Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 2 de abril de 2017

O futuro do Brasil, você decide!

Crédito de imagem: Estadão

Se eu fosse um brasilianista, veria o País com mesmos olhos, porém, escreveria de uma outra forma. Quem mora aqui, as palavras terão que ser medidas para que os reflexos das escritas não tragam consequências. O Brasil não existe como uma nação civilizada e democrática.  Brasil não passa de um território dominado por "facções criminosas". Tal qual "enclaves" de grandes cidades, quem não faz parte das "facções criminosas"  precisa de muita ousadia para "opinar", porque as "represálias" virão.  

O Estado brasileiro tem uma Constituição que regula o funcionamento das Instituições da República. A Constituição prevê o funcionamento do Estado em três poderes da República, qual seja, Executivo, Legislativo e Judiciário. A separação dos "poderes" está prevista na Constituição da República para "garantir" o funcionamento da "democracia" ou o dito "Estado democrático de direito".  Infelizmente, os preceitos constitucionais são letras mortas no Brasil.  Explico na sequência. 

O que se vê hoje, sobretudo após a ascensão do Partido dos Trabalhadores no governo, é uma verdadeira "usurpação" dos poderes da República. Os parlamentares e partidos políticos "engalfinham-se" para ocuparem espaços nos três poderes da República, "custe o que custar", a "qualquer preço".  Exatamente como que acontece nas favelas das grandes cidades, as "facções criminosas" tomaram os principais postos nos três poderes da República.  

A baixaria da briga entre "diversas facções" são exposta ao público pela imprensa nacional, com grande destaque. Há troca de ofensas para preenchimento de cargos públicos em três esferas da administração pública. Um "bate boca" em público, com "gestos" e "palavrões" que recheiam a grande mídia nacional. O linguajar desceu ao mais baixo nível: "suruba por suruba, suruba geral". Nem é preciso lembrar que "suruba" é "sexo grupal", uma verdadeira "troca, troca" entre participantes. É o que fazem entre os membros das "facções criminosas" nos poderes da República. 

Como que "capitão do mato", um senador da República, de "dedo em riste", desafia o presidente da República, quando se trata de nomeação de seu afilhado político em cargo importante em um poder da República. O presidente da República, como que qualquer chefe da "facção criminosa" de uma favela, em represália, nomeia para aquele cargo o "desafeto" do primeiro. É uma briga para deixar qualquer chefe de uma "facção criminosa" do tráfico de drogas, "envergonhados".

Se eu fosse brasilianista como um "Olavo" ou um "Diogo" diria que o Brasil está dominado pelo Foro de São Paulo ou que todos males do País está no Lula. Como não sou brasilianista como eles são, não me é permitido descer a qualquer nível. Um reles cidadão como eu, que tampouco tem o "foro privilegiado" não posso usar das "bravatas" para me posicionar. E o povo gosta de "bravatas"! O povo quer "um macho" na presidência do País, como que um "extrema direita" fosse solução para todos os problemas do País. É a moda do momento. Nem será a "extrema direita" que trará solução para o País. Chega de experiências!

Felizmente, o Brasil é uma grande pátria. O Brasil é provido de energia, minério, petróleo, agricultura, pecuária, ventos, sol e grande extensão de fronteiras azuis e verdes. Não há no mundo um país que reúna todas condições que o País tem, que permitiria o "desenvolvimento sustentável". Talvez, toda esta riqueza faz com que as "facções criminosas" se revezam nos três poderes da República para "dilapidá-la". Não temos saída? Temos saída, sim. A própria história nos mostra que o Brasil tem solução. 

Não será por falta de gente competente que o Brasil não vai para o rumo do desenvolvimento sustentável. Brasil já produziu presidente que já empolgou a nação como o Juscelino Kubitschek.  Brasil já teve um grande economista , o Roberto Campos no Planejamento. Brasil já teve um grande professor na Fazenda, o Mário Henrique Simonsen. Felizmente, o Brasil é celeiro de pensadores e formuladores de políticas sociais e econômicas. Felizmente ou infelizmente, estas pessoas competentes não aceitam participar das "facções criminosas" para dar novo rumo ao País. 

Com "dedo em riste", com "bravata", protegido pelo "foro privilegiado", os ditos representantes do povo preferem "brigar" por lugares dentro das "facções criminosas" que se revesam nos três poderes da República, há muito tempo. Pior, "engalfinham-se", para manterem-se no poder. As "facções criminosas" preparam medidas e leis que os "eternizam" nos poderes da República.  Enquanto isso...

