Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Tchau, Dilma!


Não aguento mais falar em Dilma! Chega! Finalmente, chegou o dia da abertura do julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff, no Senado Federal. É um processo longo e nem vou perder tempo assistindo o julgamento pela TV. 

Talvez, eu assista a sua defesa no dia 30, na próxima terça-feira. Quero ver a cara de pau da Dilma de repetir o que ela vem repetindo desde que foi afastada, de que o processo de impeachment é golpe. Ela vai dizer que é golpe contra o estado democrático de direito. Vai rememorar a prisão nas dependências do DOPS em São Paulo. Vai mentir que sofreu tortura no cárcere. Vai dizer que a ladroagem que ocorreu na Petrobras não é com ela. Vai dizer que ela não tem conta na Suíça. Vai fazer a defesa do mandato, como se o povo brasileiro fosse o seu súdito, o seu capacho!

E finalmente, vai dizer que ela é vítima do golpe engendrado pelo Eduardo Cunha e do Michel Temer. Vai dizer que recorreu da injustiça à OEA. Grande m... ! Vai dizer que 54 milhões de brasileiros deram a legitimidade do mandato. Vai dizer que ela é dona do mandato, assim como acha dona de tudo.  Vai dizer que o mandato do Michel Temer é ilegítimo e vai propor convocação de eleições gerais, antecipadas.

Este blog foi aberto como objetivo principal de fazer oposição à Dilma, sobretudo na política econômica. Isto foi há mais de 4 longos anos! À época apontei o equívoco da política econômica, dentre mais de 2.100 matérias. Apontei antes mesmo da grande imprensa a ladroagem que ocorria na Petrobras e no BNDES. Isto tudo, no meio de 77% de aprovação dela pela população. Não foi tarefa fácil. Fui achincalhado nas redes sociais, por isso. 

Que a Dilma Vana Rousseff, deixe o Palácio da Alvorada o mais rápido possível, dispensando o direito de permanecer por mais 30 dias após a cassação do mandato. Que a Dilma vá cuidar dos netos em Porto Alegre, para alegria ou tristeza dos gaúchos. 

Que a Dilma, aguarde serenamente, ser chamado pelo juiz federal Sérgio Moro, como ré comum, respondendo pela ladroagem praticada por ela ou sob conhecimento dela nos cofres públicos, sobretudo na Petrobras. 

Tchau, Dilma !

O espaço para comentários está destinado para manifestar sua opinião à favor ou contra o impeachment da Dilma

Ossami Sakamori
@SakaSakamori

11 comentários:

  1. Bom dia à todos. Gostaria que o TSE casasse o mandato da chapa Dilma/Temer. não deu então, Viva o impeachment! Fora Dilma, fora Lula e fora o PT e depois, tiremos os corruptos pelas urnas.
    Eu vejo o Brasil como uma família pobre composta de pai mãe e muitos filhos. Dificilmente esse pai irá controlar essa família, assim, também, é difícil um Presidente gerenciar o Brasil por Ele ser imenso e de características diferentes e Por isso estou apoiando a ideia dos Sulistas que querem se separar do Brasil.
    Eu moro em uma região que era o antigo Mato Grosso. Em 1977 foi dividido e ficamos no Mato Grosso do Sul. Disseram que iríamos voltar a ser do Mato Grosso porém, somos um Estado próspero. Amanhã, Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul faz aniversário: 117 anos. Ela foi fundada em 1899.
    Tirando o fato que dividir um Estado é diferente que dividir um País, se deu certo conosco por que não daria com os sulistas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre Daniel,

      Poderia explicar por gentileza sua colocação? Mais governadores, mais senadores, mais deputados federais, mais estaduais, prefeitos, vereadores?
      Meu amigo, seria mesmo isso?

      Excluir
    2. Separação total, Sr anônimo. A região Sul seria outro País com outro nome. É como o Brasil quando se separou de Portugal com a "Independência do Brasil".
      Nesse caso, não sabemos qual Regime para governar eles escolheriam: Parlamentarista, Monárquico ou Democrático, por isso não dá para saber se haveriam Senadores, deputados,......

      Excluir
  2. NUNCA UMA MÁQUINA FEZ TANTA GENTE CHORAR DE DOR E DESESPERO NO DF. QUEM APANHA NÃO ESQUECE, GOVERNADOR!

    Ninguém sabe qual será a determinação do Superior Tribunal de Justiça para onde o governador Rodrigo Rollemberg recorreu nesta quarta-feira (24), para tornar sem efeito uma liminar judicial proferida por um desembargador do TJDFT que determina que a Agefis se abstenha de derrubar casas no condomínio Estância Quintas da Alvorada. Se conseguir ter êxito a ordem de Rollemberg é cumprir integralmente a recomendação do Ministério Público que pede a completa erradicação do condomínio. Não ficará uma só casa em pé.

    s moradores das mais de seiscentas casas que continuam em pé no Estância Quintas da Alvorada continuam amanhecendo apreensivos e com a incerteza do que poderá vir pela frente.Os que perderam suas casas durante as operações da Agefis, ocorridas nas últimas duas semanas, choram diante de prejuízos incalculáveis e permanecerão com o trauma para o resto de suas vidas. Todos ficaram endividados e sem casa para morar. Um ressentimento que ficará acumulado contra um governador medíocre de vida política passageira a frente do Buriti.

