Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 12 de abril de 2018

STF decide que Palocci permanece preso

Crédito da imagem:  Estadão

O Supremo Tribunal Federal negou o Habeas Corpus impetrado pelo Antonio Palocci, preso preventivamente desde setembro de 2016. O resultado da decisão contou com 7 votos contra a concessão de Habeas Corpus e 4 votos a favor.  Ganhou o movimento das redes sociais, mais uma vez.  

Só para lembar, o Antonio Palocci foi homem de confiança do ex-presidente Lula da Silva. Foi o Antonio Palocci que montou o ministério do primeiro mandato da Lula. Palocci foi ministro de Fazenda do governo Lula. Deixou o cargo de ministro pela atrapalhada no caso que ficou conhecido pela quebra de sigilo bancário, sem devido processo legal, do jardineiro Francenildo. 

Palocci foi coordenador da campanha da Dilma para o primeiro mandato.  A proximidade com a Dilma vem desde o início do governo do PT, quando o Palocci convidou a Dilma para compor a equipe de transição. Dilma foi nomeada ministra de Minas e Energia. A campanha do primeiro mandato da Dilma foi tocada pelo trio que ficou conhecido como "três porquinhos".  Faziam parte da campanha da Dilma, o próprio Palocci e dois indicados pelo Lula, o Fernando Pimentel e Eduardo Dutra.  Do trio, o Eduardo Dutra faleceu acometido por doença e Fernando Pimentel é atual governador de Minas Gerais. 

A votação de hoje no Supremo Tribunal Federal contou com os votos contrários à concessão de Habeas Corpus, os cinco ministros mais recentes nomeados mais o voto do decano Celso de Mello. Contou também com o voto da presidente do Supremo, a ministra Carmen Lúcia. Com decisões das últimas sessões, está ficando cada vez mais clara a posição dos recém chegados, além da posição da presidente do Supremo favorável ao Lava Jato, que tem votado em bloco.

Respeitando o ditado popular de que decisão da Justiça não se comenta, seguirei a risco.

Ossami Sakamori


Um comentário:

  1. Além da língua, o resto continua preso. Esse "italiano" tem que entregar a rapadura do sistema financeiro. Tá com muito nhém nhém nhém
    Fala logo seu fela ...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.