Enquanto isso, o povo brasileiro, impotente e em silêncio, vai ao "corredor da morte", tal qual é o destino do boi num frigorífico. O Brasil está numa encruzilhada. Há que "extirpar" de uma vez por toda as "facções criminosas" dos poderes da República para tentar devolver "esperança" para o povo sofrido. Ou continuamos republiqueta de quinta categoria, vergonha para todos nós.  


Há que romper o "silêncio das nossas consciências" para mudar o rumo do País. O problema brasileiro é meu, mas é seu, também! 

Você decide!

Ossami Sakamori


11 comentários:

  1. Sabias palavras Saka, parabéns e o povo acordar é preciso antes tarde do que nunca

    ResponderExcluir
  2. Povo impotente e em silêncio é um exemplo de como a população é "dirigida" pela elite dominante.
    Os políticos aliam-se à grande imprensa e "fazem a cabeça" dos eleitores, que pela pouca cultura, são fáceis de serem dominados em seus ideais políticos e econômicos.
    A historia politica do pais, com a intensa manipulação praticada pelos componentes e pelos partidos fazem nossa historia politica ficar nessa mesmice eterna.

    ResponderExcluir
  3. Como tem sido tratado até aqui, o assunto remete à época da chega dos colonizadores, em 1500. Pouquíssima coisa mudou e se fez um sistema para que tudo ficasse como está. Comparativamente, temos muito pouca diferença com os Estados Unidos em termos de data de descoberta, independência etc., mas estamos 1.000 anos atrasados em relação à eles. Basta estudar a história dos dois países e as discrepância saltam aos olhos. Lá, se luta pelo país, aqui se mata pelo poder. Simples, assim. Vamos continuar cópia da Venezuela.

    ResponderExcluir
  4. O Brasil precisa de um CHOQUE DE ORDEM, que só poderá ser feito com armas em punho. Muitos inocentes morrerão, mas näo vislumbro outra saída. Através de eleições fraudadas (compradas pelas empreiteiras) nunca, mas nunca mesmo sairemos desse atoleiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com essa triste realidade.
      Com conversa, esses corvos não largam a carniça...

      Excluir
  5. Por que vc parou de tingir o cabelo Cabeleira? Vc ficava tão mais belo (parecido com aquele ator Rintintim)
    E o implante? Não tem mais empreiteiro para bancar?
    Dizem q o serviço de corte de cabelo lá de Curitiba é excelente...
    Se vc puxar pelo menos uns 15 anos em regime fechado eu acredito nessa bosta de justiça

    ResponderExcluir
  6. Só guilhotina para essa corja...

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente o Foro de São Paulo fundado por Lula e Fidel Castro na década de 90 existe e, no Brasil atual, os políticos mais velhos são da década de 60, com ideologia da esquerda comunista. Nossos Partidos políticos são todos os quase todos com essa mesma ideologia. Lula, Michel Temer, Aluísio Nunes, FHC, José Serra,...trabalham para isso, ou seja, o domínio do Poder submetendo a população a trabalhar para eles, vide Cuba. A Venezuela está adiantada nessa empreitada porque na época Hugo Chaves comprou as FAs e o Brasil só não está igual porque as Forças Armadas ainda não se sucumbiram ao governo. Só para relembrar, Dilma pediu estado de sítio na última manifestação antes do impeachement dela porém os três comandantes não aceitaram. O Brasil só terá jeito quando o povo se rebelar a esse sistema e vencer esses políticos no voto ou...pedir ajuda às Forças Armadas que terão o trabalho de tomar a rédea, novamente. Muitos ganham dinheiro com o caos e por isso mesmo repudiam a Ordem e Progresso e detestam as Forças Armadas. Acredite quem quiser mas é a realidade. É só ver as medidas que Temer está tomando contra a população e ver a reação do povo, ou seja: nada. O povo não reage. Aos poucos Temer está agindo como ditador. Nem o PT fez tão mal aos brasileiros, mas essa é a estratégia: cada Presidente massacra um pouco o povo até que a "massa" aceite passivamente qualquer medida por mais ruim que for.

    ResponderExcluir
  8. Dizem que o preço de um ministro da suprema corte de um país da AL é 50 milhões

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AL é sigla de américa latrina?

      Excluir
  9. O futuro do Brasil já está decidido, por fatiamento.
    Será o mesmo da Venezuela.
    Basta ver o desenrolar dos fatos. Contra fatos há argumentos?

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.