    Os escombros de doze residências permanecem no Estância como um marco de um governador que prometeu no passado e não cumpriu e que usa o poder do Estado para humilhar e massacrar um terço da população do Distrito federal que mora de forma irregular e luta pela segurança jurídica de suas moradias.

    Em junho de 2014, em pleno período eleitoral, os políticos de Brasília, para se perpetuarem no poder, permitiram por meio dos órgãos públicos, que houvesse a construção desenfreada de casas em condomínios irregulares e a ocupação de terras públicas.
    Todos fizeram promessas de fazer a regularização fundiária do DF e prometeram ainda que jamais derrubariam alguma casa. No meio do bando à cata de votos estava o então senador e atual governador Rodrigo Rollemberg, conforme revela um vídeo publicado na internet. Veja abaixo desse texto.

    Quatro anos antes, em 2010, na campanha de senador, Rollemberg fazia parte da coligação “um novo caminho” que elegeu o ex-governador Agnelo Queiroz (PT). Ele assinou junto com a deputada federal Erika Kokay e pela então deputada distrital Arlete Sampaio, ambas do PT, um documento denominado “carta compromisso” onde todos se comprometiam em regularizar o mesmo condomínio Estância Quintas da Alvorada. Leia a carta da mentira aqui.

    No governo passado, a atual presidente da Agefis, Bruna Pinheiro, para se manter no cargo de diretora de fiscalização do mesmo órgão que hoje dirige fez vistas grossas para as invasões. Até fazer doação para campanha de Agnelo Queiroz, Bruna Maria Peres Pinheiro da Silva, se prestou (veja aqui).

    No atual governo, como presidente da Agefis, Bruna Pinheiro que diz ter “nojo” de quem mora em condomínios estabeleceu a data de “julho de 2014” (período eleitoral) como marco para as derrubadas de casas supostamente construídas em áreas tidas como públicas. O governador Rollemberg acatou a sugestão.

    Desde janeiro de 2015 até a presente data mais de vinte mil pessoas perderam suas casas para os tratores da Agefis e ficaram desabrigadas. A maioria são famílias pobres que foram arrancadas de suas moradias em comunidades como o Pôr do Sol, Sol Nascente, 26 de Setembro, Capão Comprido e Morro da Cruz. Aniquilou condomínios consolidados como a Chácara 200, Mansões Bougainville, Mini Chácaras e Estância Quintas da Alvorada.

    Rollemberg trata quem mora em condomínios irregulares como bandidos. As invasões a domicílio, acompanhada de prisões arbitrárias e espancamentos são ações corriqueiras durante as operações de derrubadas de casas, seja em condomínios em processo de regularização, seja em comunidades carentes em área de interesses sociais.

    O governador que prometeu regularizar a situação dos condomínios do DF mente e odeia a população. Uma covardia!

    Fonte:http://www.radarcondominios.com.br/index.php/distrito-federal/1082-nunca-uma-maquina-fez-tanta-gente-chorar-de-dor-e-desespero-no-df-quem-apanha-nao-esquece-governador

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou advogado, mas sabemos que ocupar área pública ou privada(dos outros) é invasão, e passível de desocupação porém, se os então candidatos incentivaram a invasão e prometeram regularizar caso fossem eleitos, é só os senhores acharem um vídeo ou documento que comprove a fala do candidato prometendo essa regularização da área. Se tiverem, é só divulgar e pedir a ajuda dos órgãos competentes.

      Excluir
    2. O vídeo está no site www.radarcondomínios.com.br com o título A FALSA PROMESSA DE RODRIGO ROLEMBERG, página inicial.
      Existia também um site www.regulrizadf.gov.br (que foi tirado do ar) em que o governo anterior mostrava que os condomínios em questão seriam regularizados. Agora quais seriam os órgãos competentes se o MP e a Vara do Meio Ambiente atribuem culpa só aos compradores de boa-fé?

      Excluir
    3. Então, só negociando com uma tv para fazer uma reportagem denunciando o fato. Nenhum político gosta de ver sua imagem arranhada publicamente.

      Excluir
    4. Sir. Daniel deves viver na Inglaterra junto a nobreza. Não na américa latrina

      Excluir
  3. Pelo amor de Deus! Não aguento ouvir voz da Gleisi, Vanessa e Lindberg! Socorro!!!

    ResponderExcluir
  4. Olha Saka San, se fosse só sua pessoa eu até daria um jeito. Nem eles próprios se aguentam sem lexotan

    ResponderExcluir
  5. KKKKKKKKKK O SAPO SE FUDEU

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.