Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 6 de junho de 2017

Quero meu Brasil de volta!



Fico muito triste com o que está acontecendo com o meu País, sobretudo nas últimas semanas.  O Palácio do Planalto, de onde o povo espera que saiam as medidas que apontem saída para a pior crise econômica dos últimos 100 anos, o que se vê é um presidente da República transformá-lo numa verdadeira "casamata", ou num verdadeiro "bunker", para defender-se dos supostos crimes cometidos no exercício do poder. 

Não me lembro de, como eleitor que não elegeu a chapa Dilma/ Temer, ter dado "procuração em causa própria" para defender interesses pessoais, seja de foro pessoal ou para atender interesses do seu grupo político. Não me lembro que a Constituição da República tenha dado autorização para um presidente da República utilizar-se do Palácio do Planalto para praticar o mais vis do crime de ladroagem dos cofres públicos.

Nas últimas duas semanas, o que se vê é um presidente da República transformar a estrutura do Poder Executivo para a defesa dos seus interesses privados. Após o episódio do "grampo" efetuado pelo empresário estelionatário do ramo de carnes, o presidente da República nomeia para o Ministério da Justiça um amigo pessoal para cuidar da defesa dos seus crimes comuns, o de recebimento de propinas, praticados no exercício dos cargos que ocupou.  

O presidente da República, utiliza-se de avião presidencial com todos os custos pagos pelo contribuinte, para deslocar-se para manter reunião com o seu advogado e conselheiro em São Paulo. Nada, nada, são R$ 250 mil de despesa de deslocamento do avião presidencial e de equipe de segurança. É pouco dinheiro, diante dos R$ bilhões subtraídos dos cofres públicos por si e pela sua antecessora, a quem deve o cargo de presidente da República. 


Tanto quanto a presidente anterior, a Dilma Rousseff, o atual presidente Michel Temer, se acha o dono do cargo de presidente da República. Vamos lembar que o cargo de presidência da República pertence ao povo brasileiro. Os presidentes em exercício estão no poder para prestar serviços à nação e ao povo brasileiro. Os presidentes da República não são eleitos para defender os interesses próprios. Só é assim, nas ditaduras de republiquetas. 

Como tantos ditadores de republiqueta de quinta categoria, o presidente da República Michel Temer se comporta como tal, com toda soberba e auto aclamação das suas qualidades pessoais. Como ditadores das republiquetas, o presidente Michel Temer afirma que "não sai do cargo", como que de seu direito fosse a permanência no cargo a qualquer custo. 

Nada de solução simplista como intervenção militar como querem alguns desavisados, que querem terceirizar a transição do governo. As instituições da República, embora fracas, estão em pleno funcionamento. Dá trabalha, dá! Não tem solução simples para uma situação complexa. Vamos enfrentá-la de frente, com coragem. 

Vamos torcer que as Instituições da República funcionem para colocar o presidente Michel Temer fora do cargo da presidência da República, o quanto antes possível.  O povo brasileiro não aguenta mais esta situação de permanente crise política e econômica. Que o Congresso Nacional e o Poder Judiciário cumpram os seus deveres previstos na Constituição da República.  É o mínimo que o povo brasileiro espera deles. Eu, também. 

Quero meu Brasil de volta!

Ossami Sakamori



9 comentários:

  1. Quando pequeno, em determinada ocasião, fui ajudar meu avô a matar um enorme pato para ser servido nas festas de final de ano.
    A mim coube segurá-lo enquanto meu avô cortava o pescoço. Ocorre que sendo garoto não tive muita força o pato escapou e saiu andando batendo em tudo que havia na sua frente até cair morto definitivamente.
    Quando leio matérias como essa, falando da nossa situação, sempre me lembro desta minha experiência da infância.

    ResponderExcluir
  2. Numa sala de esperas da vida li um artigo de Ossami Sakamori escrito em Março de 2014 na revista Graxaria Brasileira. Naquela epoca já deninciandi as maracutaias Lula/Dilma x BNDES x JBS. Parabéns por se manter digno, honesto e combativo. Carrego comigo a forte certeza de que vamos vencer simplesmente por existir brasileiros assim.

    ResponderExcluir
  3. Lamentavelmente, o Brasil não é um país sério, fruto de políticos corruptos (desde sempre), que fingem fazer oposição e tudo não passa de circo, montado para fazer de conta que temos um país. Muita postergação de soluções, dado que à ninguém interessa ter uma pátria (a pátria dos corruptos é o dinheiro...). Muita promessa, muitos salvadores da pátria e a pátria não sai do nível das republiquetas de última categoria. Dá para ter orgulho disso tudo? Vergonha e mico internacional.

    ResponderExcluir
  4. Se depararmos com uma grande parede clara e nela for pintado um pontinho escuro, ao olharmos para essa parede o que nos chamará a atenção é o pontinho escuro. Uma parede grande e focamos no pontinho escuro? É, porque destoa parecendo estar no lugar errado. Assim são os corruptos no Brasil. O País é imenso e só vemos os corruptos. Mas são bastante os corruptos! Mesmo assim são como um ponto escuro na grande parede clara. O Brasil é maior que a corrupção. Depende de todos nós limparmos a parede em 2018!

    ResponderExcluir
  5. Eu acredito que hoje as ferramentas para mudar tudo isso estão ao nosso alcance. A participação nunca foi tão fácil. Antes não tínhamos voz. Agora podemos participar de votações via Twitter!!! Mandar emails a deputados, senadores. Os políticos temem o público. O mal feito depende da privacidade. Só que hoje tudo vem a público e as pessoas estão se manifestando explicitamente. Também as condenações impostas por Sérgio Moro deram ânimo e esperança. E as pessoas estão entrando nesse benéfico círculo vicioso de participar da vida da nação. É um longo e árduo caminho. Mas estamos mais preparados. Saudações a todos. #EuApoioALavaJato

    ResponderExcluir
  6. Tudo parece dominado e articulado para que o povo seja sugado pelo vampiro-mór até a última gota. Os fatos são orquestrados nesse sentido. SMJ.

    ResponderExcluir
  7. Só tem um jeito de nos livrarmos desses comunistas:
    Declaramos guerra aos EUA e logo em seguida nos rendemos.
    Isso posto, seremos, de fato e de direito, colônia americana e o povo seria escravo de um só dono...ao menos ganharia em dólares...

    ResponderExcluir
  8. O PT errou muito, mas essa ORCRIM tomou de assalto a democracia brasileira.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.