Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 20 de março de 2017

Jantar do Temer não era Friboi !

Crédito da imagem: Estadão

O assunto sobre a Operação Carne Fraca da Polícia Federal não tem muito mais o que comentar. Só mesmo alguns pontos para demonstrar que o País é de improviso e demonstra característica típico do terceiro mundo. Realmente, o Brasil está localizado no hemisfério sul, acabei de crer. Ainda bem que a picanha servido no jantar de ontem não era Friboi. 

A estatística apresentada pelo presidente Temer numa reunião entre empresas e produtores ligados a pecuária brasileira, foi estarrecedor. Presidente Temer quis minimizar o efeito da Carne Fraca dizendo que "apenas" 21 frigoríficos estão sob "suspeita", dentre mais de 4 mil estabelecimentos. Questão de "higiene alimentar" ter 1 frigorífico em investigação já abalaria a estabilidade de um governo se tivesse acontecido em países do primeiro mundo. "Apenas" 21 frigoríficos foi demais para minha conta.

O ministro Blairo Maggi, na entrevista que eu assisti pessoalmente, criticou a atuação da Polícia Federal, sem que o Ministério da Agricultura fosse "avisado". Bem, sobre este tema, não vou comentar. O que ministro sugere que em qualquer investigação, o investigado seja avisado previamente. Coisa da cabeça do ministro e empresário do agronegócio. 

A última consideração é sobre o jantar oferecido para os embaixadores dos países importadores de carne bovina brasileira. A churrascaria em questão é uma casa especializada em "carnes importadas". Segundo apurou o jornal Estadão, os funcionários foram unânimes em afirmar que as carnes servidos naquele estabelecimento são todas importadas. Ainda, segundo Estadão, o dono do restaurante teria informado ao jornalista da casa que a "picanha" servida no jantar era do Frigorífico Minerva. Ah, bom! Não foi picanha Friboi. 

Por fim, a foto tirada com os funcionários da churrascaria, a mim lembra, não sei porque, a foto do Sérgio Cabral em Paris, na famosa "dança dos guardanapos". Espero que a foto do topo não traga maus augúrios para o setor agro-pecuário e nem ao presidente Temer. 

Ossami Sakamori

4 comentários:

  1. Imagino é a caganeira que está todo esses puxa-saco que foram obrigados a comer carne podre.
    O consumo de papel higiênico hoje será uma fábula...

    ResponderExcluir
  2. Ah, então é desta forma que cortam na própria carne. Pensei que era apenas retórica!

    ResponderExcluir
  3. Cambuta de filhos da pada...

    ResponderExcluir
  4. Kkk...! É uma piada atrás da outra. Depois querem ter alguma credibilidade.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.