Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Temer em 2017 é um temor!



Michel Temer é um presidente mágico. Temer faz maravilha! Tudo que ele fala tem duas faces, a realidade e a fantasia . Temer é um político matreiro, igual a um velho político que engana a população. Temer é um político querendo imitar o estilo popular do Juscelino ou do Jânio, sem ter o mesmo carisma de ambos. Temer engana a si próprio e fica feliz com o desenho do seu País de fantasia. 

Temer viveu à sombra da Dilma nos longos 5 últimos anos do governo. Diz ter vivido o período, apenas, como figura decorativa, o cargo de vice-presidente. Nesse período de 5 anos, pertencendo à mesma chapa da Dilma, nunca manifestou sua contrariedade à política econômica da titular do cargo.  É de estranhar que "de repente" venha acusar a Dilma de ter colocado o Brasil no buraco. Se não reclamou antes, é porque concordava com a política econômica, presumo. 

O projeto mais importante do seu mandato, nesses últimos 7 meses, foi a aprovação do PEC 241, denominado de teto dos gastos públicos. Ele enganou a população afirmando estar aprovando o PEC para limitar até  o limite que se arrecada. Ledo engano! O PEC 241, pelo contrário, autoriza o Executivo a emitir "títulos da dívida pública" para cobrir os "rombos" até o limite dos gastos de 2016 (com rombo de R$ 170,5 bilhões). O PEC 241, sepultou de vez a Lei de Responsabilidade Fiscal de 2000, que previa a cobertura dos gastos públicos, incluindo pagamento de juros da dívida pública, apenas com a receita de impostos e contribuições. Temer enganou a população, como se o PEC 241 fosse solução para todos problemas do País. 

No apagar das luzes deste ano, Temer anunciou os "pacotes de bondades", com liberação da parte dos recursos do FGTS pertencente aos próprios trabalhadores. Prometeu baixar juros dos cartões de crédito, cujos recursos são das instituições financeiras, não do governo. Temer credita a si próprio, o "pacote de bondades" feito com chapéu alheio. Temer é um político matreiro que capitaliza para si os benefícios que originariamente são de direito da própria população. 

Temer não perde o velho hábito de político que aproveita do cargo público que ocupa. Faz de conta que "não sabia de nada", sobre as viagens, em caráter privado, de seus ministros com os jatinhos na FAB. Em menos de 7 meses, eles teriam feito mais de 800 viagens a custo estimado de R$ 160 mil cada, num total de R$ 128 milhões. O próprio Temer, tinha mandado licitar os "almoços" no avião presidencial, estimado em R$ 1,750 milhão, incluindo como sobremesa os finos sorvetes de marca estrangeira. 

No apagar das luzes de 2016, presidente Temer, como fazia a antecessora Dilma, distribuiu os R$ 7 bilhões de verbas parlamentares, para seus séquitos de parlamentares da base aliada. Temer pratica o velho hábito de presidentes antecessores, o "toma lá, dá cá". A velha prática lembra a do ex-presidente Lula. Aliás, o seu ministro da Fazenda é o mesmo do ex-presidente Lula. Temer imita o PT que diz abominar. Temer quer ser igual ao Lula em tudo. 

Temer exige dos governadores estaduais, em situação de calamidade financeiras, as contrapartidas difíceis de serem cumpridas. Por outro lado, o governo federal está autorizado pelo PEC 241 de permitir os "rombos fiscais" com emissão de títulos da dívida pública, mas as facilidades não são permitidas aos governadores estaduais. É aquela história: Faça o que eu digo, mas não faço o que eu faço! A soberba do Temer, em ralação aos governadores são de humilhar qualquer ser humano. Que digam os governadores do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul. Estes estão de joelhos e se sujeitando lamber as botas do Temer. 

Hoje, o presidente Temer, prometeu entregar o projeto Leste da Transposição do Rio São Francisco, já em fevereiro do próximo ano. E nem ficou ruborizado ao dizer que os problemas de seca do nordeste estarão resolvidos em 2017, com entrega também do projeto Norte do mesmo rio. Temer só pode estar pensando que ele é um novo Padre Cícero do Juazeiro do Norte. Temer deve "acreditar" no seu poder de milagreiro!

Nada como presidente que veio para "moralizar" o País. O Temer com os políticos históricos de caderno, utiliza-se da residência oficial para "achacar" os empresários para financiar as campanhas eleitorais dos seus protegidos. E declara com maior frieza de que os recursos foram "oficialmente contabilizados", assim como, igualmente, fizeram os tesoureiros do PT, os atuais inquilinos da Colônia Médico Penal de Curitiba. 

Para mim, presidente Michel Temer não passa de mais um "velho político" ou "político velho", com "velhos costumes" abominados pela população. De promessas e  mágicas, o povo já não aguenta mais! Socorro!

Temer em 2017 é um temor!

Ossami Sakamori



5 comentários:

  1. O camaleão é um animalzinho danado de esperto.
    Engana seus predadores e suas presas não escapam dêle.
    Haverá alguma semelhança com o texto apresentado pelo nobre professor Sakamori ou será mera coincidência?
    No Brasil, desde sempre, só a casca da árvore muda, pelo desgaste do tempo; o cerne é o mesmo. Feliz Ano Novo para nós e para os de sempre que lá estão e não vão sair. Quem não puder mudar (como eu) que aguente. Aqui, como na Venezuela, o povo espera que Papai Noel traga um novo ano em um ano novo. Feliz 2017.

    ResponderExcluir
  2. "É de estranhar que "de repente" venha acusar a Dilma de ter colocado o Brasil no buraco. Se não reclamou antes, é porque concordava com a política econômica, presumo".
    Disse tudo, não fez nada lá e não deve fazer em 2017 também.
    Temer é o nosso temor e o nosso tremer. Concordo com tudo que colocou. Bom ano novo pra você.

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente com a sua proposta Saka!!
    A verdade é que Temer além de temor, ele é uma roubada!! Nós temos que acompanhar muito de perto todos os desdobramentos do modelo de política que ele pratica.
    Abs

    ResponderExcluir
  4. Em 2017 o Brasil atinge ¨status¨de Venezuela.
    Quem estiver vivo, verá.
    Feliz Ano Novo.

    ResponderExcluir
  5. Com o PT no poder, todos cuidavam para que as mudanças propostas pelo governo não nos transformasse em uma nova Venezuela. Porém, com o PMDB no poder todos acreditam que esse risco passou mas ledo engano. Agora é que estamos em perigo pois Michel Temer age por medidas provisórias, da noite para o dia. Transforma tanta coisa que é quase impossível discuti-las uma a uma e com isso, vamos para o buraco mais cedo. O PMDB tem a mesma ideologia que o PT. /////////////FELIZ 2017 À TODOS!////////////////////

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.