Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 23 de março de 2017

JBS e BRF. O epílogo.

Crédito da imagem: Veja

Nesta semana, as primeiras páginas da grande imprensa estampam as propagandas de principais empresas envolvidas na Operação Carne Fraca da Polícia Federal. Isto acontece depois que a Rede Globo e maior parte da imprensa deram destaque à Operação da PF que investiga os maiores frigoríficos do País. A culpa do "estardalhaço" recaiu sobre a Polícia Federal, que a meu ver, fez a entrevista coletiva para a imprensa, como de praxe. 

Não vi "estardalhaço" nenhum na entrevista, que eu assisti pessoalmente e ao vivo na televisão. Quem fez o "estardalhaço" foi a própria grande imprensa. Deu no que deu, a imprensa deu o tiro no pé. Os envolvidos na Operação da Polícia Federal eram os principais anunciantes da grande mídia. A Operação, segundo Polícia Federal, não só envolve a saúde pública, mas a costumeira "corrupção".

Desde terça-feira, a grande imprensa, ao contrário do que fez na sexta-feira, esforça-se em acusar a Polícia Federal pelo "estardalhaço" e tirar a culpa ou responsabilidade de si própria e tirar sua da "reta", como é dito no "popular". A grande mídia percebeu o equívoco cometido. A grande mídia estava fazendo campanha contra os seus maiores clientes. 

Parece que o "estardalhaço" teve bons resultados, as empresas investigadas estampam nas primeiras páginas da grande mídia, os anúncios de marcas dos grupos empresariais JBS e BRF. Nada como um dia atrás da outro. Neste interregno de tempo, a grande imprensa foi comprada para silenciar sobre o assunto "Carne Fraca", que está mais para "Carne Podre". 

Curiosamente, também, o Frigorífico JBS pôs um comercial no principal canal de comunicação, You Tube, mostrando uma foto de "picanha" produzido, com data de validade de 2013. Claro, sabemos que foi erro cometido pelo Departamento de Marketing daquele Frigorífico. Isto, apenas demonstra o "desespero" dos Frigoríficos em justificar-se perante o consumidor brasileiro sobre a idoneidade dos produtos. Pergunto: Por que não teve o cuidado em "higiene sanitária" antes? 

Da Operação Carne Fria ou "Carne Podre" (meu sic), perdeu as empresas envolvidas e perdeu o País, pela perda do mercado internacional, no momento que o País mais precisa de divisas para fechar a Balança de Pagamentos. Mas, ganhou o consumidor brasileiro que merecem o devido "respeito" por parte dos grupos empresariais. Curiosamente as empresas citadas são os maiores financiadoras da campanha eleitoral da chapa Dilma/Temer em 2014. Nem é preciso desenhar, as empresas tem "costa quente". 

Em menos de 48 horas, a Polícia Federal passou de "herói" para "vilão". Foi o tempo necessário para grande mídia assinar contratos R$ milionários de publicidade com as empresas envolvidas. Para a grande mídia, o que importa é o "plim$-plim$". Saúde pública? Que saúde pública? Quem manda no País, só come carne importada! 

O povo? O povo que se lasque! O povo está entretido com o Big Brother da vida, acomodado no sofá e comendo linguiça de "cabeça de porco". 


Ossami Sakamori

8 comentários:

  1. Dinheiro é o diabo. A total falta de patriotismo de nossos meios de comunicação, provam que dinheiro está acima de tudo. Até de nossa saúde...
    Se fosse nos Estados Unidos, como esse assunto seria tratado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fosse nos Estados Unidos, estariam em prisão perpétua, com absoluta certeza.
      Cambuta de filhos da pada...

      Excluir
  2. Essa operação da PF deveria se chamar "carne podre". Agora, quem está comemorando são os vegetarianos e os vegões ou vegans? sei lá! Pois eles(as) não comem carnes. Eu, depois que vi no açougue de um supermercado uma mosca voando e para infelicidade(ou felicidade) minha vi várias larvas da mosca se movimentando nas carnes, nunca mais consegui comer carne. Não consigo porque lembro da cena do açougue. A única exceção é quando compramos frango ou peixe vivos e matamos e preparamos em casa, aí sim, saboreio com vontade pois nesse caso,...... a carne é fraca.

    ResponderExcluir
  3. Na verdade o que tem de "empresários bandidos" nesse país é uma grandeza.
    Hoje inventam mil desculpas porque foram pegos, mas de quanto tempo a população vem comendo produtos estragados e contaminados para aumentarem seus lucros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carne podre, leite gosmento, cachaça de ETA NÓIS, remédios falsificados, produtos com peso falseado, políticos honestos. Aaaffff !

      Excluir
    2. É verdade! E quando são pegos ficam tudo "oriçados" e a culpa é dos delegados e promotores públicos que cumpriram corretamente com suas finções. Está tudo de "ponta cabeça" nesse país. Todos os valores estão invertidos por causa dessa "politicalha canalha e bandida".

      Excluir
  4. Há uma enxurrada de besteirol em textos e comentários sobre a operação Carne Fraca em meio a fatos tão sérios e importantes.
    Besteirol a mais, então, vamos gritar: A CULPA É DO LULA !!! > KKKKKK ...

    A PF deveria ter tido o zelo de como tornar público as informações; ela errou e errou muito e deu a oportunidade a parte PODRE deste país que é Grande-Mídia (grande no tamanho e poder, não na ética) de lesar a pátria, de fazer mal e depois vender o remédio e ganhar com o caos dos outros; se foi erro apenas da mídia então porque a PF ou MPF não haje contra os prejuízos??? ... O pior é que fica por isto mesmo, pois poucos são parceiros e muitos são reféns desta mídia nociva a pátria; há um acovardamento geral, inclusive do povo dito esclarecido a qual faço parte... Mesmo sem concordar com tudo, pelo menos neste foro o autor é muito corajoso... (palmas)

    ResponderExcluir
  5. Será que o apedeuta cachaceiro está preparado para sentar na Var do Moro?

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.