargo de presidente da República. Se tiver um pouco de vergonha na cara, deveria renunciar ao cargo de presidente, como fazem os políticos de países desenvolvidos. Ou estamos na republiqueta de 5ª categoria?

Ossami Sakamori





9 comentários:

  1. Senhor Ossamo Sakamori

    Houve fraude total e a nivel institucional.

    Neste link estão volumosas provas.

    Estas eleições não têm legimidade. Têm de ser obrigatoriamente anuladas, senão que credibilidade, seriedade e legimidade pode transmitir o Brasil no palco da diplomacia internacional?

    Falando grosseiramente: somos o olho do cu da ditadura soviética ou petista.

    Assim não!

    http://portrazdamidiainternacional.blogspot.com.br/2014/10/arquivo-da-tag-urna-eletronica.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar da expressão pouco convencional para ser escrita (embora seja rotineiramente falada),é a melhor definição do Brasil,hoje.
      Essa cambada vai se perpetuar e,logo,vão procurar nossas cabeças e chupar nossos cérebros para que fiquemos como os patrícios zumbis,que não merecem o nome de brasileiros (traidores do futuro de nossas famílias,cujos descendentes serão pó,em poucos anos).
      Com a manipulação que fazem,nem precisam de nossos votos(é só uma encenação para mostrar ao mundo que somos uma democracia).
      PQP...

      Excluir
    2. Vcs que são bobos em não investigar a honestidade do dono desse blog. É só ir no Google e colocar o nome dele. Ele não pode cobrar honestidade de ninguém. Enquanto isso, manipula inocentes ignorasntes da classe merda nacional.

      Excluir
  2. COMO ELA NÃO POSSUI MORAL, HONRADEZ E INTEGRIDADE, JAMAIS RENUNCIARÁ AO CARGO DE PRESIDENTE.PARA MIM, ESTAMOS NUMA REPUBLIQUETA SEM CATEGORIA ALGUMA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa má-dama não serve para ser nem síndica de prédio de 2 apartamentos...
      E seu mentor,que nunca trabalhou na vida e amealhou bilhões em poucos anos...

      Excluir
  3. Pessoal! vamos olhar por outro ângulo essas eleições! Bem, se Aécio ganhasse ele teria que obrigatoriamente tomar medidas drásticas e impopulares para conter a inflação. Teria que manter essas bolsas família; presidiário.....autorizar reajuste de preços que está represado e por aí vai. O que iria acontecer? Ele fatalmente nem elegeria um sucessor em 2018 porque o PT iria acusá-lo de sacrificar os pobres e ter o governo pior do que o da Dilma e Lula teria um prato cheio para voltar com força. Agora, a bomba vai estourar no colo de quem armou, ou seja na Dilma. Se trocarem essas urnas do capeta, Aécio ganha em 2018 do Lula porque Dilma fracassará mais uma vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas viver nesta paz pôdre, também não dá, Sr.Daniel Camilo.

      Excluir
    2. Se correr o bicho pega.
      Se ficar o bicho come.
      E aí?Fazer o que?

      Excluir
  4. TEMOS UMA SAIDA PRA VIRAR DE PONTA CABEÇA NOSSO PAIZ. VAMOS DEVOLVER O BRASIL A SEUS LEGITIMOS DONOS A FAMILIA REAL. O PRINCIPE LUIZ GASTÃO ORLEANS E BRAGANÇA, ESTA AI PRONTO A ASSUMIR O QUE É DE SEU DIREITO.. A COROA DA MONARQUIA BRASILEIRA. E RESGATAR O RESPEITO QUE SEMPRE O PAIZ TEVE PERANTE O NOSSO MUNDO. E O REGIME MONARQUICO QUE DEU TÃO CERTO NO PASSADO E CONTINUA AINDA HOJE. NA INGLATERRA, ESPANHA, MONACO,HOLANDA, JAPÃO,SUÉCIA,BELGICA,ETC.EIS UMA DECLARAÇÃO SUA; #NO BRASIL DE HOJE HÁ UM PROFUNDO DESCONTENTAMENTO, PATENTEADO AQUI NAS RECENTES E SUPREENDENTES MANIFESTAÇÕES DE RUA,UM GRANDE ANSEIO POR AOLGO DIFERENTE, ALGO MELHOR, ALGO QUE JÁ EXISTIU E QUE PERDEMOS.@

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.